Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Festa junina: a tradição pagã que virou celebração de três santos católicos

Você sabia que uma das celebrações mais populares do Brasil tem origem nas celebrações do solstício de verão europeu?

Por Redação
24 jun 2024, 10h00

Bolo de milho, quentão, canjica, pé de moleque, maçã do amor, jogo da argola, pescaria e bingo. Já dá para saber do que estamos falando, não é? Hoje (24) é celebrado o Dia de São João e, em homenagem à data, o GUIA DO ESTUDANTE reuniu algumas curiosidades sobre a origem da festa junina.

Confira abaixo!

Início das festividades

A origem das festas juninas vem das tradições pagãs de celebrar o solstício de verão no hemisfério norte, momento de transição entre primavera e verão, que ocorre por volta do dia 21 de junho. Na época, comemorava-se a fertilidade da terra e as boas colheitas que aconteciam durante esse período entre as estações. 

+ Como se formam as quatro estações

Quando o cristianismo começou a se consolidar e crescer na Europa, as comemorações foram incorporadas ao calendário festivo do catolicismo e passaram a se chamar “joaninas” em homenagem a São João Batista, que havia nascido no dia 24 de junho.  

Continua após a publicidade

No início essa era a única data comemorada, mas, com o tempo, outros santos populares passaram a ser homenageados no mesmo período e foram “incorporados” às festas, como Santo Antônio e São Pedro, nos dias 13 e 29 de junho, respectivamente. Com isso, a festa teve o nome alterado para festa junina, em referência ao mês no qual ocorre, junho.

“Na Europa, os cultos à fertilidade em junho foram reproduzidos até por volta do século 10. Como a igreja não conseguia combatê-los, decidiu cristianizá-los, instituindo dias de homenagens aos três santos no mesmo mês”, contou a antropóloga Lucia Helena Rangel, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), em entrevista à revista Mundo Estranho.

+ Festa Junina ou Festa Julina?

Quem são os três santos

vitral de igreja mostra são joão batista batizando jesus
São João Batista é, segundo a Bíblia, quem batizou Jesus Cristo (Canva/Reprodução)

Como tudo começou como uma festividade religiosa e cultural para homenagear santos, é importante entender a importância de cada um para a Igreja.

São João Batista, conhecido como o “Santo Festeiro”, é considerado um dos santos mais importantes do Cristianismo. De acordo com a Bíblia, ele foi profeta que teria anunciado a chegada de Jesus Cristo e o responsável por seu batismo no rio Jordão.

Já Santo Antônio é popular por ser o “Santo Casamenteiro”. Ele recebeu esse título após ajudar uma pobre jovem italiana a conseguir o dinheiro necessário para pagar o dote e se casar. 

Por fim, São Pedro foi o fundador e primeiro Papa da Igreja Católica, além de ser um dos 12 apóstolos de Cristo. De acordo com as crenças, ele seria o guardião das chaves do céu e responsável pelas chuvas, além de ser conhecido como o protetor das viúvas e dos pescadores.

Continua após a publicidade

+ Sabia que a festa da Páscoa é mais antiga que Jesus e os judeus?

Chegada ao Brasil

As festas juninas eram tradições bastante populares na Península Ibérica (Portugal e Espanha) e chegaram ao Brasil por meio dos portugueses durante o período de colonização, no século 16. Na época, a celebração era diferente do que conhecemos hoje e a homenagem aos três santos juninos era marcada por procissões, missas e danças.

Com o tempo, as comemorações no Brasil receberam a influência de tradições indígenas e afro-brasileiras, e foram se misturando a traços culturais de cada região pelo país. 

A cultura indígena, por exemplo, trouxe elementos como o uso de fogueiras e rituais relacionados à agricultura e à fertilidade. Já a influência africana tem relação com as danças, músicas e instrumentos típicos.

Continua após a publicidade

Festa junina nos dias de hoje

festa junina comidas típicas
(Canva/Reprodução)

A celebração ainda é especialmente popular em países de tradição católica, como Portugal, Brasil, Espanha, França, entre outros. Aqui, essa é uma das festividades mais populares e aguardadas do calendário cultural.

As festas, no entanto, variam em diferentes regiões do país, com tradições e práticas específicas de cada localidade.

No geral, é repleta de elementos tradicionais como quadrilhas, bandeirinhas coloridas, fogueiras, balões, além de comidas e bebidas típicas, como canjica, pé de moleque, bolo de milho, pipoca, quentão, entre outros. As pessoas se vestem com trajes caipiras, como camisas e vestidos xadrezes, e chapéus de palha.

Busca de Cursos

Continua após a publicidade

As festas incluem ainda diversas brincadeiras como pescaria, argola, cadeia, bingo e o correio elegante, além de danças folclóricas e músicas tradicionais. 

É interessante observar como alguns destes elementos, de origens distintas, coincidiram e acabaram se fundindo. A fogueira, por exemplo, era presente nos rituais pagãos europeus que deram origem a essas festas, bem como nas tradições indígenas brasileiras. Curiosamente, também é justificada por um trecho da Bíblia: Santa Isabel, mãe de São João Batista, diz em certa passagem que acenderia uma fogueira para avisar o nascimento de seu filho à Maria, mãe de Jesus. Pronto, a fogueira também virou símbolo do anúncio de São João.

Entre no canal do GUIA no WhatsApp e receba conteúdos de estudo, redação e atualidades no seu celular!

Compartilhe essa matéria via:

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso GUIA DO ESTUDANTE ENEM e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Publicidade
Festa junina: a tradição pagã que virou celebração de três santos católicos
Estudo
Festa junina: a tradição pagã que virou celebração de três santos católicos
Você sabia que uma das celebrações mais populares do Brasil tem origem nas celebrações do solstício de verão europeu?

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

MELHOR
OFERTA

Plano Anual
Plano Anual

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

a partir de R$ 15,90/mês

Plano Mensal
Plano Mensal

R$ 19,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.