logo-ge

Raio-X ITA: as matérias com maior peso na nota final

Ao contrário do que se imagina, as questões objetivas de Língua Portuguesa representam uma pontuação maior do que as de Matemática

O Vestibular do Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) está se aproximando. Entre os dias 12 e 15 de dezembro, os candidatos vão testar os seus conhecimentos para conseguir uma vaga em um dos cursos de engenharia oferecidos pelo ITA.

“O candidato precisa ter uma boa estratégia e resistência para enfrentar a maratona de quatro dias”, afirma o coordenador da Turma ITA do Curso Poliedro, Thiago Cardoso da Costa.

Sem modelo parecido no Brasil, a prova contempla as disciplinas Física, Matemática, Química, Língua Portuguesa e Inglesa e costuma cobrar conteúdos não abordados tradicionalmente no Ensino Médio.

Datas dos Exames
Data
Horário de Brasília
Matéria
12/12/2017 (terça-feira)
08h00
Física
13/12/2017 (quarta-feira)
08h00
Português e Inglês
14/12/2017 (quinta-feira)
08h00
Matemática
15/12/2017 (sexta-feira)
08h00
Química

No portal do ITA, é possível acessar um programa de matérias que são exigidas no vestibular 2018 e também orientações para a redação.

Acesse o programa de matérias

Acesse orientações para a redação

Os exames de Matemática, Física e Química apresentam, cada um, 20 questões objetivas e 10 dissertativas. Já o de Linguagens é composto por Português (20 questões objetivas) e uma Redação, enquanto Inglês traz 20 questões objetivas. Em cada dia, os candidatos têm um tempo máximo de 4 horas para a realização.

A média final é calculada por meio de uma média aritmética simples das disciplinas de Matemática, Física, Química e Língua Portuguesa.

Raio-X da prova

O Curso Poliedro realizou um estudo sobre o vestibular do ITA com informações sobre o peso das matérias na composição da nota final. Ao contrário do que se imagina, as questões objetivas de Língua Portuguesa representam uma pontuação maior para o vestibulando do que as questões objetivas de Matemática.

Também de acordo com os dados, cada ponto obtido na Redação corresponde a 1,6 questões objetivas de Exatas.

Veja como é a pontuação em cada grupo de disciplinas:

  •  Questões objetivas de Matemática, Física ou Química: 0,625 pontos;
  •  Questões dissertativas de Matemática, Física ou Química: 1,25 pontos;
  • Questões objetivas de Língua Portuguesa: 0,75 pontos;
  •  Redação: 10 pontos.

Como um dos mais concorridos vestibulares do País, a nota de corte dos aprovados costuma ficar entre 60 e 70 pontos, dos 100 pontos possíveis, o que demonstra o seu grau de dificuldade. No vestibular 2017, o último convocado em primeira chamada obteve 68,5 pontos.

No quadro abaixo, verifique a nota de corte do ITA e a média obtida pelos candidatos entre 2012 e 2017:

 (Poliedro/ITA/Reprodução)

Mudanças no vestibular

O processo seletivo 2018 do ITA sofreu mudanças significativas este ano. Agora, os candidatos de Engenharia não farão mais um mesmo processo seletivo para as vagas ordinárias (destinadas a candidatos que não tenham interesse na área militar) e as privativas (para aqueles que desejam ingressar no Quadro de Oficiais Engenheiros da Ativa da Força Aérea Brasileira). Os estudantes tiveram que escolher entre uma das duas modalidades durante o ato de inscrição.

Com a mudança, a instituição já afirmou que, das 110 vagas disponibilizadas, 85 serão ordinárias e 25 privativas. Até o ano passado, não havia limite de vagas por modalidade, dando a opção ao aluno de decidir qual curso fazer somente depois de ser classificado.

Além da mudança na relação candidato/vaga, o instituto divulgou que o seu processo seletivo passará a cobrar a leitura de três obras literárias. Será uma pergunta para cada livro, sendo que a seção de Literatura Brasileira da prova contará com seis questões. As outras três abordarão poemas brasileiros.

As obras literárias são:

  • Senhora, de José de Alencar;
  • Quincas Borba, de Machado de Assis;
  • São Bernardo, de Graciliano Ramos.

Para mais informações, acesse www.vestibular.ita.br