Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Fuvest 2021: é melhor deixar de comer para poupar tempo da prova?

Por conta da pandemia, a Fuvest não permitirá que os estudantes comam dentro da sala de aula

Por Taís Ilhéu Atualizado em 9 jan 2021, 20h47 - Publicado em 9 jan 2021, 20h38

Treinar para o vestibular tomando como exemplo a edição anterior é uma estratégia conhecida entre os estudantes. Mas o que fazer quando o vestibular que você vai enfrentar é, de alguma forma, diferente de tudo que veio antes?Estudantes de todo o Brasil estão passando por esse dilema este ano, e muitos vão encará-lo pela primeira vez com a primeira fase da Fuvest este domingo (10).

Neste caso, uma das mudanças que mais preocupam não está nas questões de matemática ou no formato da prova em si, mas em algo que influencia muito a concentração do estudante e seu desempenho na prova: a alimentação.

Por conta da pandemia, a Fuvest estabeleceu que os estudantes não poderão se alimentar dentro da sala de aula, já que isso implicaria em muito tempo sem a máscara e maior risco de contaminação. Do lado de dentro, só estão liberados os líquidos. Acontece que esse intervalo fora da sala, é claro, significa menos tempo de prova. Beco sem saída? De jeito nenhum!

O Guia conversou com duas nutricionistas para entender o que fazer neste caso. E deixa o alerta: não se alimentar adequadamente durante a prova pode acabar mal. Entenda melhor.

Por que deixar de comer não é uma boa opção

Existe um motivo para os nutricionistas recomendarem alimentos calóricos e que deem muita energia durante a prova, como chocolates com mais de 70% de cacau: eles ajudam a manter uma boa concentração de glicose no sangue. Quando falta glicose, o estudante pode ter hipoglicemia, o que gera sintomas como tontura e… raciocínio lento. Nada bom para quem está fazendo uma prova, certo?

Por isso a dica da Renata Mendes Salvatori, que é nutricionista do Curso Poliedro, é que os estudantes não deixem de se alimentar neste domingo de Fuvest só para estender o tempo dedicado às questões. A dica que Renata deixa é para que o estudante se planeje bem para fazer uma única parada estratégica durante a prova. “Esse lanche deve ser feito depois de aproximadamente 3 horas de prova”, aconselha.

Continua após a publicidade

E para se manter atento durante essas três primeiras horas de prova, é importante se alimentar corretamente antes de sair de casa. De preferência, com comidas caseiras. “Para o almoço, sugiro uma refeição leve composta por um grelhado, saladas, legumes e arroz e feijão em pequenas porções”, aconselha a nutricionista.

  • E se substituir os alimentos sólidos só por bebidas?

    Mais uma vez, má ideia. Trocar os alimentos por uma bebida calórica que o estudante não está habituado (e que ainda pode esquentar durante as cinco horas de prova) não é uma boa solução. Além disso, se o candidato começa a tomar muito líquido para não precisar comer, ele pode acabar perdendo tempo com outra coisa.

    A nutricionista Renata resumiu: “Não vejo vantagem em substituir o lanche por alguma bebida, porque vai aumentar a necessidade das idas ao banheiro”. De acordo com ela, “compensa mais parar uns 5 minutos, respirar, se alimentar e depois voltar para a prova.”

    Quer dicas do que levar para esse lanchinho rápido? Uma outra nutricionista consultada pelo GUIA, a Fernanda Imamura, tem boas sugestões. De acordo com ela, as frutas secas (como tâmara e damasco) e as castanhas (como a castanha de caju ou as amêndoas são uma boa ideia, já que concentram muitos nutrientes. O chocolate com alta concentração de cacau também é uma sugestão compartilhada pelas duas nutricionistas.

    Já na listinha dos alimentos não recomendados, a Fernanda destaca as preparações caseiras, já “que tem o risco de estragar e podem ser difíceis de comer, como por exemplo comidas cremosas”. A nutricionista também reforça que é importante o estudante se ater àqueles alimentos que já está acostumado, para não correr o risco de ter alguma reação ou desconforto.

    Nas bebidas, aposte em água, água de coco e bebidas isotônicas!

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do curso Poliedro.

    Continua após a publicidade
    Publicidade