Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Quais são os melhores cursos para quem quer ser funcionário público?

O caminho é árduo até a tão sonhada estabilidade profissional e boa remuneração. Mas há algumas graduações que facilitam a vida do concurseiro. Veja aqui

Por Victória Martins
Atualizado em 21 jun 2023, 17h23 - Publicado em 21 jun 2023, 11h30

Estabilidade, salários mais altos em comparação com o setor privado, mais benefícios do que preveem as leis trabalhistas regulares: não faltam motivos para concorrer a uma vaga em um concurso público e se tornar um servidor do Estado. A vida do concurseiro, porém, não é nada fácil. Afinal, essas pessoas dedicam muito tempo, estudo e dinheiro para conquistar a tão sonhada aprovação. Porém, quem passa em um concurso garante: todo o esforço vale a pena! 

Se você está pensando em iniciar essa jornada em busca de um cargo público, saiba que o momento é positivo – desde o início do novo governo do presidente Lula, já foi autorizada a realização de novos concursos para o preenchimento de mais de 5,8 mil vagas efetivas. Isso diz respeito apenas a nível federal. 

Mas, afinal, existem formações que podem aumentar as suas chances de aprovação? Mais ou menos. É que, ainda que boa parte dos concursos aceite a inscrição de candidatos de todos os históricos acadêmicos, algumas graduações podem permitir que o futuro concurseiro adquira com mais facilidade alguns conhecimentos frequentemente exigidos nas principais provas, como leis, finanças, gestão pública e lógica matemática. 

+ Procure estes e outros cursos na nossa Busca de Universidades!

O GUIA DO ESTUDANTE separou aqui 5 áreas de estudo que podem te ajudar a conquistar uma vaga pública. Confira:

1. Direito

Quem se forma em Direito tem a chance de concorrer a vagas específicas e que estão entre as mais bem remuneradas da gestão pública. É o caso de concursos para os cargos de Procurador e Promotor de Justiça, em órgãos como o Ministério Público Federal e os respectivos Ministérios Públicos Estaduais, as Assembléias Legislativas Estaduais e as Procuradorias Municipais – os salários iniciais podem passar dos R mil.  

Continua após a publicidade

Também precisa ter o diploma quem quer se tornar Delegado de Polícia. Além disso, o setor de segurança pública é um dos que tem maior oferta de vagas historicamente, para cargos que vão desde investigador a escrivão, perito e policial rodoviário, entre outros. Ainda que essas vagas estejam normalmente abertas a pessoas graduadas em várias disciplinas, elas tendem a exigir conhecimentos específicos em Direito Constitucional e Criminologia. 

Os Tribunais de Justiça federal e estaduais também costumam ter uma oferta grande de vagas – para concorrer ao cargo de Analista Judiciário, por exemplo, o candidato não precisa necessariamente ser formado na área jurídica, mas deve ter noções de Direito Constitucional e Administrativo. 

+ Quero cursar Direito para ser promotora ou escrevente. Qual é o caminho?

2. Economia 

Se você se dá melhor com matemática do que com leis, uma boa notícia: não é só na área jurídica que estão os bons salários da administração pública! 

Um dos setores mais bem remunerados é o fiscal e econômico – isso vale, por exemplo, para Auditores Fiscais, Analistas Tributários e Auditores de Contas, pessoas responsáveis por fiscalizar o recolhimento de impostos, a execução orçamentária e até mesmo o cumprimento de acordos e convenções trabalhistas (caso de um Auditor-Fiscal do Trabalho, um dos cargos para os quais recentemente foi autorizada a realização de concurso, com 900 novas vagas). Os salários podem superar os R mil. 

Continua após a publicidade

+ Brasileiro paga muito imposto? Entenda como funciona a tributação no país

Quem quer seguir alguma dessas carreiras pode encontrar vagas em órgãos como a Receita Federal, as Secretarias de Fazenda estaduais e municipais, o Ministério do Trabalho e Emprego e os Tribunais de Contas da União, dos estados e municípios.

As carreiras fiscais costumam estar disponíveis para pessoas com nível superior em qualquer área, porém as provas pedem do candidato conhecimentos em economia, política fiscal, contabilidade, estatística e raciocínio lógico matemático. Por isso, pessoas que procuram maior desenvoltura nestas disciplinas podem ter sucesso nos cursos de Economia ou de Ciências Contábeis

3. Engenharias

Engenheiros também podem se sair bem nos concursos para a área fiscal, uma vez que são estimulados a desenvolver seus conhecimentos em matemática na graduação. Além disso, estados, municípios e o governo federal estão sempre à procura de pessoas formadas na área, para atuarem em setores como planejamento urbano, infraestrutura, transportes, energia, tecnologia e telecomunicações. 

