Guia do Estudante

AGRONOMIA

Bacharelado

Legenda:

Graduação

Graduação Tecnológica

Quem se forma em Agronomia é chamado engenheiro agrônomo. Este profissional trabalha para melhorar e conservar a qualidade e a produtividade de plantações e rebanhos. Porque conhece detalhadamente as técnicas de cultivo e criação, pode atuar em qualquer etapa da cadeia produtiva - do plantio à colheita, da criação de gado ao abate, e também no processamento e na comercialização dos produtos agropecuários. No dia a dia, monitora o preparo do solo, combate pragas e doenças e controla a colheita, o armazenamento e a distribuição da safra. Para aqueles que preferem se voltar aos aspectos administrativos, financeiros e econômicos do setor agropecuário, há os cursos de Agronegócio. E você pode, ainda, ingressar na carreira como tecnólogo.

Duvidas do Vestibulando

QUAL A DIFERENCA ENTRE AGRONOMIA E ENGENHARIA AGRICOLA?

Os dois cursos preparam profissionais para diferentes tarefas na mesma área. Enquanto o engenheiro agrícola recebe formação com ênfase em matemática e física, o agrônomo se aprofunda nas áreas de biologia e química. A Engenharia Agrícola é voltada para a parte mecânica da agricultura, como planejamento, criação e manutenção de máquinas, entre outros. Já a Agronomia se volta para todas as etapas da agropecuária - do plantio e da criação de rebanhos à comercialização da produção.

Mercado de Trabalho

O agronegócio representa 23% do PIB brasileiro e 40% do faturamento das exportações do país, segundo o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea), da Esalq-USP. Grande parte das exportações do Brasil é de commodities, portanto, vêm daí as melhores oportunidades para o engenheiro agrônomo, em órgãos do governo, em empresas exportadoras ou importadoras, em indústrias de alimentos, sementes, adubos e equipamentos, ou grandes propriedades rurais. As exigências legais para a preservação dos recursos naturais também abrem frentes de trabalho meio ambiente. Cresce ainda a produção de orgânicos, cuja demanda deve aumentar nos próximos anos - a produção está na mão de pequenos produtores. Há boa oferta de trabalho nas regiões que tradicionalmente têm grandes extensões de terra dedicadas à produção agrícola como Sudeste, Sul e Centro-Oeste.

As melhores escolas

5 estrelas

DF Brasília UnB ④. MG lavras Ufa ④. viçosa UFV ⑤. PA Belém Ufra ②. PR curitiba UFPR ④. londrina UEL ④. Maringá UEM ④. RJ seropédica UFRRJ ④. RS capão do leão UFPel ③. Passo Fundo UPF ④ $$$$$. Porto alegre UFRGS ④. santa Maria UFSM ④. SP Botucatu Unesp ④. Jaboticabal Unesp ④. Piracicaba USP Eng. Agron.

4 estrelas

AL Rio largo Ufal Agroecologia; Agronomia ③. BA cruz das almas UFRB ④. CE Fortaleza UFC ③. ES alegre Ufes ④. GO goiânia UFG ④. Jataí UFG ④. MG alfenas Unifenas ④ $$$. Janaúba Unimontes ④. Montes claros UFMG ④. Uberlândia UFU ④. MS aquidauana Uems ④. chapadão do sul UFMS ④. dourados UFGD ④. MT sinop UFMT ④. PB areia UFPB ③. PE Recife UFRPE ③. PR Bandeirantes Uenp ③. guarapuava Unicentro-PR ④. Marechal cândido Rondon Unioeste ④. Pato Branco UTFPR ⑤. Ponta grossa UEPG ⑤. Toledo PUCPR ④ $$$$. Umuarama UEM ④. RJ campos dos goytacazes Uenf ③. RN Mossoró Ufersa ③. RR Boa vista UFRR ④. RS caxias do sul UCS ④ $$$$. Frederico Westphalen UFSM ④. SC Florianópolis UFSC ④. lages Udesc ④. SP araras UFSCar Agroecologia; Eng. Agron. ④. ilha solteira Unesp ④. Registro Unesp ④. TO gurupi UFT ④.

3 estrelas

AC Rio Branco Ufac Eng. Agron. ③. AL arapiraca Ufal. AM Manaus Ufam ③. BA Ilhéus Uesc ③. Juazeiro Uneb-BA ④. vitória da conquista Uesb ④. DF Brasília Icesp-Promove ④ n/i. Planaltina Upis ③ n/i. ES são Mateus Ufes ④. GO Ipameri UEG ③. Rio verde IF Goiano ④, UniRV ④ n/i. Urutaí IF Goiano ④. MA são Luís Uema Eng. Agron. ④. MG Bambuí IFMG. diamantina UFVJM ④. Ituiutaba Uemg. Januária IFNMG ④. Muzambinho IFSULDEMINAS Eng. Agron. ④. Passos Uemg. Rio Paranaíba UFV ④. Uberaba Fazu ③ n/i, IFTM Eng. Agron. MS campo grande UCDB ④ $$$$. cassilândia Uems ③. MT alta Floresta Unemat ③. Barra do garças UFMT ④. cáceres Unemat ③. cuiabá UFMT ③, Unic ④ n/i. Tangará da serra Unemat ③. várzea grande Univag ④ n/i. PA capitão Poço Ufra ③. Paragominas Ufra. PB Lagoa seca UEPB Agroecologia. Pombal UFCG ④. PE garanhuns UFRPE ④. serra Talhada UFRPE ④. PI Bom Jesus UFPI Eng. Agron. ④. Picos Uespi Eng. Agron. ④. PR campo Mourão Fac. Integrado de Campo Mourão ④ n/i. Foz do Iguaçu UDC Sede ④ $$$. Palmas IFPR Eng. Agron. RS Bagé Urcamp ④ n/i. canoas Ulbra ③ $$$$$. Ijuí Unijuí ④ n/i. Itaqui Unipampa ④. vacaria UCS ④ $$$$. SC Tubarão Unisul ③ $$$. SE são cristóvão UFS Eng. Agron. ④. SP espírito santo do Pinhal UniPinhal Eng. Agron. ③ $$$. Itapeva Fait-SP ④ n/i. Ituverava Fafram ④ $$$$. Marília Unimar Eng. Agron. ④ $$$$. ourinhos FIO ④ n/i. Presidente Prudente Unoeste ③ $$$$. Taubaté Unitau $$$. ___________________________________________________________ *CPC (MEC) | ① ② ③ ④ ⑤ **MENSALIDADE | ($) até R$ 400,00 ($$) de R$ 400,01 a R$ 700,00 ($$$) de R$ 700,01 a R$ 1.000,00 ($$$$) de R$ 1.000,01 a R$ 1.500,00 ($$$$$) acima de R$ 1.500,01 (n/i) valor não informado | ausência de mensalidade: curso gratuito

