logo-ge

Publicidade ou Jornalismo?

Orientador profissional esclarece

Escrever e criar são duas coisas pelas quais sou apaixonada. Não quero fazer Letras e estou em dúvida entre Publicidade e Jornalismo. Sou criativa, mas me falam que o Jornalismo “mata” a criatividade. É verdade? Há alguma área em Publicidade que foque mais a escrita?
Enviado por Amanda Lazaroni

Geralmente criamos "imagens" das profissões em função do que escutamos. Este é um passo importante, mas elas trazem tanto verdades quanto enganos sobre a profissão.

Um escritor pode investir em um curso de Letras, em que estudará literatura, aprenderá técnicas e estruturas literárias, mas dependerá sempre do que tem a dizer, ou seja, da expressão de sua subjetividade, de seu olhar sobre a realidade. Nesse sentido, aproxima-se do perfil do artista, da criação que depende principalmente das experiências que traduzem sua experiência pessoal.

O curso de Publicidade também pode alimentar tais experiências, mas tenha em mente que seu objetivo maior será convencer clientes e/ou leitores. O foco do publicitário é comercial, a venda, o convencimento sobre ideias (que nem sempre são as suas). Para tal, aprende técnicas e analisa o comportamento do eventual consumidor.

Ser jornalista implica em descrever os fatos, investigá-los, mas seguindo certos padrões determinados pelos meios de comunicação. A não ser que o profissional conquiste maiores liberdades de escrita estilo. Mas elas só vêm com o tempo de trabalho e com a experiência acumulada, quando se torna um articulista, por exemplo, podendo explicitar suas opiniões.

Em síntese, gostar de escrever indica caminhos bem amplos. Pense no que mais lhe atrai, em que pode e deseja aplicar as habilidades que já desenvolveu, cruzando tais habilidades com outras variáveis, como suas expectativas e valores quanto a rendimentos, reconhecimento social e familiar e recursos para atingir seus objetivos.