logo-ge

Pandemia do coronavírus: o que significa contenção, mitigação e supressão?

Entenda esses termos, usados para frear o avanço da covid-19

Em meio à pandemia do covid-19, todas as forças estão focadas em achatar a curva de contágio do vírus, para evitar o colapso de hospitais e proteger, principalmente, o grupo de risco. As medidas de prevenção, necessárias para retardar o pico, podem ser divididas em três diferentes fases: contenção, mitigação e supressão. Entenda a definição de cada uma e veja alguns exemplos dos países que estão adotando essas medidas.

Veja também

Contenção

As medidas de contenção são adotadas no início de uma epidemia para evitar o contágio do resto da população, buscando erradicar o vírus. Nessa fase, os principais atos são o rastreamento, por meio de testes para a doença, e o isolamento.

No caso da covid-19, a Coreia do Sul conseguiu controlar o quadro da doença por meio da contenção. Depois que quase 3 mil casos foram registrados após um evento religioso na cidade de Daegu, em fevereiro, os sul-coreanos criaram uma rotina de testes sistemáticos, com amostras recolhidas em minutos em 43 postos espalhados pelo país. Funcionou.

O limite da contenção é quando o vírus se instala na sociedade e as autoridades perdem o controle do rastreamento. Aí a contenção não funciona mais.

Mitigação

Na fase da mitigação, sabe-se que não será possível evitar todos os contágios. Assim, o objetivo é diminuir o avanço da pandemia, sem necessariamente detê-la, com medidas moderadas. Busca-se, então, evitar que o vírus atinja o grupo de risco: idosos, diabéticos ou hipertensos.

Nesse estágio, algumas das ações são: suspender aulas, fechar lojas e restaurantes, cancelar eventos esportivos, congressos, shows e espetáculos. É o que está acontecendo no Brasil e nos Estados Unidos, por exemplo.

É preciso ter atenção e cautela, porque a mitigação, assim como a contenção, pode ser insuficiente para diminuir o contágio, quando adotada tarde demais.

Veja também

Supressão

De forma mais radical, a supressão busca romper as cadeias de transmissão do vírus, com o distanciamento social de toda população, como fez a China. Nesse caso, a quarentena é obrigatória e os testes são feitos em massa. Também acontece o fechamento de escolas e comércios.