Assine com até 65% de desconto

O que mais cai em Física no Enem e como estudar

Energia, trabalho e potência ocupam o primeiro lugar nos temas mais recorrentes nas questões de Física

Por Juliana Morales Atualizado em 20 ago 2020, 16h26 - Publicado em 20 ago 2020, 15h57

O Sistema de Ensino Poliedro desenvolve todos os anos a Coletânea Enem, que ajuda os estudantes a entender as alterações sofridas pela prova ao longo dos anos e quais temas mais aparecem no exame. Além disso, o material apresenta conceitos e características fundamentais da disciplina. Ter acesso a essas informações pode ajudar você na hora de montar cronograma e estudar, como já falamos aqui nos tópicos que mais aparecem em Biologia

Hoje o assunto é Física, matéria amada por muitos, mas também temida por tantos. De acordo com levantamento do Poliedro, energia, trabalho e potência ocupam o primeiro lugar, como temas mais recorrentes, correspondendo a aproximadamente 9,7% das questões de Física. Acústica também é um tópico cobrado com frequência, correspondendo a cerca de 9,7% dos enunciados. Os resistores aparecem em terceiro lugar, representando 8,3% da prova.

Confira a relação completa dos tópicos habituais de Física segundo a Coletânea Enem, do Poliedro:

  • Calorimetria (6,9%)
  • Impulso, quantidade de movimento e análise dimensional (4,2%)
  • Geradores, receptores, capacitores e leis de Kirchhoff (4,2%)
  • Forças magnéticas, indução e fluxo (4,2%)
  • Refração e lentes (4,2%)
  • Instrumentos ópticos e óptica da visão (4,1%)
  • Interferência (4,0%)
  • Análise gráfica de espaço, velocidade e aceleração (2,8%)
  • Movimento circular e atrito (2,8%)
  • Equilíbrio (2,8%)
  • Termometria (2,8%)
  • Gases (2,8%)
  • Indução à óptica geométrica (2,8%)
  • Ondulatória (2,8%)
  • Movimento uniforme (1,4%)
  • Movimentos retilíneos (1,4%)
  • Cinemática vetorial (1,4%)
  • Lançamento oblíquo no vácuo (1,4%)
  • Dinâmica (1,4%)
  • Introdução à eletrodinâmica (1,4%)
  • Magnetismo e suas interações (1,4%)
  • Corrente elétrica gerada por campo magnético (1,4%)
  • Gravitação universal (1,4%)
  • Hidrostática (1,4%)
  • Mudanças de estado (1,4%)
  • Propagação de calor (1,4%)
  • Ondas periódicas (1,4%)

Como estudar Física?

O Enem é elaborado com o objetivo de medir o grau de conhecimento fundamental do aluno na disciplina e sua capacidade de relacionar os tópicos com seu dia a dia. Então, a principal recomendação é tentar entender a fundo as teorias e suas aplicações, deixando para trás o velho hábito de decorar fórmulas. A prática de exercícios, resoluções de provas anteriores e a produção de resumo das aulas vão ajudar a fixar tudo na memória de modo eficiente.

Para potencializar ainda mais o aprendizado, o aluno deve ficar atento aos erros que cometeu durante a prática dos exercícios. Fazer um diagnóstico, analisando quais os erros mais frequentes e suas motivações pode ajudar a evitá-los no dia da prova. Outra prática essencial é aprender a ler os enunciados com atenção e calma. Grifar os pontos importantes facilita o entendimento e evita erros na interpretação da questão.

Ei, já conferiu as videoaulas de Física do Curso Enem, parceria do GUIA com o Poliedro?

Mais uma dica: aproveite o isolamento social para aprofundar e revisar temas mais complexos, estudando os conceitos e preparando resumos que o ajudem no período mais próximo do exame. Também é importante não esquecer que, apesar de algumas matérias serem mais frequentes, é preciso estudar tudo o que é pedido no edital para garantir a melhor pontuação possível.

Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do curso Poliedro.

Continua após a publicidade
Publicidade