Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

10 metas (realistas!) para estudantes em 2024

Que tal encarar o novo ano como uma oportunidade para se tornar um estudante melhor? Listamos metas muito possíveis de serem alcançadas

Por Luccas Diaz
29 dez 2023, 14h01

O início de um novo ano é sempre uma oportunidade para encarar desafios e buscar ser melhor. O GUIA DO ESTUDANTE listou 10 metas que todo estudante pode tentar aplicar neste novo ciclo, mas com o cuidado de selecionar objetivos que sejam realistas, possíveis de serem alcançados. Alguns até são mais ousados que outros, mas todos pedem parcimônia e flexibilidade.

Feliz Ano Novo!

+ Como se escreve: réveillon, reveillon ou reveiom?

1 – Ler um livro por mês

Veja bem: a gente sabe que hoje em dia a dificuldade para ler está maior do que nunca, com tantas distrações – e que provavelmente a promessa de ler mais figura na sua lista de metas todo ano. Mas chegou a hora de arregaçar as mangas e levá-la a sério. Um mês tem cerca de 720 horas. A estimativa é que um brasileiro passe, em média, 5,4 horas em seu celular diariamente. Em um mês, essas horas de tela se transformam em 162. Que tal sacrificar algumas delas para ler um livro?

Ao substituir uma hora das 5,4 que passamos em nossos smartphones todos os dias, acumulamos 30 ao longo do mês. É mais do que o suficiente para ler um livro. Na verdade, nem é necessário começar já lendo uma hora por dia: pequenas metas, como 10 páginas diárias, já são o suficiente para instalar o hábito.

Dica para os vestibulandos: se você pretende prestar algum vestibular que cobre uma lista de obras obrigatórias, essa dica é mais valiosa ainda. Na Fuvest, o vestibular da USP (Universidade de São Paulo), por exemplo, são cobrados nove livros. Ao ler um livro da lista por mês, você chega no primeiro dia de outubro com todas as leituras finalizadas. Parece bom, não?

Continua após a publicidade

+ Descubra como criar o hábito da leitura e não desistir dos seus livros

2 – Planejar o dia seguinte na noite anterior

Sabe aquela sensação de piloto automático? Ou de ser engolido pelas tarefas do dia, sem ter tempo para respirar ou pensar direito? Isso se chama falta de planejamento. Quando organizamos e planejamos o nosso dia, tomamos o controle das nossas tarefas e atividades – nos tornando consciente delas.

Antes de dormir, pegue sua agenda, ou aplicativo de organização, e planeje seu dia seguinte. Os detalhes variam de acordo com cada um, mas o importante é inserir todas as tarefas que precisam ser feitas naquele dia.

É simples, é prático, e faz efeito. Pode acreditar!

+ 13 dicas para montar um plano de estudos perfeito para os vestibulares

Continua após a publicidade

3 – Priorizar as horas de sono

A higiene do sono, em linhas gerais, diz respeito à forma como lidamos com os nossos hábitos relacionados ao ato de dormir. Se você é daqueles que fica até tarde no celular e acorda cedo no dia seguinte, chegou o momento de levar o sono a sério. Uma boa higiene do sono implica em alguns hábitos simples, como dormir em um ambiente escuro e evitar ingerir cafeína depois das 16h, mas o mais importante deles é ter, pelo menos, 8 horas de sono diárias.

O que isso quer dizer? Que precisamos pensar mais nos nossos “eu do futuro”: quando ficamos no celular até tarde da noite, ou vendo um filme ou uma série que seja, estamos prejudicando o nosso eu do dia seguinte, que vai acordar com menos horas de descanso e vai ter um dia menos proveitoso.

Cuidar do sono é cuidar não só do seu eu presente, que está cansado e merece descanso, mas do seu eu futuro que precisa dessas horas para funcionar bem no próximo dia.

+ 10 dicas para dormir melhor e memorizar o que estuda

4 – Limitar distrações ao longo do dia

Essa meta dói na alma! Eu, você e basicamente o planeta todo está viciado em seu smartphone. Passamos todos os dias com estes objetos em mãos. Mas, calma, esta meta não é uma lição de moral sobre usar menos nossos celulares. A questão é que o celular é o principal exemplo de distração que precisamos limitar em nosso dia a dia.

Continua após a publicidade

Abrimos o Instagram ou o TikTok no segundo que achamos uma tarefa entediante ou que não queremos fazer – por ser chata ou difícil. Ter, a poucos centímetros de distância, um objeto que foi projetado para captar nossa atenção a todo custo é, no mínimo, desafiante para conseguir realizar qualquer tarefa. A meta para o novo ano é limitar essas distrações e treinar o cérebro a ter mais autocontrole.

O mais fácil seria simplesmente dar um tempo das redes, mas não precisamos ser extremistas. Aplicar limites de uso no próprio smartphone ou esconder os aplicativos mais viciantes em pastas distantes são táticas que já ajudam a controlar o “vício”.

+ “É possível um futuro off-line?”: o tema da redação da Unesp 2024

5 – Desenvolver um hobby semanal

Aqui podemos ser brandos: um hobby pode ser tanto um esporte, uma atividade de lazer ou uma simples prática relaxante. A principal característica é que um hobby não envolve obrigatoriamente prazos, cobranças ou uma fonte de renda. Isto é, são atividades que fazemos regularmente com o puro intuito de nos divertirmos ou relaxarmos.

Que tal aprender a costurar? Ou jogar tênis de praia? Ou ainda, descobrir todos os sebos da sua cidade? Para o novo ano, sugerimos escolher um hobby (você pode testar alguns antes de bater o martelo) e desenvolvê-lo ao longo do ano semanalmente – preferencialmente, off-line.

