logo-ge

Pandemia: Unicamp terá 1ª fase com menos questões, dividida em dois dias

As questões da prova serão reduzidas de 90 para 72 e o tempo máximo para a realização passará de cinco para quatro horas

A Comvest anunciou nesta sexta-feira mudanças na primeira fase do vestibular 2021, por causa da pandemia. As questões da prova serão reduzidas de 90 para 72 e o tempo máximo para sua realização passará de cinco para quatro horas. Outra novidade é que a primeira etapa será realizada em dois dias diferentes, de acordo com a área do curso escolhido pelos candidatos, para evitar aglomeração nas escolas onde as provas serão aplicadas.

Dessa forma, os candidatos dos cursos de Ciências Humanas, Artes, Exatas e Tecnológicas farão a prova no mesmo dia, no sábado. Quem estiver prestando para a área de Ciências Biológicas e Saúde realizará a prova no domingo. As datas ainda não estão definidas, já que a Unicamp precisa conciliar com as novas datas do Enem e das outras universidades públicas. Mas, ao que tudo indica, de acordo com a Comvest, a primeira fase deve ser aplicada em dois dias do mês de janeiro de 2021 e as provas da segunda fase seriam realizadas em dois dias no mês de fevereiro.

Características da nova prova

A Comvest afirmou que apesar de questões diferentes, as provas dos dois dias da primeira fase terão as mesmas características e distribuição por disciplinas. Para cada dia de aplicação haverá uma prova única para todos os candidatos das áreas daquela data (Ciências Exatas/Tecnológicas e Ciências Humanas/Artes, no sábado, e Ciências Biológicas/Saúde, no domingo).

A primeira fase será constituída de uma única prova de Conhecimentos Gerais composta por 72 questões objetivas sobre as áreas do conhecimento desenvolvidas no ensino médio. As questões serão as seguintes: 12 questões de Língua Portuguesa e Literatura; 12 questões de Matemática; e oito questões de cada disciplina: Biologia, Física, Geografia/Sociologia, História/Filosofia, Inglês e Química.

Mudanças anteriores

No dia 27 de abril, a Comvest, responsável pelo vestibular da Unicamp, mudou o período de solicitação da isenção na taxa de inscrição do vestibular 2021, que inicialmente seria entre os dias 4 e 22 de maio. O novo prazo é de 22 de junho a 8 de julho. A lista dos estudantes contemplados com a isenção será divulgada dia 27 de julho. A medida foi feita com o objetivo de não prejudicar os estudantes das escolas públicas, que podem ter dificuldade para conseguir os documentos necessários junto às escolas, já que as aulas presenciais estão suspensas.

Por conta da pandemia também, no começo de maio, a Comvest decidiu reduzir o número de obras de leitura obrigatória para o Vestibular Unicamp 2021. A lista, que inicialmente incluía 12 obras, será reduzida para sete. Ficam excluídas as obras: A Teus Pés, O Seminário dos Ratos, História do Cerco de Lisboa, Quarto de Despejo e A Cabra Vadia. A decisão leva em consideração a dificuldade de acesso a bibliotecas durante a crise mundial de saúde que enfrentamos.

Lembrando que as inscrições para o Vestibular Unicamp 2021 serão realizadas entre 31 de julho e 8 de setembro, pela página da Comvest, como previsto no calendário inicial.