Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Vigilantes dizem ter flagrado casal fazendo sexo na Reitoria da Unicamp

Prédio havia sido ocupado por manifestantes durante protestos por aumento salarial. Sindicato nega envolvimento

Por Redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h51 - Publicado em 28 Maio 2010, 18h48

da redação

Vigilantes da Universidade de Campinas (Unicamp), no interior de São Paulo, afirmaram ter flagrado um casal fazendo sexo na Reitoria, na última quarta-feira (26). O prédio foi ocupado por duas horas por manifestantes que exigiam presença do reitor para reivindicar aumento salarial.

Segundo o jornal local “O Cosmo”, funcionários de empresa de segurança faziam vistoria no edifício, que já havia sido liberado pelos manifestantes, quando encontraram o casal. Eles estariam sem roupas no banheiro da reitoria.

– Funcionários da USP bloqueiam reitoria

A assessoria de imprensa da Unicamp disse que o caso está sendo tratado “de maneira global”, dentro do episódio da ocupação do prédio. Não foi informado se os flagrados eram funcionários ou alunos.

Em nota, a Unicamp disse que “um grupo composto por integrantes do Fórum das Seis invadiu de forma truculenta o prédio da reitoria, ameaçando os funcionários e causando depredação do patrimônio público”.

O Fórum das Seis é a agremiação dos sindicatos de funcionários e de professores das três universidades estaduais paulistas: USP, Unicamp e Unesp. Os funcionários das instituições estão em greve desde 6 de maio.

Segundo o diretor do Sindicato dos Trabalhadores da Unicamp, João Raimundo “Kiko”, a ocupação não foi coordenada pelo movimento grevista. “Eu também fiquei surpreso. Quando vi, um grupo já tinha entrado na reitoria”, disse.

Sobre o “flagra”, afirmou que “não tem nada a ver com o movimento, não dá nem para tratar de um caso desses”. Para ele, “esse tipo de ato dá álibi para a universidade. Agora eles têm o discurso de vítima, eu, pessoalmente, acho que não é bom para conseguir nossas reivindicações”, disse.

VEJA TAMBÉM
– Notícias de vestibular
– Notícias de Enem

Continua após a publicidade

Publicidade