Assine com até 65% de desconto

Falsos cognatos em espanhol: 5 palavras para tomar cuidado

São palavras bem fáceis de confundir. Então, anota aí!

Por Redação Atualizado em 19 nov 2020, 19h22 - Publicado em 20 nov 2020, 14h11

Se algum dia você estiver num país que fala espanhol e sentir vergonha, não diga que ficou embaraçado/a. Isso porque em espanhol, “embarazada” quer dizer grávida. “Embarazada” é um falso cognato: uma palavra que é parecida entre dois idiomas, mas tem significados diferentes em cada um. E com a ajuda da professora de espanhol Nazareth Sojo, do Abraço Cultural, vamos falar a seguir de outros cinco falsos cognatos entre português e espanhol. Confira!

Falsos cognatos entre português e espanhol

Panela

Em português, a palavra “panela” denota o objeto que usamos para cozinhar alimentos. A palavra em espanhol que denota esse mesmo objeto é “olla”. Mas a língua espanhola também tem a palavra “panela”, só que ela tem outro significado.

Em espanhol, “panela” quer dizer um “bloco” de qualquer coisa: de sabão, de manteiga, de gelo, etc. Se você estiver cozinhando e pedir uma panela ao seu amigo que fala espanhol, pode acabar recebendo algo diferente do que esperava.

Cachorro

“Cachorro” em português é o animal doméstico de quatro patas que late. O nome desse animal em espanhol é “perro”. Acontece que a palavra “cachorro” também existe em espanhol, mas tem um significado diferente — ainda que parecido.

A palavra espanhola “cachorro” é semelhante à palavra “filhote” em português. Em espanhol, “cachorro” é o filhote de qualquer animal — de um urso, de um gato, de um coelho, etc. Quando esses animais dão cria, os filhinhos deles podem ser chamados, em espanhol, de “cachorros”. E até mesmo os filhotes dos “perros” são “cachorros de perro”.

Continua após a publicidade

Apellido

Se você estiver preenchendo um formulário em espanhol e vir um campo escrito “apellido”, tome cuidado: não é para escrever lá o nome pelo qual seus amigos te chamam. Isso porque “apellido”, em espanhol, significa “sobrenome”.

E será que existe, em espanhol, uma palavra que designe o nome pelo qual nossos amigos nos chamam? Existe! E essa palavra é… “sobrenombre”. Ou seja: em espanhol, “sobrenombre” é o nome pelo qual seus amigos te chamam e “apellido” é o seu último nome, o nome da sua família. Em português, é o contrário.

Pastel

“Pastel” em português é uma comida de massa frita recheada que normalmente é vendida em feiras. Essa mesma comida também existe em alguns países que falam espanhol, mas o nome dela, em espanhol, é “pastelito”. Mas a palavra “pastel” também existe em espanhol, só que com outros significados.

Em espanhol, um bolo pode ser chamado de “pastel”. Uma torta de frango também pode ser chamada de “pastel”. Mas aquilo que em português chamamos de “pastel” precisa ser designado, em espanhol, como “pastelito”.

Vaso

Mesmo em português a palavra “vaso” tem vários significados. Pode ser usada para designar um pote onde se colocam plantas. Mas também pode ser usada para abreviar “vaso sanitário”, e nesse caso quer dizer privada, o lugar no banheiro dedicado às necessidades fisiológicas.

Já em espanhol, “vaso” significa copo. “Vaso” é o objeto em que se consomem líquidos e, se você estiver passando sede no deserto do Atacama, vai precisar pedir por um “vaso de agua”.

Este texto foi originalmente publicado no portal Estuda Fora, parceiro do Guia do Estudante.

Continua após a publicidade
Publicidade