Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Vestibular: 6 dicas de preparação para a segunda fase

As provas dessa etapa têm um formato diferente da primeira e costumam exigir conhecimentos específicos de acordo com a carreira escolhida

Por Julia Di Spagna Atualizado em 1 fev 2021, 11h22 - Publicado em 1 fev 2021, 11h20

Depois de uma maratona de provas de múltipla escolha, as listas dos aprovados na primeira fase dos vestibulares começam a ser divulgadas, definindo quem irá para a segunda etapa do processo seletivo. Se você se encontra nesse grupo de aprovados é importante virar a chavinha para um novo tipo de preparação já que a segunda fase acontece em um momento em que o desgaste é grande e as habilidades exigidas são outras.

“A preparação para as segundas fases ocorre após a realização de vários vestibulares e alguns ainda estão ocorrendo, portanto, é um período em que existe grande cansaço acumulado, o que gera a necessidade do estudante poupar um pouco de energia”, afirma Alfredo Terra Neto, Orientador Educacional da Oficina do Estudante. Por isso, segundo ele, uma das diferenças de preparação está na carga horária de estudos, que deve ser um pouco menor para não esgotar sua energia física e mental, ambas cruciais para realização de uma boa segunda fase. 

Diferenças em relação às primeiras fases

Uma característica das segundas fases é exigir um conhecimento específico de acordo com a carreira escolhida. Por isso, é muito importante analisar o edital dos vestibulares e conferir quais são as disciplinas cobradas. Assim, você não perde tempo depositando seu foco em uma matéria que terá menos peso ou que nem aparecerá no seu exame. 

Além disso, uma mudança em relação às primeiras fases é o modelo de questões que devem ser treinadas, pois as provas de segunda fase exigem a elaboração de respostas dissertativas em vez de múltipla escolha. “O treino de questões escritas é mais complexo, exige bastante dedicação e organização, além de uma grande capacidade de controle do tempo”, diz Alfredo.

Vale lembrar que, excepcionalmente neste ano, a segunda fase da Unesp 2021 será realizada em apenas um dia e com questões no formato de múltipla escolha. A decisão foi tomada devido à pandemia e para diminuir o tempo de correção. Por ser uma exceção, se o estudante for prestar outras provas, a dica é não alterar a forma de preparação para as segundas fases das demais instituições.  

  • Dicas de preparação

    Como o formato é diferente, existem algumas estratégias que deixam sua preparação mais direcionada para esse tipo de prova. Separamos seis dicas especiais para te ajudar. Veja abaixo:

    1 – Matérias específicas
    Agora é a hora de estudar de maneira ainda mais estratégica. Foque nas disciplinas específicas que você irá encarar na segunda fase ou nas que têm mais peso para a sua carreira. 

    2 – Provas antigas
    Priorize a realização de questões das provas de anos anteriores da instituição em que foi aprovado para a segunda fase. Depois, analise as resoluções comentadas em sites de cursinhos e, ao verificar um erro, é importante refazer a resposta. Caso ainda sinta-se inseguro, revise o assunto relativo a tal questão. 

    3 – Controle do tempo
    Verifique qual será o tempo máximo para realização da prova e calcule uma média de minutos para cada questão. Treinar questões de segunda fase com o tempo cronometrado gera uma experiência que dará mais segurança na hora da prova.

    4 – Simule diferentes aspectos
    Pode parecer um detalhe, mas treinar resoluções de questões usando caneta em vez de lápis, como deverá ocorrer no dia do exame, evita um estranhamento extra em um momento já de muito nervosismo. 

    5 – Espaço e formato
    Responda as questões de segunda fase em uma folha de papel sem linhas, pois a maioria dos cadernos para preenchimento das respostas são assim e você poderá ir se adaptando ao formato. Além disso, confira o espaço que cada banca disponibiliza para a resolução e já treine para não excedê-lo. “Por mais simples que pareçam, esses aspectos geram grande desconforto para os estudantes na hora da prova se eles não os dominarem”, diz o orientador. 

    6 – Como se fosse a prova
    Realize, pelo menos, uma prova completa de segunda fase, seguindo exatamente as mesmas exigências do vestibular em questão: mesmo tempo de prova, mesma cor de caneta exigida e, se possível, até no mesmo horário em que será realizado o vestibular. Dessa forma, você se sentirá cada vez mais preparado e seguro para essa nova etapa.

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro, que é recordista em aprovações na Medicina da USP Pinheiros.

    Continua após a publicidade
    Publicidade