Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

15 filmes para ver antes do Enem

Filmes para você se divertir e, de quebra, ter algumas horas extras de aprendizado

Por da redação Atualizado em 29 dez 2020, 17h41 - Publicado em 4 nov 2020, 17h40

O Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 está chegando. Nessa reta final, é importante continuar se preparando para não ser pego de surpresa com o conteúdo que vai cair na prova. Selecionamos algumas dicas de filmes para você se divertir e, de quebra, ter algumas horas extras de aprendizado. Confira

 

DICAS DE FILMES PARA REPERTÓRIO NO ENEM

 

1 – Contágio (2011). Dirigido por Steven Soderbergh

Para entender os processos que envolvem uma pandemia. O filme mostra como um vírus teve origem em um morcego que sai da China e se espalha pelo mundo obrigando a população a ficar em casa. Parece familiar, né? Mas trata-se de uma ficção.

Disponível no Google Play e YouTube

2 – Borat, o Filme Seguinte (2020). Dirigido por Jason Woliner

Para estudar eleições americana, pandemia e misoginia. O filme é a continuação das aventuras do repórter cazaque fictício Borat (Sasha Baron Cohen) que desta vez oferece a própria filha Tutar como noiva ao vice-presidente Mike Pence. O humor ácido e provocativo de Borat não é de fácil digestão, mas por meio desta comédia é possível refletir sobre rumos recentes dos Estados Unidos.

Disponível na Amazon Vídeo

3 – Medianeras: Buenos Aires da Era do Amor Virtual (2011). Dirigido por Gustavo Taretto

Para entender o contexto sobre as novas formas de trabalho e convivência. O filme argentino é uma comédia romântica que conta a história de Martín e Mariana, dois trabalhadores freelancers. Ele é webdesigner e Mariana é estilista. A obra é anterior a quarentena provocada pela pandemia, mas é curioso notar a solidão do home office.

Disponível na Globo Play e na Apple TV

4 – AmarElo – É Tudo Pra Ontem (2019). Dirigido por Fred Ouro Preto

O rapper Emicida usa os bastidores do show no Theatro Municipal de São Paulo para resgatar a história da cultura e dos movimentos negros no Brasil. Leia aqui 10 motivos para assistir o documentário

Disponível na Netflix

5 – Tropa de Elite 2 – O inimigo agora é outro (2010). Direção: José Padilha

Para estudar violência urbana. A sequência de Tropa de Elite, mostra um Capitão Nascimento dez anos mais velho. No filme, o personagem de Wagner Moura deixa o Batalhão de Operações Policias Especiais (Bope) e passa a ser Secretário de Inteligência. Em sua nova função, Nascimento faz o Bope crescer e acaba com o tráfico de drogas nas favelas do Rio de Janeiro, mas não percebe o crescimento de outro grande problema, as milícias, comandadas por policiais e políticos corruptos.

Disponível no Telecine  e no Google Play

 

6 – Adeus Lênin (2003). Direção Wolfganger Becker

Para estudar Guerra Fria e queda do Muro de Berlim. Pouco antes da queda do Muro de Berlin, em 1989, a comunista devota, Christine Keller, entra em coma. Ela desperta meses depois, em meados de 1990, quando o país já vive a realidade do capitalismo. Preocupado que o estado de saúde de sua mãe piore, ao descobrir a nova situação política da Alemanha, Alexander elabora um plano para que a mulher acredite que tudo continua como antes. O filme mostra as mudanças que o país enfrentou com o fim do regime comunista da Alemanha Oriental e a reunificação da Alemanha.

Disponível na Claro Play

 

7 – O Grande Desafio (2007). Direção Denzel Washington

Para estudar a história do combate ao racismo. Baseado em fatos reais, o filme conta a jornada do professor Melvin Tolson, que usando de seus métodos pouco convencionais, sua visão política e o poder das suas palavras, motiva um grupo de alunos negros, da faculdade Wiley College, do Texas, a participar de um campeonato de debates na Universidade de Harvard. A trama se passa em 1935. Nessa época, os debates universitários eram institucionalizados e bastante concorridos. Além de mostrar o desenvolvimento da argumentação usada em debates, o filme é interessante por apresentar a existência de uma faculdade apenas de negros, em um momento da história dos EUA em que as políticas racistas prevaleciam no país.

Disponível no YouTube

 

8 – Território Restrito (2009). Direção Wayne Kramer 

Para estudar imigração ilegal nos Estados Unidos. Protagonizado por Harrison Ford, Ray Liotta, Asheley Judd e a brasileira Alice Braga, Território Restrito conta as histórias de pessoas de diferentes nacionalidades que tentam entrar no país para conseguir um futuro melhor. O longa também denuncia o comportamento xenófobo e preconceituoso que eclodiu após os atentados de 11 de setembro de 2001, exemplificado pela reação de uma classe de ensino médio contra um colega islâmica.

Continua após a publicidade

Disponível na Prime Vídeo

 

9 – O Último Rei da Escócia (2006). Direção Kevin Macdonald

Para estudar a África do século 20. Após se formar em medicina, o escocês Nicholas Carrigan decide aventurar-se pelo mundo e acaba indo para Uganda, na região central da África. São os anos 1970, e o país encontra-se mergulhado na ditadura de Idi Amin Dada. No país, o jovem escocês passa uma temporada trabalhando no interior do país, até ganhar a confiança do ditador. A partir daí, Nicholas passa a morar de forma luxuosa, mas aos poucos conhece a verdadeira face de Amin. O ditador tomou o poder em 1971, com um golpe de Estado. Permaneceu por oito anos no governo, sendo responsável pela morte de mais de 300 mil pessoas. O filme dá uma visão realista de Uganda de três décadas atrás.

Disponível no Telecine

  • 10 – Bem-Vindo (2009). Direção Philippe Lioret

    Para estudar imigração. Bilau é um jovem iraquiano que quer ir à Inglaterra para reencontrar a namorada. O garoto tenta entrar ilegalmente no país, dentro de um caminhão de carga. Mas, acaba sendo pego na França, onde consegue exílio político. No país, Bilau faz aulas de natação, na esperança de conseguir entrar na Inglaterra pelo mar, atravessando a nado o Canal da Mancha. A partir da história desse valente garota, o filme mostra a realidade de milhões de imigrantes ilegais que saem do país à procura de melhores condições de vida.

    No momento não se encontra disponível nas plataformas de streaming.

     

    11 – Invictus (2009). Direção Clint Eastwood

    Para estudar o apartheid. O filme narra de forma romanceada um episódio do governo de Nelson Mandela, que tornou-se presidente dois anos depois do fim da política do apartheid, em 1994. Para criar um sentimento de nação em um país dividido socialmente, Mandela vê uma chance no Campeonato Mundial de Rugby, esporte popular só entre os brancos. Com o apoio do capitão do time, François Pienaar, a ação consegue unir boa parte da população em torno da torcida pelo time, superando barreiras sociais.

    Disponível no Locke, Google Play e Apple TV

     

    12 – Guerra ao Terror (2008). Direção Kathryn Bigelow

    Para estudar terrorismo e política global. O longa mostra a tensa rotina de um esquadrão antibombas do Exército dos Estados Unidos no Iraque, ocupado por tropas norte-americanas desde 2003. Os soldados vivem em contagem regressiva para casa. Entre o deserto e as ruas das cidades iraquianas cheias de escombros de guerra, o grupo depara com a iminência da morte diariamente, como alvo de ataques de insurgentes contra as forças de ocupação.

    Disponível na Prime Vídeo

     

    13 – Lemon Tree (2007). Direção Eran Riklis

    Para estudar conflitos do Oriente Médio. Uma plantação de limões é o pano de fundo para abordar a questão da difícil convivência entre palestinos e judeus. Ambientado na fronteira da Cisjordânia com Israel, Lemon Tree conta a história de uma viúva palestina que vê sua vida ameaçada com a chegada de seu novo vizinho, o ministro da defesa de Israel.

    No momento não se encontra disponível nas plataformas de streaming

     

    14 – A Última Hora (2007). Direção Nadia Conners

    Para estudar as consequência das destruição do meio ambiente. O documentário, produzido e narrado por Leonardo Dicaprio, mostra como o planeta está chegando na sua última hora. Mais de 50 personalidades entre cientistas, pensadores e líderes políticos, como o ex-presidente soviético Mikhail Gorbachev e o cientista Stephen Hawking, explicam como chegamos a um ponto crítico de destruição do meio ambiente. Mas, em tom de esperança, o ator e seus entrevistados fazem recomendações que podem ajudar o planeta a se recuperar, como o uso de fontes renováveis e a diminuição do consumo.

    Disponível no site do filme

     

    15 – Vlado – 30 anos depois (2007). Direção Nadia Conners e Leila Conners Petersen

    Para estudar a ditadura militar no Brasil. Em 25 de outubro de 1975, o jornalista Vladimir Herzog foi prestar depoimento nas dependências do Doi-Codi (órgão de repressão da ditadura militar) sobre suas relações com o Partido Comunista Brasileiro (PCB), e nunca mais saiu de lá. Pelo menos não vivo. A história de Vlado, como era conhecido, e do que se passou daquele dia é contada nesse documentário. Entre os depoimentos de amigos e parentes, estão os testemunho dos jornalistas Paulo Markun, Rodolfo Konder e George Duque Estrada, que estiveram no Doi-Codi no mesmo dia.

    Disponível no YouTube

     

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro, que é recordista em aprovações na Medicina da USP Pinheiros.

    Continua após a publicidade
    Publicidade