Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Letra de mão começa a ser abolida nas escolas dos EUA

Ensino da letra cursiva passa a ser opcional em Indiana; demais estados deverão seguir decisão

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h52 - Publicado em 18 jul 2011, 15h39

O ensino da letra de mão (cursiva) será opcional no estado de Indiana, nos Estados Unidos, e deve parar de ser ensinada definitivamente nos próximos anos.

A decisão deve seguida por mais 40 estados norte-americanos. Os governos consideram o ensino da letra de mão ultrapassado.

Os defensores da lei argumentam que as crianças de hoje praticamente não necessitavam escrever à mão, com lápis e papel.

Para eles, aulas de como digitar com habilidade seriam mais importantes, já que o uso de computadores, notebooks e celulares é cada vez mais comum.

Estados como Carolina do Norte e Geórgia já anunciaram que tomarão decisão similar muito em breve. Esses 41 estados integram o "Iniciativa para um Padrão Comum de Currículo", responsável por padronizar o currículo da educação básica nos EUA.

No Brasil, o ensino da letra cursiva não foi abandonado. Entretanto, a pedagogia atual não prioriza a técnica no ensino da letra, mas sim o desenvolvimento das habilidades de leitura e escrita.

*informações do jornal O Estado de São Paulo

LEIA TAMBÉM
– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade