logo-ge

Fies abre prazo para renegociação das dívidas

A medida só é válida para quem fez os contratos até o 2º semestre de 2017

Desta segunda (29) até o dia 29/7, os estudantes que estão inadimplentes com o Fies poderão renegociar suas dívidas. A portaria que formalizou a medida foi publicada no começo de abril. Os interessados devem procurar a mesma agência bancária onde fizeram seus contratos, com um ou mais fiadores.

As condições para a renegociação são que o estudante tenha firmado seu contrato até o 2º semestre de 2017 e que pague uma parcela inicial, que pode corresponder a 10% de sua dívida ou R$ 1 mil, prevalecendo o que representar o maior valor.

A renegociação poderá ser feita de duas formas. O estudante pode optar por reescalonar, o que funcionaria como um novo empréstimo para quitar a dívida anterior, ou então parcelar novamente a quantidade que está devendo. Serão acrescentados também mais quatro anos no prazo para quitar o empréstimo.

A dívida atual é a maior da história do Fies. De acordo com uma reportagem do Jornal Nacional, seis em cada dez estudantes que pegaram emprestado do programa têm parcelas em atraso. No total, a dívida acumula R$ 2 bilhões.