Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês
Dúvidas de português

Pronomes: o que são, os tipos e quando usar

Eles são divididos em pronomes pessoais, possessivos, demonstrativos, indefinidos, interrogativos, relativos e de tratamentos

Por Juliana Morales 1 jun 2022, 18h19

Agora que já conhecemos os tipos de adjetivos e seus usos, chegou a vez de explorar melhor outra classe gramatical: os pronomes. Eles podem substituir os substantivos em uma oração ou serem usados como complemento.

Os pronomes podem ser: pessoais, possessivos, demonstrativos, indefinidos, interrogativos, relativos e de tratamentos. A seguir, conheça cada uma dessas categorias.

Pronomes pessoais

Os pronomes pessoais designam a pessoa do discurso. Eles são divididos em dois tipos: pronomes pessoais retos e pronomes pessoais oblíquos.

No caso dos retos, eles funcionam como sujeito.

1ª pessoa do singular: eu

2ª pessoa do singular: tu

3ª pessoa do singular: ele/ela

1ª pessoa do plural: nós

Continua após a publicidade

2ª pessoa do plural: vós

3ª pessoa do plural: eles/elas

Cada um dos pronomes pessoais retos corresponde a um pronome pessoal oblíquo que atua como complemento. Eles podem aparecer na forma átona (sem preposição) ou na tônica, que vem sempre acompanhada de uma preposição.

Átonos

1ª pessoa do singular: me

2ª pessoa do singular: te

3ª pessoa do singular: lhe, o, a, se

1ª pessoa do plural: nos

2ª pessoa do plural: vos

3ª pessoa do plural: lhes, os, as, se

Tônicos

1ª pessoa do singular: mim

2ª pessoa do singular: ti

3ª pessoa do singular: ele, ela, si

1ª pessoa do plural: nós

Continua após a publicidade

2ª pessoa do plural: vós

3ª pessoa do plural: eles, elas, si

Pronomes possessivos

Os pronomes possessivos indicam a posse em referência às três pessoas do discurso.

1ª pessoa do singular: meu, minha, meus, minhas

2ª pessoa do singular: teu, tua, teus, tuas

3ª pessoa do singular: seu, sua, seus, suas

1ª pessoa do plural: nosso, nossa, nossos, nossas

2ª pessoa do plural: vosso, vossa, vossos, vossas

3ª pessoa do plural: seu, sua, seus, suas

Pronomes demonstrativos

Os pronomes demonstrativos indicam a posição de algo em relação às três pessoas do discurso. Eles são usados para a marcação de tempo (passado, presente e futuro), espaço (perto ou longe) e para o estabelecimento de referências anafóricas (retoma por meio de referência um termo anterior) e catafóricas (termo usado para fazer referência a um outro termo posterior) em um texto.

1ª pessoa: este, esta, estas, estes, isto

2ª pessoa: esse, essa, esses, essas, isso

3ª pessoa: aquele, aquela, aqueles, aquelas, aquilo

*Isto, isso e aquilo são pronomes demonstrativos invariáveis, ou seja, referem-se a coisas ou objetos de forma indefinida.

Pronomes indefinidos

Pronomes indefinidos se aplicam à 3ª pessoa quando têm sentido vago ou exprimem quantidade indeterminada.

Variáveis: qualquer/quaisquer, qual/quais, bastante/bastantes, um(ns)/uma(s), pouco(s)/pouca(s), nenhum(ns)/nenhuma(s), outro(s)/outra(s), todo(s)/toda(s), certo(s)/certa(s), muito(s)/muita(s), tanto(s)/tanta(s), algum(ns)/alguma(s), quanto(s)/quanta(s).

Invariáveis: alguém, ninguém, quem, algo, tudo, nada, cada, mais, menos, demais, outrem.

Pronomes interrogativos

Os pronomes interrogativos são pronomes indefinidos que se empregam em perguntas, sejam elas diretas ou indiretas. São eles: que, quem, qual, quais, quanto, quanta, quantos, quantas.

Pronomes relativos

Os pronomes relativos se referem a um termo anterior chamado antecedente: qual, o qual (a qual, os quais, as quais), cujo (cuja, cujos,cujas), que, quanto (quanta, quantos, quantas), onde.

Pronomes de tratamento

A estes pronomes de tratamento pertencem as formas de reverência que consistem em nos dirigirmos às pessoas pelos seus atributos ou qualidades que ocupam. Entre eles, Vossa Alteza (para príncipes, duques), Vossa Eminência (para cardeais), Vossa Excelência (para altas patentes militares, ministros, Presidente da República, pessoas de alta categoria,bispos e arcebispos), Vossa Magnificência (para reitores de universidade), Vossa Majestade (para reis, imperadores), Vossa Senhoria (para oficiais até coronel, funcionários graduados, pessoas de cerimônia).

FONTES: Moderna Gramática Portuguesa, de Evanildo Bechara, e Jairo Beraldo, no Brasil Escola.

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso PASSEI! do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

 

Continua após a publicidade

Publicidade