logo-ge

Biotecnologia

A Biotecnologia une conhecimentos de biologia e química à informática para atuação nas áreas de alimentos, saúde, química e ambiental

Biotecnologia é a aplicação de conhecimentos químicos e biológicos em diversas áreas: saúde, de alimentos, química e ambiental. Entre as funções do biotecnólogo, estão a produção de vacinas e de biocombustível, controle de pragas agrícolas e criação de plantas transgênicas.

Ou seja, a biotecnologia é multidisciplinar, porque o profissional precisa entender de biologia, física, estatística, química e informática.

Veja também

O que você pode fazer

Agronegócios: aprimorar técnicas de combate a pragas e doenças na lavouras e nos rebanhos.

Indústria: acompanhar a produção de alimentos e bebidas que levem microrganismos em sua composição, como queijos e cervejas. Estudar novas matérias-primas para a produção de biocombustíveis, trabalhar na genética para tornar a plantação mais eficaz, criar novas formas de fermentação e obtenção de combustível orgânico.

Meio ambiente: estudar processos biotecnológicos para a recuperação de solos e ao aprimoramento da agricultura. Pesquisar a poluição e a contaminação do ar, da água e do solo por microrganismos e descobrir novos biocombustíveis.

Saúde: pesquisar o uso de microrganismos na produção de medicamentos e vacinas. Identificar micróbios causadores de doenças em laboratórios de análises clínicas e institutos de pesquisa. Atuar na prevenção, no controle e no combate a infecções hospitalares.

Mercado de Trabalho

O mercado para biotécnologos está cada vez mais aquecido. Tanto é assim que, antigamente, biotecnologia era apenas um curso técnico, mas virou bacharelado em faculdades como a USP.

Um dos mercados com mais potencial é o farmacêutico, responsável, por exemplo, pela produção e venda de antibióticos.

Outra área promissora é a biotecnologia industrial, encarregada da produção de biocombustível. 

Há ainda a possibilidade de trabalhar com sustentabilidade, criando métodos de exploração sustentável (ou seja, com intervenção mínima no meio ambiente) para os setores de energia e de alimentação.

O salário médio do biotecnólogo gira em torno dos R$ 3.480.

Curso

A Biotecnologia pode ser estudada em cursos técnicos (de dois anos) ou de graduação com bacharelado (que dura quatro anos).

No bacharelado, o aluno tem aulas de conhecimentos gerais em química, física, matemática, estatística e informática. Outras disciplinas são mais específicas: bioquímica, biologia celular, biotecnologia vegetal e microbiologia, entre outras.

A USP, por exemplo, separa seu curso de graduação em cinco eixos temáticos: Técnico-Científico, com matérias como introdução à computação, introdução à biotecnologia, matemática, química e estatística; Meio Ambiente, com geologia geral, evolução biológica, biodiversidade e ecologia; Biomedicina, com genética, bioquímica e fisiologia humana; Humanidades, com ética em pesquisa e desenvolvimento, gestão e psicologia; e Tecnologia, com engenharia bioquímica, bioinformática e mineração de dados.

Duração média: 4 anos

LEITURA INDICADA:

Biotecnologia Aplicada à Saúde: Fundamentos e Aplicações (volume 1), de Rodrigo Ribeiro Resende e Carlos Ricardo Soccol

















( function() { var func = function() { var iframe_form = document.getElementById('wpcom-iframe-form-e096adabcd55ef6dd54c7945ec6b8278-5f023dee55907'); var iframe = document.getElementById('wpcom-iframe-e096adabcd55ef6dd54c7945ec6b8278-5f023dee55907'); if ( iframe_form && iframe ) { iframe_form.submit(); iframe.onload = function() { iframe.contentWindow.postMessage( { 'msg_type': 'poll_size', 'frame_id': 'wpcom-iframe-e096adabcd55ef6dd54c7945ec6b8278-5f023dee55907' }, window.location.protocol + '//wpcomwidgets.com' ); } }

// Autosize iframe var funcSizeResponse = function( e ) { var origin = document.createElement( 'a' ); origin.href = e.origin;

// Verify message origin if ( 'wpcomwidgets.com' !== origin.host ) return;

