Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Fuvest: 6 coisas que você precisa saber antes da segunda fase

É importante conferir esses detalhes para não ser pego de surpresa na hora da prova

Por Julia Di Spagna Atualizado em 12 fev 2021, 09h25 - Publicado em 10 fev 2021, 10h29

Existem algumas dúvidas que rondam os estudantes e costumam despertar um certo estresse perto da segunda fase da Fuvest. O que pode causar a eliminação? Caneta ou lápis? Pode sair com a prova? Parecem perguntas bobas, mas são detalhes que realmente podem fazer você perder pontos ou até ser eliminado. 

Para esclarecer essas questões, conversamos com Carlos Massaiti Okubo, coordenador do Curso Poliedro de São Paulo, e separamos seis clássicas. Vale lembrar que uma ferramenta muito útil é o Manual do Candidato. Lá, você encontra todas as regras e informações sobre a prova, o cálculo da nota e datas importantes.

1 – Zerar uma das disciplinas causa eliminação?

Não. Vamos supor que no segundo dia da segunda fase, você tenha, de acordo com a carreira escolhida, três disciplinas para encarar: História, Geografia e Matemática. Se você zerar todas as questões de Matemática, ainda estará concorrendo à vaga.

O que não pode acontecer é você zerar uma prova completa, ou seja, todo o segundo dia. 

2 – Zerar a redação causa eliminação?

Sim. A redação é considerada uma prova à parte nesse quesito. Então, resumindo, será eliminado o candidato que tirar zero nas seguintes provas:

  • na redação
  • no conjunto das questões de Português (no primeiro dia)
  • na prova de disciplinas específicas (no segundo dia)

3 – Se eu faltar em um dos dois dias, mesmo que gabarite o outro, sou desclassificado?

Sim. Se você faltar no primeiro dia da segunda fase nem se dê ao trabalho de ir no segundo. Você já estará eliminado. E mesmo que você consiga um resultado excelente no primeiro dia, perder o segundo também irá deixá-lo de fora do vestibular. 

  • 4 – Posso deixar minhas respostas a lápis? 

    Não. A Fuvest exige que todas as respostas sejam à caneta. No fundo, isso é uma garantia para você mesmo. Assim, não corre o risco de alguém apagar suas resoluções e prejudicá-lo nesse sentido.

    Continua após a publicidade

    No caso das provas com cálculos, a orientação é fazer os principais pontos do raciocínio à caneta. Ou seja, aquela soma ou divisão que você precisou fazer durante o processo, pode ficar em um cantinho a lápis (pode até apagar se quiser ou se sentir que deixará a resposta mais “limpa”). Mas os passos que foram fundamentais para chegar no número final precisam estar à tinta, assim como o resultado. 

    5 – Preciso dar respostas completas ou posso ser mais direto?

    Copiar uma parte da pergunta pode ser uma boa estratégia para organizar o raciocínio. Mas isso não será uma vantagem em comparação com quem for mais direto.

    Lembre-se que o importante é responder o comando da questão. Cite, analise, justifique, explique… enfim, faça o que a banca pedir e sua nota será máxima.

    Dica: se a questão só pediu para citar, apenas cite. Dar uma explicação não fará sua nota ser maior. Você só irá desperdiçar seu precioso tempo e ainda poderá se enrolar e acabar cometendo um erro. 

    6 – Pode sair com o caderno de prova?

    Não. Tanto na primeira quanto na segunda fase, a Fuvest não permite que os candidatos deixem o local com a prova. 

    Na primeira fase, você ainda pode levar para casa um papel com as alternativas que preencheu no gabarito para conferir as respostas. Mas para saber seu desempenho na segunda etapa, não tem jeito. Precisa esperar a primeira chamada para acessar as notas. 

    Quero Bolsa | Procurando por Bolsas de Estudo para graduação, pós-graduação ou técnico?! Garanta uma Bolsa de Estudo de Até 75% nas Mensalidades. Saiba mais!

    Continua após a publicidade
    Publicidade