logo-ge

Unicamp tem a menor taxa de abstenção na segunda fase desde 2012

Em 2020, dos 13.589 aprovados para a segunda fase, 1.483 estudantes não compareceram

Após o fim da segunda fase do vestibular da Unicamp, realizada nos dias 12 e 13 de janeiro, a Comvest divulgou os números referentes às provas de 2020. Este ano, dos 13.589 aprovados para a segunda fase, 1.483 estudantes não compareceram.

No total, 12.106 candidatos fizeram o exame e o índice de abstenção, de 10,9%, foi o menor desde 2012. No ano passado, a abstenção registrada no segundo dia da segunda fase foi de 13,6%.  Em Campinas a abstenção fechou em 9% e, em São Paulo, em 11%. A cidade com menor índice de ausentes este ano foi Jundiaí, com apenas 7,8%.

De acordo com o diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto, uma das explicações para o baixo índice de ausentes pode ser a redução da segunda fase do Vestibular Unicamp de três para dois dias. “Era um dos nossos objetivos fazer uma prova que não se alongasse por vários dias, considerando que muitos candidatos trabalham ou têm outras atividades ao longo da semana, porém o principal aspecto que a abstenção baixa demonstra é que os candidatos se identificaram com a nova proposta de prova”, avaliou José Alves em publicação no site da comissão.

As respostas comentadas serão divulgadas no site da Comvest, a partir da quinta-feira (16). A primeira chamada será publicada no dia 10 de fevereiro, e os aprovados farão a matrícula eletrônica no dia 11 de fevereiro.

Outras datas importantes

  • Segunda chamada (matrícula presencial): 13 de fevereiro;
  • Matrícula da segunda chamada: 14 de fevereiro;
  • Terceira chamada (matrícula presencial): 18 de fevereiro;
  • Matrícula da terceira chamada: 19 de fevereiro.