logo-ge

5 documentários sobre racismo para você assistir

As obras ajudam a entender a origem do problema e suas consequências na nossa sociedade

A importância do debate sobre problemas sociais é fundamental. É preciso analisar, criticar e efetivamente enxergar a questão para que algo seja feito. E quando falamos de minorias, o fato de muitos relutarem contra a ideia de que esses grupos sofrem preconceitos e enfrentam dificuldades para se estabelecerem na sociedade torna a exposição dessas temáticas ainda mais crucial.

Pensando nisso, no mês da consciência negra, separamos cinco documentários que mostram o impacto do racismo em diversas esferas:

A História do Racismo (2007)

Dividido em três partes, o documentário apresenta a história do racismo e suas consequências no mundo. Os episódios A Cor do Dinheiro, Impactos Fatais e Um Legado Selvagem são independentes e cada um tem uma hora de duração. 

O objetivo aqui foi mostrar como a humanidade em diversos momentos usou e ainda usa a ideia de que existem raças superiores e inferiores como justificativa para permitir preconceitos e atrocidades. Produzido e realizado pela BBC, a obra aborda momentos históricos, o legado do escravismo ao longo dos séculos e como a crença dessa suposta inferioridade também serviu como forma de dominação e manipulação.

Disponível aqui

Menino 23 – Infâncias Perdidas no Brasil (2016)

 (Divulgação/Divulgação)

O historiador Sydney Aguilar descobre centenas de tijolos marcados com suásticas nazistas em uma fazenda no interior de São Paulo e passa a investigar o que teria acontecido ali. Nos anos 1930, por causa de ideias relacionadas ao pensamento eugenista e de “pureza de raça”, 50 meninos negros órfãos foram levados à fazenda. 

Lá, eles enfrentaram dez anos isolados do resto do mundo e sendo escravizados. Um dos sobreviventes, Aloísio Silva, relata o que aconteceu na época e explica que eles foram privados até de ter um nome – o que o levou a se tornar o “menino 23”. 

Confira o trailer aqui.

Olhos azuis (1968)

São mais de 50 anos desde sua divulgação, mas o documentário não perdeu sua relação com a atualidade. Em Olhos Azuis é possível acompanhar um experimento feito pela socióloga americana Jane Elliot. Cerca de 30 pessoas, entre professores, policiais e assistentes sociais, participaram de uma sessão de duas horas e meia na qual as pessoas de olhos azuis são separadas das demais e hostilizadas. Elas passam a sofrer discriminações e escutam ofensas. A ideia foi tentar simular o tratamento que negros enfrentam diariamente. 

Disponível aqui

A 13º Emenda (2016)

 (Netflix/Divulgação)

A 13ª emenda da Constituição americana aboliu oficialmente a escravidão no país e até hoje garante a proibição da prática, assim como trabalhos forçados, exceto como punição para um crime. Em outras palavras, todos estão livres desse tipo de prática, menos os condenados, possibilitando que essa população perca seus direitos básicos. Essa brecha na lei permitiu que diversas atrocidades fossem cometidas.

A emenda dá título a um documentário produzido pela Netflix. Nele, Ava Duvernay, a mesma diretora de Olhos que Condenam, busca mostrar a relação entre o sistema penitenciário e a cultura racista, fruto do período da escravidão, que permeia a sociedade dos Estados Unidos.

O documentário, repleto de informações e dados relevantes para se entender o contexto que levou à prisão em massa e à associação dos negros a criminosos, é respaldado por diversas pesquisas apuradas durante dois anos. As entrevistas com figuras de vários lados da história apresentam perspectivas jurídicas, dados históricos, relatos pessoais e opiniões de forma enriquecedora. 

Disponível aqui.

Você Faz a Diferença (2005)

O documentário coloca em pauta o racismo e o preconceito presentes no Brasil. A direção é de Miriam Chnaiderman. Baseada na relevância e nos impactos de se discutir essas questões, a obra apresenta depoimentos de alunos, professores e outras pessoas, com diferentes pontos de vistas, que já sofreram com humilhações ou foram coagidas de alguma forma por causa de suas etnias ou condições socioeconômicas.

Disponível aqui