// Verify message is in a format we expect if ( 'object' !== typeof e.data || undefined === e.data.msg_type ) return;

switch ( e.data.msg_type ) { case 'poll_size:response': var iframe = document.getElementById( e.data._request.frame_id );

if ( iframe && '' === iframe.width ) iframe.width = '100%'; if ( iframe && '' === iframe.height ) iframe.height = parseInt( e.data.height );

return; default: return; } }

if ( 'function' === typeof window.addEventListener ) { window.addEventListener( 'message', funcSizeResponse, false ); } else if ( 'function' === typeof window.attachEvent ) { window.attachEvent( 'onmessage', funcSizeResponse ); } } if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); /* compat for infinite scroll */ } else if ( document.addEventListener ) { document.addEventListener( 'readystatechange', function(){ if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); } }, false ); } else if ( document.attachEvent ) { document.attachEvent( 'onreadystatechange', func ); } } )();

Nanotecnologia, Biologia & Novas Ciências, de Edson Gomes de Lima

















( function() { var func = function() { var iframe_form = document.getElementById('wpcom-iframe-form-94bbd70c8eb3fc159eac17970f4cdf73-5f023dee55d51'); var iframe = document.getElementById('wpcom-iframe-94bbd70c8eb3fc159eac17970f4cdf73-5f023dee55d51'); if ( iframe_form && iframe ) { iframe_form.submit(); iframe.onload = function() { iframe.contentWindow.postMessage( { 'msg_type': 'poll_size', 'frame_id': 'wpcom-iframe-94bbd70c8eb3fc159eac17970f4cdf73-5f023dee55d51' }, window.location.protocol + '//wpcomwidgets.com' ); } }

// Autosize iframe var funcSizeResponse = function( e ) { var origin = document.createElement( 'a' ); origin.href = e.origin;

// Verify message origin if ( 'wpcomwidgets.com' !== origin.host ) return;

// Verify message is in a format we expect if ( 'object' !== typeof e.data || undefined === e.data.msg_type ) return;

switch ( e.data.msg_type ) { case 'poll_size:response': var iframe = document.getElementById( e.data._request.frame_id );

if ( iframe && '' === iframe.width ) iframe.width = '100%'; if ( iframe && '' === iframe.height ) iframe.height = parseInt( e.data.height );

return; default: return; } }

if ( 'function' === typeof window.addEventListener ) { window.addEventListener( 'message', funcSizeResponse, false ); } else if ( 'function' === typeof window.attachEvent ) { window.attachEvent( 'onmessage', funcSizeResponse ); } } if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); /* compat for infinite scroll */ } else if ( document.addEventListener ) { document.addEventListener( 'readystatechange', function(){ if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); } }, false ); } else if ( document.attachEvent ) { document.attachEvent( 'onreadystatechange', func ); } } )();

Biotecnologia Industrial: Fundamentos (volume 1), vários autores

















( function() { var func = function() { var iframe_form = document.getElementById('wpcom-iframe-form-bee12143aab6885fc55da1eb9a33c0e3-5f023dee561e7'); var iframe = document.getElementById('wpcom-iframe-bee12143aab6885fc55da1eb9a33c0e3-5f023dee561e7'); if ( iframe_form && iframe ) { iframe_form.submit(); iframe.onload = function() { iframe.contentWindow.postMessage( { 'msg_type': 'poll_size', 'frame_id': 'wpcom-iframe-bee12143aab6885fc55da1eb9a33c0e3-5f023dee561e7' }, window.location.protocol + '//wpcomwidgets.com' ); } }

// Autosize iframe var funcSizeResponse = function( e ) { var origin = document.createElement( 'a' ); origin.href = e.origin;

// Verify message origin if ( 'wpcomwidgets.com' !== origin.host ) return;

// Verify message is in a format we expect if ( 'object' !== typeof e.data || undefined === e.data.msg_type ) return;

switch ( e.data.msg_type ) { case 'poll_size:response': var iframe = document.getElementById( e.data._request.frame_id );

if ( iframe && '' === iframe.width ) iframe.width = '100%'; if ( iframe && '' === iframe.height ) iframe.height = parseInt( e.data.height );

return; default: return; } }

if ( 'function' === typeof window.addEventListener ) { window.addEventListener( 'message', funcSizeResponse, false ); } else if ( 'function' === typeof window.attachEvent ) { window.attachEvent( 'onmessage', funcSizeResponse ); } } if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); /* compat for infinite scroll */ } else if ( document.addEventListener ) { document.addEventListener( 'readystatechange', function(){ if (document.readyState === 'complete') { func.apply(); } }, false ); } else if ( document.attachEvent ) { document.attachEvent( 'onreadystatechange', func ); } } )();

Legenda:

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado