Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Teorema de Pitágoras: o que é, a fórmula e como usar

Saiba quando e como usar essa expressão matemática criada para calcular os valores de um triângulo retângulo

Por Ludimila Ferreira
13 fev 2024, 13h00

Há quem tenha arrepios só de pensar no teorema de Pitágoras, mas a fórmula matemática não é um bicho de sete cabeças. Afinal, “a soma dos quadrados dos catetos é sempre igual ao quadrado da hipotenusa” pode parecer um trava-línguas mas, na prática, é muito simples fechar essa conta.

Além disso, apesar do senso comum pregar que esse é um conteúdo usado apenas na escola, profissões como a Engenharia Civil, por exemplo, utilizam do cálculo a todo momento na projeção de obras. Acredite: o Teorema de Pitágoras está em todos os cantos!

+ A importância do teorema de Pitágoras e da matemática, além das provas

Se você estiver em um quarto nesse momento, ao final deste texto será capaz de calcular o valor dos triângulos retângulos presentes nas extremidades do cômodo. Vamos lá?

+ Siga esses passos para não esquecer mais nada do que aprende

O teorema de Pitágoras

O teorema foi desenvolvido para calcular os valores presentes em um triângulo retângulo a partir dos catetos e da hipotenusa. O valor total dos ângulos em um triângulo retângulo, vale lembrar, é sempre 180°.

O momento em que a maioria dos estudantes trava é na hora de encontrar o “x”, ou seja, o valor da hipotenusa. É preciso lembrar que o cálculo é sempre feito ao quadrado utilizando a seguinte equação:

Continua após a publicidade

a² = b² + c²

A letra “a” equivale à hipotenusa e as letras “b” e “c” aos catetos.

Com exemplo abaixo fica mais fácil entender.

Aplicando a fórmula do Teorema de Pitágoras

arte gráfica do cálculo de uma hipotenusa em um triângulo retângulo
Exemplo de cálculo da hipotenusa (Guia do Estudante/Canva/Reprodução)

+ A importância do teorema de Pitágoras e da matemática, além das provas

Quem foi Pitágoras

Pitágoras foi um filósofo, músico, matemático e astrônomo grego pré-socrático que criou a Escola Pitagórica. Não se tem muitas informações sobre o pensador, que nasceu por volta de 570 a.C. Tudo que se sabe vem de escritos de Aristóteles, Xenófanes e Heródoto. Pitágoras ganhou seguidores ao unir conhecimentos em matemática, geometria, astronomia e filosofia.

Busca de Cursos

Continua após a publicidade

Mesmo o teorema levando seu nome, é possível que o cálculo já existisse muito antes do filósofo nascer. Foram encontrados registros dele em placa de argila da Babilônia, que datam 3.700 anos. É provável que o teorema tenha levado o nome de Pitágoras devido a sua popularidade na Grécia antiga, e por seus  seguidores terem passaram o conhecimento adiante.

+ Conheça a HQ que ensina filosofia de um jeito leve e divertido

Entre no canal do GUIA no WhatsApp e receba conteúdos de estudo, redação e atualidades no seu celular!

Compartilhe essa matéria via:

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso GUIA DO ESTUDANTE ENEM e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Publicidade
Teorema de Pitágoras: o que é, a fórmula e como usar
Estudo
Teorema de Pitágoras: o que é, a fórmula e como usar
Saiba quando e como usar essa expressão matemática criada para calcular os valores de um triângulo retângulo

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.