Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Devo fazer Medicina ou Psicologia?

Orientador profissional esclarece

Por Redação do Guia do Estudante Materia seguir SEGUIR Materia seguir SEGUINDO
Atualizado em 16 May 2017, 13h53 - Publicado em 11 Jul 2011, 21h25

Todo dia me faço a mesma pergunta: devo fazer Medicina ou Psicologia? Porque quero estudar algo relacionado à Psicologia, mas daí todo mundo me fala para estudar psiquiatria porque dá mais dinheiro. Mas acho que não tenho capacidade para passar em Medicina. O que eu devo fazer?Enviado por Mariana Santos Pinto

A remuneração média em Medicina é realmente superior à remuneração média em Psicologia. No entanto, pode haver exceções em função do nível de especialização que o profissional alcança, a clientela a que atende e o reconhecimento e prestígio conquistados.

Outra informação necessária e apontada por você é que o vestibular em Medicina é o mais concorrido entre todas as carreiras, bem como altas são as mensalidades em faculdades privadas (em torno de R$ 4 mil a R$ 5 mil). O vestibulando nesta área precisa mais que outros focar suas ações em torno de sua preparação, com rígida disciplina de estudos. Boa parte dos que ingressam em Medicina só conseguem fazê-lo depois de dois ou três anos de preparação.

Cabe também você analisar as especificidades das duas profissões. A especialidade da Medicina que trata de questões relacionadas à mente humana é a psiquiatria. O psiquiatra orienta-se fundamentalmente ao diagnóstico e tratamento dos distúrbios mentais, quase sempre se apoiando em prescrição de medicamentos.

Continua após a publicidade

Pode também buscar formação complementar em teorias sobre o funcionamento mental, com a psicanálise ou teorias fenomenológicas, ampliando sua atuação em psicoterapia. Já a formação em Psicologia contempla o estudo e a intervenção em todos os processos mentais, como a aprendizagem, o desenvolvimento da inteligência, a construção e as características de personalidade dos seres humanos, a identificação de habilidades desenvolvidas e/ou obstáculos para a execução de atividades, entre outros.

Também pode trabalhar com o tratamento de distúrbios psicológicos por meio de diferentes modelos e estratégias de psicoterapias, sem a prescrição de medicamentos, pois esta é uma competência exclusiva de psiquiatras.

Continua após a publicidade

O psicólogo pode trabalhar em diferentes ambientes e também para a promoção de saúde e desenvolvimento de estudantes, nos ambientes de trabalho, em hospitais, no atendimento a portadores de necessidades físicas e mentais especiais, junto a equipes esportivas, em instituições destinadas ao acolhimento ou retenção de crianças e jovens em situação de vulnerabilidade social ou que agiram em conflito com a lei, na melhoria da qualidade de vida de idosos ou pacientes terminais, entre outras possibilidades.

Pesquise bem as duas formações e reflita sobre as questões apontadas. Lembre-se: só você pode realmente tomar a decisão final, o que envolve um "ato de coragem".

Leia mais:
– Psicologia é a carreira certa para mim?
– Será que Medicina é o curso certo para mim?

Busca de Cursos

Continua após a publicidade
Publicidade
Devo fazer Medicina ou Psicologia?
Mundo do Trabalho
Devo fazer Medicina ou Psicologia?
Orientador profissional esclarece

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês