logo-ge

Não sei se escolho a profissão pelo dinheiro ou pela felicidade. O que faço?

Orientador profissional esclarece

Não sei se faço Arquitetura e Urbanismo, por ser um curso que eu adoro, porém ganha menos que a minha outra opção, engenharia de produção, que eu não gosto muito, mas ganha bem! Por favor, me ajude, faço algo que realmente me atrai ou um curso com melhor reconhecimento capital?
Enviado por Gabriela Costa Matins

Há muitas variáveis que determinam a remuneração de um profissional no mercado. Elementos como a qualidade de sua formação que envolve a qualidade da faculdade cursada mas também o empenho do estudante e bons estágios realizados durante a graduação, bem como o estabelecimento de uma rede de contatos profissionais, o nível de cultura geral do profissional e a proximidade entre sua graduação e os objetivos pessoais de vida contribuem para um contexto favorável para o alcance maior de destaque profissional e possivelmente melhor remuneração.

– Saiba tudo sobre a carreira de Arquitetura e Urbanismo

– Veja como é a rotina de um Engenheiro de Produção

Há, no entanto, outras variáveis próprias ao mercado como o reconhecimento social da profissão, o número de profissionais formados contra a necessidade social de seus serviços e as transformações tecnológicas que determinada área de atuação vivencia, bem como a expansão ou retração do setor econômico que ele atende em função da economia do país.

Isso pode parecer complicado, mas é necessário que você busque compreender esse contexto para fazer uma opção mais consciente e baseada em dados da realidade que possam lhe dar maior segurança no momento de sua escolha. Nesse sentido, considere as observações feitas e busque informações que possam ampliar seu campo de análise.

Sua pergunta parece apontar para um dilema entre o que realmente se interessa – arquitetura – e o que supostamente pode lhe garantir uma carreira mais estável e rentável – engenharia de produção. Você de fato pesquisou e conhece estas profissões? Conhece as disciplinas dos dois cursos? Sabe em que áreas estes profissionais podem atuar? Sabe qual a possibilidade real de remuneração? Por exemplo, arquitetos bem sucedidos podem receber remuneração equivalente a engenheiros de produção.

Avance em suas pesquisas e saiba que sempre há algum “campo de manobra”, ou seja, há como encontrar soluções que resolvem tais dilemas, principalmente entre profissões com grande reconhecimento social como as duas apontadas por você.

Leia mais:
– As dez profissões que mais trazem felicidade
– Como decidir entre a carreira que eu quero e a que meus pais sugerem?
– Os 10 estagiários mais bem pagos