Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Quem é Renato Janine Ribeiro, novo presidente da SBPC?

Ele é filósofo, professor da USP, ex-ministro da educação e grande entusiasta da série Merlí, a quem ele dedicou um curso de 9 aulas disponíveis no YouTube

Por Giulia Gianolla Atualizado em 22 jul 2021, 22h02 - Publicado em 24 jun 2021, 21h15

Renato Janine Ribeiro foi escolhido para ser o novo presidente da Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC) pelos próximos dois anos. A eleição interna ocorreu na última terça-feira (22) e Janine teve 63% do total de votos.

As duas vagas de vice-presidência serão ocupadas pela socióloga Fernanda Sobral, professora aposentada da Universidade de Brasília, e pelo físico Paulo Artaxo, professor titular do Instituto de Física da USP.

Renato Janine Ribeiro
Renato assume a liderança da SBPC aos 71 anos. FFLCH/Divulgação

Após ter concorrido  à presidência da SBPC em 2003 e perdido uma disputa apertada para o físico Ennio Candotti, Renato finalmente assume o cargo em 2021. A SBPC é a maior entidade representativa da ciência no país com cerca de 3500 sócios e 165 entidades científicas afiliadas. Ela foi fundada em 1948 e desempenhou um papel importante contra a ditadura militar, em defesa da ciência e das eleições diretas.

Renato Janine Ribeiro é filósofo, cientista político e professor titular na Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP. Entre abril e setembro de 2015, foi ministro da Educação do governo Dilma Rousseff.

Antes disso, já havia sido diretor de Avaliação da Capes (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) de 2004 a 2008. Autor renomado, ganhou o prêmio Jabuti de Literatura em 2001, com sua obra “A Sociedade Contra o Social” (Companhia das Letras).

  • Janine é um entusiasta da série Merlí, um dos grandes sucessos da Netflix, mas que atualmente está fora do catálogo da plataforma. Filmado em Barcelona, o programa mostra a relação de um professor de filosofia e seus alunos de uma escola secundária. Cada episódio leva o nome de um filósofo, escritor ou pensador cujas ideias permeiam o roteiro e a vida concreta das personagens. Dilemas éticos, sexualidade, amizade, gravidez na adolescência, a dificuldade de crescer e se emancipar dos pais são alguns dos assuntos tratados com maestria ao longo de três temporadas. No Youtube, a Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) disponibilizou um curso completo de extensão ministrado por Renato Janine Ribeiro, Merlí e o Ensino Médio, na modalidade Ensino a distância (EaD). Veja a relação das aulas:

    Aula 1: Os peripatéticos. (“Os peripatéticos” 1ª temporada, episódio 1). O professor se apresenta: filosofar fora do lugar.
    Aula 2: O mito da caverna. (“Platão” 1ª temporada, episódio 2). Entre Platão e Nietzsche: a educação e o dilema das aparências.
    Aula 3: A educação é para a vida. (“Adam Smith” 3ª temporada, episódio 2) O que mudar na escola como existe hoje? Sexo e amor, jovens e adultos.
    Aula 4: O sentido da vida, qual seria? (“Camus” 3ª temporada, episódio 3) Por que Camus diz que a grande questão filosófica é a do suicídio?
    Aula 5: O perdão. (“Hannah Arendt” – 3ª temporada, episódio 5) Todos podem melhorar suas vidas? O amor e suas formas.
    Aula 6: O furto da prova. (“Maquiavel” 1ª temporada, episódio 3). Nas relações pessoais e no resto da vida, há justificativa para ações “erradas”?
    Aula 7: Kant é implacável com a mentira. (“Kant” 2ª temporada, episódio 4). Será que, às vezes, mentir é mais ético do que dizer a verdade?
    Aula 8: Merlí termina: os rumos que cada um toma na vida. (“Merlí Bergeron” 3ª temporada, episódio 14).
    Aula 9: Concluindo o curso: como você faria um curso de ensino médio que afete a vida dos alunos.

    Para ter acesso às aulas na íntegra, clique aqui.

    Continua após a publicidade
    Publicidade