Curso

A grade curricular mescla disciplinas técnicas e científicas. Os dois primeiros anos trazem matérias das áreas de Ciências Biológicas e Exatas, como biologia, bioquímica e estatística. Nos três anos seguintes, o forte são as disciplinas profissionalizantes, ministradas em subáreas como ciência do solo ou agricultura, entre outras. Mas há, também, aulas de gestão e administração. Boa parte da carga horária é dedicada a aulas práticas em laboratórios e fazendas experimentais. O estágio é obrigatório, assim como o trabalho de conclusão de curso.

Atenção: embora a maioria dos cursos tenha o nome de Agronomia, o profissional formado é chamado de engenheiro agrônomo. Seis instituições - Furg-RS, IF SudesteMG, UEPB, Ufal, UFPB e UFSCar - oferecem bacharelado em Agroecologia (área que concentra vários cursos tecnológicos; veja descritivo abaixo).

Duração média: 5 anos.

Outros nomes: Agroecologia; Eng. Agron.


Agroecologia

O curso forma o profissional que planeja, executa e monitora os sistemas de produção agropecuária, com foco em práticas que não degradem o meio ambiente e a sustentabilidade econômica, social e ambiental da cultura ou da criação. Ele se preocupa, por exemplo, em garantir que a produção de alimentos orgânicos esteja efetivamente livre de agrotóxicos e que a cadeia produtiva leve em consideração o sistema de trabalho e as particularidades socioeconômicas e culturais da região e das comunidades locais. Pode trabalhar em organizações não governamentais, cooperativas e em pequenas propriedades de agricultura familiar. Encontra colocação, ainda, em secretarias de Agricultura estaduais e municipais e empresas de assistência técnica e extensão rural (Ematers). Pode se ocupar de qualquer etapa do processo produtivo, do campo à comercialização dos produtos. O currículo inclui disciplinas técnicas e científicas, como solo, topografa e irrigação, além de matérias básicas, como química, biologia e física. Traz também matérias específicas, como extensão rural, sistemas de produção sustentáveis. Há, ainda, matérias das Ciências Humanas e Sociais, como sociologia, administração, legislação e políticas públicas. Como todos os cursos tecnológicos, Agroecologia também é voltado às características socioeconômicas da região em que é oferecido.

Duração média: 3 anos.

O que você pode fazer

Administração rural

Gerenciar unidades de produção de propriedades rurais, desde o planejamento das compras até o gerenciamento de equipamentos e recursos humanos.

Defesa sanitária

Combater pragas e prevenir doenças em lavouras e rebanhos.

Economia e administração agroindustrial

Planejar e gerenciar as operações de distribuição e venda de produtos agrícolas. Coordenar programas de crédito rural para cooperativas e pequenos produtores.

Engenharia rural

Projetar obras em propriedades rurais, como nivelamento do solo e montagem de sistemas de irrigação para o plantio.

Ensino

Lecionar em escolas públicas ou particulares de educação profissional ou em faculdades.

Fitotecnia

Acompanhar o cultivo e a colheita de safras, buscando aumentar a produtividade por meio da seleção de sementes, do emprego de adubos e do combate a pragas.

Indústria e comercialização de alimentos

Supervisionar a estratégia de produção e de preços de alimentos de origem animal e vegetal.

Manejo ambiental

Explorar racionalmente os recursos naturais, visando à preservação do meio ambiente, em atividades como elaboração de relatórios de impacto ambiental, manejo de dejetos, avaliação da aptidão das terras, saneamento de propriedades rurais, recuperação de terras degradadas e coordenação de projetos de reflorestamento.

Melhoramento animal e vegetal

Realizar pesquisas e desenvolver técnicas visando à melhoria da produção.

Produção agroindustrial

Gerenciar o processo de industrialização de produtos agrícolas, controlando a qualidade final da produção. Pesquisar novas tecnologias e produtos.

Silvicultura

Recuperar matas devastadas e cuidar do plantio e do manejo de áreas de reflorestamento. Preparar relatórios de impacto ambiental.

Solos

Preservar a fertilidade e controlar as propriedades físicas dos solos, prescrevendo seu manejo.

Zootecnia

Controlar a produção de pastagens e grãos utilizados na agropecuária, planejar rebanhos bovinos e de outras criações animais.

Compartilhe