logo-ge

Gestão em Saúde

Este bacharel é um administrador especializado em sistemas e serviços da área de saúde

Este bacharel é um administrador especializado em sistemas e serviços da área de saúde. Com conhecimento de ciências da saúde, economia e administração, ele trabalha tanto no setor público quanto no privado, na administração de clínicas, hospitais e ambulatórios, gerenciando recursos financeiros, materiais, humanos, logísticos e de informação.

Seu campo de atuação se estende à coordenação dos serviços de saúde pública, como vigilância sanitária e saneamento básico, e elaboração de políticas públicas de saúde. Cabe a ele analisar a oferta e a demanda de serviços do ponto de vista demográfico, epidemiológico e institucional.

Veja também

O que você pode fazer

Gestão hospitalar Administrar estabelecimentos de saúde, ocupando-se dos equipamentos, recursos financeiros e qualidade dos serviços prestados à população.

Logística Estudar a distribuição dos serviços ofertados por sistemas de saúde e propor projetos de expansão do atendimento a lugares com deficiência de oferta.

Setor público Acompanhar o desempenho das unidades de saúde, em secretarias estaduais ou municipais.

Vigilância Coordenar serviços relacionados ao setor de saúde, como vigilância e saneamento básico.

Mercado de Trabalho

Tradicionalmente, os estabelecimentos de saúde do país são administrados por médicos. É com esses profissionais que o bacharel na área de Gestão de Saúde compete ao longo da carreira. E as perspectivas são promissoras. No setor privado, o setor de saúde suplementar (dos planos de saúde) cresce ano a ano. Entre 2007 e 2017, o número de beneficiários de planos de saúde privados passou de 39,3 milhões para 47,6 milhões.  Além disso, o país tem mais de 6 mil hospitais privados, o que exige mais profissionais para administrá-los.

No setor público, é grande a demanda por profissionais qualificados, principalmente na gestão da rede do Sistema Único de Saúde (SUS), com a abertura de concursos públicos em diversas capitais brasileiras. Uma área promissora é a das indústrias do setor de saúde, como fabricantes de equipamentos médico-hospitalares e laboratórios farmacêuticos.

Curso

Somente duas instituições oferecem o curso. A graduação tem caráter interdisciplinar, com disciplinas de diferentes áreas, que familiarizam o estudante com a rotina administrativa da rede de atenção à saúde, dos serviços de atenção primária à urgência e emergência, bem como com as tomadas de decisão no Ministério da Saúde e secretarias municipais e estaduais. Aborda temas das áreas da saúde, administração, economia e geografa. O estágio é obrigatório e o aluno deve cumprir 580 horas. Já o trabalho de conclusão do curso é uma pesquisa realizada sobre uma situação ou um problema real.

Duração média: 4,5 anos.

Outros nomes: Gestão de Serv. de Saúde; Gestão em Sist. e Serv. de Saúde.

 

Legenda:

Estrelas da Avaliação do Guia do Estudante

★★★★★ - Excelente

★★★★ – Muito bom

★★★ - Bom

CPC – Conceito Preliminar de Curso ① ② ③ ④ ⑤ 

O CPC é o indicador do Ministério da Educação que mede a qualidade dos cursos. Ele varia de 1 (menor valor) a 5 (maior valor). Ele está informado na ficha do curso para todas as graduações que tinham esse indicador disponível (fonte: site do Inep, anos 2014, 2013 e 2012). 

Cifrões – Referem-se às faixas de preço da mensalidade:

$ - Até 500,00 reais

$$ - De 500,01 a 750,00 reais

$$$ - De 750,01 reais a 1.000,00 reais

$$$$ - De 1.000,01 a 1.500,00 reais

$$$$$ - Acima de 1.500,01 reais

n/i - Valor não informado