Clique e assine GE Play por R$16,90

Prova oferece bolsa para brasileiros em faculdade no Japão

Não é necessário ter ascendência nipônica nem falar o idioma: para quem não sabe japonês, exame será em inglês

Por Bruno Aragaki - Atualizado em 22 ago 2017, 18h01 - Publicado em 13 Maio 2010, 13h01

Um programa do governo japonês seleciona brasileiros para estudar em universidades japonesas com tudo pago.  O nome da instituição que dá a bolsa, ‘Mombukagakusho’, assusta, mas o conceito é simples: é uma espécie de vestibular nipônico adaptado para os estrangeiros, com questões em inglês.

Não é divulgado número de vagas, nem notas mínimas ou máximas. O que o governo japonês procura são ótimos estudantes (nenhuma nota abaixo de 7 no histórico escolar) estrangeiros para compensar o envelhecimento da população local.

Para quem topar – e passar -, a graduação inteira vem de graça. Há vagas em cursos prestigiados como Medicina, Direito, Economia e Engenharia. Os estudantes ganham ainda passagens aéreas de ida e volta e uma bolsa mensal  de 125 mil ienes, cerca de R$ 2 500 reais, suficiente para viver no Japão.

“Passei no ITA e na Fuvest, mas resolvi vir para cá”, diz Ricardo Gorgoll em depoimento ao Consulado do Japão em São Paulo. Ele estuda Engenharia Química em Osaka. “Bate saudades de casa, mas vale a pena. Estudo com gente do mundo inteiro, treino inglês e japonês e ainda viajo por aqui”, conta.

Fique ligado!

Para estudar fora, você provavelmente vai precisar comprovar a sua proficiência na língua em que fará o curso. O Guia do Estudante tem uma plataforma para te ajudar a tirar o certificado de Inglês! Conheça clicando aqui.

REGRAS

As inscrições são gratuitas e vão de 1º a 25 de junho. É necessário preparar a documentação listada na página da instituição.

Para participar, é preciso ser brasileiro e não ter cidadania japonesa. Só será exigido conhecimento de língua japonesa candidatos a cursos de humanas (Direito, Ciência Política, Pedagogia, Sociologia, Literatura, História, Economia e Administração).

A prova acontecerá em 8 de julho, quando há também seleção para cursos tecnológicos e profissionalizantes.  Os exames variam conforme as carreiras pretendidas:

  • Humanas: inglês, japonês e matemática;
  • Exatas (Matemática, Física, Química e Engenharias): inglês, matemática, química, física e japonês (opcional);
  • Biológicas (Medicina, Odontologia, Enfermagem, Farmácia, Biologia, Veterinária, Agricultura, Pecuária, Alimentação e Pesca): inglês, japonês, matemática, química e biologia.

As provas são todas em inglês. Os aprovados terão um ano de curso de japonês e de aulas de reforço preparatórias no Japão.

Continua após a publicidade
Publicidade