Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Reitoria da USP é autorizada a discutir presença da PM no campus

Assassinato de estudante na última quarta-feira (18) reabriu debate sobre segurança na universidade

Por da redação Atualizado em 16 Maio 2017, 13h35 - Publicado em 20 Maio 2011, 16h49

Uma reunião de emergência do Conselho Gestor do Campus da Universidade de São Paulo (USP) nesta sexta-feira (20) autorizou a reitoria a discutir com a Polícia Militar planos de policiamento e segurança dentro da Cidade Universitária.

A reunião foi feita após um estudante, na última quarta-feira (18), ser morto no estacionamento da Faculdade de Economia e Administração (FEA), em uma suposta tentativa de assalto.

A proposta aprovada pelo conselho será encaminhada ainda hoje ao reitor Grandino Rodas, para aprovação.

Em 03/05 um plano de segurança já tinha sido discutido, após uma série de casos de roubos e sequestros relâmpagos dentro do campus. Agora, com o novo crime, as medidas devem ser reavaliadas.

LEIA TAMBÉM
– Notícias de vestibular e Enem

Continua após a publicidade
Publicidade