Assine com até 65% de desconto

Enem 2018: saiba como funciona a Declaração de Comparecimento

Documento deve ser impresso e o candidato deverá entregar para o fiscal da sala assinar

Por da redação Atualizado em 3 nov 2018, 14h14 - Publicado em 3 nov 2018, 13h29

Não ir ao trabalho para prestar exames de vestibular é considerado, pela CLT (Consolidação das Leis do Trabalho), uma falta justificada, que não deve ser descontada do salário – desde que a pessoa apresente um comprovante ao setor de recursos humanos da empresa. Para isso, existe a Declaração de Comparecimento do  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2018.

Como o Enem tem sido usado como vestibular em muitas instituições, em tese ele se enquadraria nisso. De qualquer forma, não deixe de conversar com seu chefe antes.

O Inep disponibilizará para impressão, na Página do Participante, a Declaração de Comparecimento, mediante informação de CPF e senha.

O participante que tiver interesse deverá apresentar a declaração impressa, em cada dia de aplicação, ao Coordenador de Local, para preenchimento e confirmação de sua presença no Exame.

Atenção! O comprovante não será mais disponibilizado no local de prova como nas edições anteriores.

Provas

Segundo o Inep, a expectativa é que cerca de 5,5 milhões de estudantes participem das provas, que serão aplicadas em 1.725 municípios brasileiros.

Continua após a publicidade

Enem, que completa 20 anos em 2018, acontecerá em dois domingos seguidos: nos dias 4 e 11 de novembro. O gabarito oficial sai em 14 de novembro.

A distribuição das provas não mudou: no primeiro domingo, dia 4, serão aplicadas as provas de Linguagens, Ciências Humanas e Redação, com 5h30 de duração; já no segundo domingo, dia 11, será a vez das provas de Matemática e Ciências da Natureza, com 5h de duração, 30 minutos a mais do que no ano passado.

O resultado individual será publicado em janeiro de 2019.

Cobertura especial GE

O GUIA DO ESTUDANTE, em parceria com o Anglo Vestibulares, fará uma cobertura especial nos dois dias de prova: reportagens e correção exclusiva ao vivo. Fique atento ao site e à página do FacebookTwitter e Instagram!

Horário de Verão

Na última semana, o governo federal voltou atrás de sua decisão e não vai mais adiar o Horário de Verão por causa do Enem. Portanto, as mudanças no relógio vão acontecer no primeiro dia de provas.

Às 0h do dia 4 de novembro os relógios terão de ser adiantados em uma hora nas regiões Centro-Oeste, Sudeste e Sul. Como o horário adotado pela organização do Enem é o de Brasília, os portões dos locais do exame serão fechados nos seguintes horários locais:

  • 10h – Acre
  • 11h – Amazonas, Rondônia e Roraima
  • 12h – estados do Nordeste e Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Pará, Tocantins e Amapá
  • 13h – estados do Sul, Sudeste e Goiás e Distrito Federal
  • Continua após a publicidade
    Publicidade