Para se tornar um engenheiro, as possibilidades são muitas. Se você quer trabalhar com infraestrutura e urbanismo, pode considerar a Engenharia Civil; se sua praia é o setor de energia e mecânica, pode procurar pelos cursos de Engenharia Elétrica, Engenharia de Petróleo e  Engenharia Mecatrônica. Você também pode optar pela Engenharia Química ou de Produção se está de olho em uma carreira relacionada ao desenvolvimento industrial e de materiais. 

Continua após a publicidade

Vale considerar também as Engenharias Ambiental e Agrônoma. As duas áreas têm sido valorizadas pelo governo atual e devem orientar algumas das prioridades de disponibilização de concursos públicos federais nos próximos anos. Entre as vagas já autorizadas para 2023, por exemplo, há centenas para o Ministério do Meio Ambiente e Mudança do Clima, o Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (Incra) e a Fundação Nacional dos Povos Indígenas (Funai).  

+ Conheça os 34 tipos de Engenharia que existem

4. Administração

Todas as instâncias da máquina pública demandam profissionais preparados para planejar e gerir projetos socioeconômicos, educacionais, ambientais, de saúde e segurança, acompanhar a proposição de leis, analisar políticas públicas e orientar os gastos de recursos. Por isso, o setor administrativo está entre as áreas prioritárias para quem quer se tornar um servidor público. 

As oportunidades vão desde as Câmaras Municipais e Assembléias Legislativas Estaduais até universidades e órgãos públicos, centros de pesquisa, prefeituras, secretarias de Estado e Ministérios federais. 

Além das próprias provas, que exigem noções de gestão pública, governança, finanças e empreendedorismo, o conhecimento administrativo será essencial para o dia a dia do funcionário público, que deverá saber como lidar com processos organizacionais, pessoais, planejamentos estratégicos e fluxos econômicos. 

Continua após a publicidade

Para quem quer desenvolver todas essas habilidades, o curso de Administração é o mais indicado. Nele, o aluno também aprenderá sobre comércio, direito empresarial, responsabilidade social e estatística, entre outros. Outra possibilidade é a graduação em Gestão de Políticas Públicas, que se debruça especificamente sobre temas de administração pública, economia, sociologia e direito para capacitar o estudante a perceber e resolver desafios coletivos – vale lembrar que a área de políticas sociais também é uma prioridade do governo federal. 

+ Como é o curso de Gestão Pública?

5. Educação

Nos governos estaduais e municipais, o setor da Educação está entre os que mais oferta vagas em concursos públicos. São oportunidades para professores, gestores escolares, pesquisadores e analistas de políticas educacionais, que poderão trabalhar em escolas estaduais e municipais, universidades e secretarias de educação. 

Quem quer seguir carreira na área pode procurar o curso de Pedagogia, que passa por conceitos de didática, sociologia, história da educação, psicologia, desenvolvimento infantil, direitos humanos, métodos de aprendizagem e práticas educativas inovadoras para preparar o futuro profissional para atuar na Educação Infantil e Básica. 

Também são indicadas todas as licenciaturas, como História, Biologia, Matemática, Química, Física, Geografia, Filosofia e Ciências Sociais. Quem se forma em Letras, por exemplo, pode optar por se especializar em Português, em línguas estrangeiras como Inglês e Espanhol e também na Língua Brasileira de Sinais (LIBRAS)

Busca de Cursos

Continua após a publicidade

Já para quem quer ser docente universitário, vale qualquer formação – basta seguir a carreira acadêmica, concluindo mestrados e doutorados.  

Fonte consultada:

Victor Tanaka, especialista em concursos públicos do Estratégia Concursos

 

Compartilhe essa matéria via:

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso GUIA DO ESTUDANTE ENEM e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Publicidade
Quais são os melhores cursos para quem quer ser funcionário público?
Mundo do Trabalho
Quais são os melhores cursos para quem quer ser funcionário público?
O caminho é árduo até a tão sonhada estabilidade profissional e boa remuneração. Mas há algumas graduações que facilitam a vida do concurseiro. Veja aqui

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

DIGITAL
DIGITAL

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

A partir de R$ 9,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.