Continua após a publicidade

+ Quer ser mais produtivo? Arranje um hobby!

6 – Incorporar atividade física na rotina

Tudo bem, esta é mais uma meta clássica das listas de fim de ano. A nossa proposta aqui não é impor uma rotina super fitness, mas, sim, fazer um convite a pensar nas atividades físicas como uma parte da rotina. Que tal olhar para elas como atividades necessárias, tais quais escovar os dentes ou tomar banho?

Afinal, o corpo é uma máquina, que (felizmente ou infelizmente) pode enferrujar.

Por mais que pareça um luxo ou uma coisa fútil para alguns, se exercitar frequentemente é um dos mandamentos para uma vida funcional. Ninguém precisa se tornar um frequentador assíduo da academia do dia para a noite, mas que tal começar com treinos de 30 minutos algumas vezes na semana? É garantido que o hábito trará benefícios para todos os aspectos da sua vida – incluindo os estudos.

+ Exercícios físicos ajudam a relaxar e se concentrar para o vestibular

Busca de Cursos

Continua após a publicidade

7 – Organizar desktops e mesas diariamente

Mesa de estudos desorganizada, cheia de objetos fora do lugar
Nada de mesas desorganizadas no novo ano! (Freepik/Reprodução)

Mesa limpa, cabeça limpa. É simples assim! Ter um ambiente de estudos ou trabalho que seja limpo e organizado é uma das táticas para ajudar o cérebro a se concentrar no que precisa ser feito. Assim como a dica do planejamento, este é outro hábito que pode ser realizado pouco antes de dormir.

Além de poupar tempo da manhã seguinte, ir dormir com a mesa organizada contribui com a atmosfera de dia concluído – assim como o início de um novo ao acordar. A sensação de controle e ordem reduz o estresse e promove uma áurea mais propícia ao aprendizado e produtividade. A mesma regra se aplica ao desktop do computador: evite deixá-lo lotado de arquivos e informações descartáveis. Procure fazer uma limpeza diária, colocando arquivos em suas devidas pastas e deletando aquilo que não é mais necessário. 

+ 6 itens para montar a mesa de estudos perfeita

8 – Aprender uma nova habilidade ao longo do ano

Esta meta entra no mesmo grupo da do desenvolvimento de um hobby semanal. Pode, inclusive, ser o mesmo hábito! Todo começo de ano é uma nova chance de introduzirmos um desafio em nossas vidas. E que tal esse desafio ser o aprendizado de uma nova habilidade? Aprender mandarim? Começar a programar? Interpretar cartas de tarô? Você quem manda!

Na mesma lógica do hobby, escolha uma habilidade e a desenvolva semanalmente durante todo o ano. Sem pressão ou medo de errar! O segredo é ter compromisso, mas não se cobrar excessivamente. Pode ser uma habilidade que te traga benefícios profissionais ou não. Você pode realizá-la em um curso presencial, online ou até mesmo de forma autodidata.

E lembre-se: antes feito, do que perfeito.

+ 8 dicas para desenvolver uma nova habilidade

9 – Ver um filme por semana

Para os cinéfilos, esta meta vai ser fichinha! Mas a verdade é que, quanto mais velho ficamos, menos tempo temos para fazer coisas que gostamos. As responsabilidades e correria do dia a dia tomam a maior parte do nosso tempo, e nos “esquecemos” de fazer atividades que apreciamos. Por isso, sugerimos aqui a meta de assistir a um filme por semana. A dica é ainda mais valiosa para os vestibulandos, que podem ampliar seu repertório para a escrita da redação.

Aqui no GUIA DO ESTUDANTE, já mostramos textos de estudantes que obtiveram nota 1000 na redação do Enem citando filmes populares, como “Encanto e Coringa.

A dica para levar a meta adiante é selecionar no início do mês quatro filmes que você sempre quis ver – para evitar a famosa fadiga de ficar escolhendo no catálogo qual filme colocar. Para quem não abre mão de uma sala de cinema, há clubes de assinatura nas principais redes de cinema, que incluem uma quantidade determinada de ingressos por uma mensalidade fixa.

+ 11 filmes para exercitar o seu cérebro

10 – Não “roubar” horas

Levante a mão quem é um ladrãozinho de horas! Roubar horas seria o ato de deixar de fazer alguma tarefa em nome, ou não, de outra. Como assim? É simples. Você separou 3 horas para estudar no fim do dia, mas, com preguiça, preferiu pegar uma dessas três horas para tirar uma soneca. Ou, se empolgou no TikTok e passou duas horas seguidas por lá. Ou ainda, decidiu adiantar umas compras online e ficou três horas navegando por sites de compras.

As três horas iniciais que você separou para os estudos se foram. É impossível resgatá-las. Você acabou roubando-as para fazer outras atividades, que poderiam ser feitas em outro momento. Para além da mera procrastinação, a mensagem principal aqui é que, neste novo ano, precisamos nos comprometer às tarefas que nos delegamos.

Vivemos reclamando que não temos tempo para nada, ou que estamos sempre atrasados, mas se nos comprometêssemos fielmente aos momentos que separamos para realizar as tarefas, talvez esses sentimentos não seriam tão frequentes. Se você separou três horas para estudar, se concentre, foque e estude. As outras coisas serão feitas em outros momentos.

Entre no canal do GUIA no WhatsApp e receba conteúdos de estudo, redação e atualidades no seu celular!

Compartilhe essa matéria via:

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso GUIA DO ESTUDANTE ENEM e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Publicidade
10 metas (realistas!) para estudantes em 2024
Estudo
10 metas (realistas!) para estudantes em 2024
Que tal encarar o novo ano como uma oportunidade para se tornar um estudante melhor? Listamos metas muito possíveis de serem alcançadas

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.