Clique e assine GE Play por R$16,90

Federal de Rondônia (Unir) suspende vestibular 2013 por causa da greve

Calendário só será retomado após o fim da paralisação

Por da redação - 28 ago 2012, 13h57

A Universidade Federal de Rondônia (Unir) divulgou, em comunicado, que o vestibular 2013 está suspenso até que as aulas sejam retomadas e o calendário de atividades do segundo semestre seja refeito. A Unir é uma das 49 universidades que permanecem paralisadas na greve que atinge há mais de cem dias os professores das instituições federais.

– Professores da UnB decidem pelo fim da greve; outras instituições federais também começam a retomar as aulas

– Técnicos das universidades federais aceitam encerrar greve

De acordo com o comunicado, o processo seletivo não será cancelado. A suspensão temporária foi deliberada no Conselho Superior Acadêmico (CONSEA). Desde o ano passo o processo seletivo da instituição se faz por meio do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). A Universidade orienta que os os candidatos que desejarem concorrer às vagas do próximo vestibular façam a prova em 3 e 4 de novembro.

Segundo a Unir, após a definição de novo calendário, a instituição divulgará o edital de inscrição de candidatos aos cursos para ingresso em 2013.

Continua após a publicidade

Greve

Apesar da Universidade de Brasília (UnB) ter retomado as atividades, a presidente do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes-SN), Marinalva Oliveira, afirmou, nesta segunda-feira (27), que as aulas continuam suspensas em outras universidades.

A UnB encerrou a paralisação na última sexta-feira (24), depois de realizar uma assembleia. Outras universidades e institutos federais também começam a retomar as aulas. Entre elas estão as universidades federais do Rio Grande do Sul (UFRGS); de Ciências da Saúde de Porto Alegre (UFCSPA); de São Carlos (Ufscar), no campus de Sorocaba; de São Paulo (Unifesp), no campus de Guarulhos; de Santa Catarina (UFSC); 12 campi do Instituto Federal do Paraná (IFPR) e três do Instituto Federal do Acre (IFAC).

O Ministério da Educação reafirmou que as negociações com os sindicatos dos docentes estão encerradas e que não há hipótese de rever o critério da titulação na progressão.

LEIA MAIS

– Notícias de vestibular

– Saiba tudo sobre o Enem

Continua após a publicidade
Publicidade