Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Qual é a origem e o significado do feriado de Tiradentes?

Relembre a história de Tiradentes e da Inconfidência Mineira

Por Juliana Morales Atualizado em 19 abr 2021, 12h20 - Publicado em 19 abr 2021, 07h02

No dia 21 de abril, comemora-se o Dia de Tiradentes. O feriado faz alusão à morte do mineiro Joaquim José da Silva Xavier, mais conhecido na história nacional como Tiradentes, o herói da Inconfidência Mineira. Vamos relembrar essa história. 

  • Inconfidência Mineira

    Inconfidência Mineira, ou Conjuração Mineira, foi uma revolta, de 1789, de caráter republicano e separatista, organizada pela elite socioeconômica da capitania de Minas Gerais contra o domínio colonial português. Ela foi baseada nos ideais do Iluminismo e teve influência da Revolução Americana, que resultou na independência dos Estados Unidos.

    No século 18, Minas Gerais era a capitania mais próspera do Brasil, fruto da atividade mineradora, que trouxe riqueza e desenvolvimento para a região. Mas a relação entre colonos e a Coroa não era boa: a elite econômica era contra a política fiscal imposta por Portugal. 

    Devido ao grande volume de extração, o ouro começou a entrar em decadência em Minas e a quantidade de impostos pagos Portugal estava decaindo. Nesse cenário, o Visconde de Barbacena assumiu como governador em 1788, com a ordem de realizar uma “derrama” – mecanismo utilizado por Portugal para realizar a cobrança obrigatória de tributos. Esse foi o estopim para a elite local antecipar os preparativos para a revolta.

    Mas não deu certo. Na verdade, a conspiração nem chegou a ser iniciada, pois foi descoberta, após autoridades coloniais em Minas Gerais receberem denúncias. O movimento foi traído por Joaquim Silvério dos Reis, que fez a denúncia para obter perdão de suas dívidas com a Coroa. Uma delação premiada.

    Todos os líderes da conjuração tiveram suas penas amenizadas, menos Tiradentes, o único que não fazia parte da elite.

    Continua após a publicidade
  • Tiradentes

    Joaquim José da Silva Xavier, o Tiradentes, era um militar no posto de Alferes e também atuou como dentista. Por isso, o apelido. Historiadores divergem se ele realmente foi o principal líder da Inconfidência Mineira.

    Foram feitas diversas prisões e julgamentos. No entanto, apenas Tiradentes foi condenado a morte.

    Na manhã de 21 de abril de 1792, Tiradentes foi enforcado em praça pública, no Rio de Janeiro.  Seu corpo foi esquartejado e pregado em postes pelas ruas de Minas Gerais. Estudiosos defendem que essa foi uma manobra de Portugal para desmerecer o movimento da Inconfidência Mineira e dar a entender que tudo não passou de uma aventura de um “dentista desequilibrado”.

  • Herói nacional

    Apesar disso, no século 19, o movimento republicano elegeu Tiradentes como mártir cívico-religioso e antimonarquista, fazendo prosperar as pinturas que o aproximam da imagem de Cristo. Ele acabaria virando herói nacional.

    O dia 21 de abril se tornou feriado nacional em 1890, logo após a Proclamação da República. Sua imagem como militar patriota foi exaltada tanto pela ditadura de 1964-1985 como pelos movimentos de esquerda, que o consideravam um símbolo de rebeldia.

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro.

    Continua após a publicidade
    Publicidade