logo-ge

Segundo dia do Enem 2017 tem 32% de abstenção e 580 eliminados

Exame tem o maior índice de abstenção desde 2009

O segundo dia de prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2017, ocorrido neste domingo (12), teve 32% de abstenção – foram 2,1 milhões de candidatos ausentes, com 6,7 milhões de inscrições confirmadas.Esse é o maior índice de abstenção desde 2009, quando foram registradas 37,7% de ausência.

No total, 580 pessoas foram eliminadas no segundo dia, sendo que 578 foram por descumprimento das regras gerais do edital e duas por recusa da coleta do dado biométrico. No primeiro dia, foram 273 eliminações, somando 853 no total. Em 2016, o exame teve 3.942 eliminações ao final do primeiro dia e 4.780 no segundo.

A prova

No primeiro domingo, 5 de novembro, os candidatos responderam a 45 questões de ciências humanas, 45 de linguagens e códigos e a prova de redação. Hoje, foi a vez da prova de ciências da natureza e matemática.

O gabarito completo oficial será divulgado no dia 16 de novembro. Já o boletim de desempenho, com o cálculo da nota TRI, será disponibilizado em 19 de janeiro de 2018 – mas os candidatos podem usar o simulador TRI do Guia do Estudante em parceria com a Evolucional.

Segunda aplicação

Nos dias 12 e 13 de dezembro, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) fará a segunda aplicação anual do Enem 2017 para alunos que foram prejudicados na primeira aplicação e para as pessoas privadas de liberdade (PPL). De acordo com o instituto, um total de 3.581 alunos vão refazer as provas em dezembro por problemas na aplicação regular, como por exemplo em locais de prova em que houve corte no abastecimento de energia.