logo-ge

Unicamp libera edital do vestibular indígena 2020

O número de vagas cresceu e a universidade oferece sete novos cursos

A Comvest, responsável pelo processo seletivo da Unicamp, divulgou o edital do vestibular indígena 2020. Essa é a segunda edição da modalidade, que ano passado foi responsável pela entrada de 68 indígenas de 23 etnias diferentes na universidade. 

Para o ano que vem, o vestibular traz duas novidades: o aumento do número de vagas para 96 e a inclusão de sete novos cursos. São eles: Ciências Biológicas, Educação Física, Engenharia de Alimentos, Engenharia de Telecomunicações, Engenharia de Transportes, Sistemas de Informação, Tecnologia em Análise e Desenvolvimento de Sistemas. As inscrições para o vestibular indígena da Unicamp vai de 2 a 30/9, no site da Comvest

Quem pode participar

Para se inscrever nessa modalidade do vestibular é necessário comprovar que pertence a alguma etnia indígena do Brasil, por meio da Declaração de Etnia e de Vínculo com Comunidade Indígena. As informações sobre essa documentação estão especificadas no edital

Além disso, o candidato deve ter concluído o Ensino Médio em alguma das seguintes condições:

  • Cursado totalmente na rede pública de ensino;
  • Cursado em escolas indígenas reconhecidas pela rede pública de ensino;
  • Obtido a certificação de conclusão do Ensino Médio por exames oficiais (como o Encceja) sem ter cursado nenhum período dele na rede privada de ensino.

Provas

O vestibular Indígena da Unicamp tem uma estrutura própria e diferente do vestibular tradicional. A prova será aplicada em um único dia,  1º/12, e não há segunda fase. De acordo com o edital, as 50 questões da prova serão distribuídas da seguinte forma:

a) Linguagens e códigos, com 14 questões de múltipla escolha;

b) Ciências da Natureza, com 12 questões de múltipla escolha;

c) Matemática, com 12 questões de múltipla escolha;

d) Ciências Humanas, com 12 questões de múltipla escolha;

e) Redação. 

Os conteúdos cobrados em cada disciplina também estão disponíveis anexos no edital. As provas serão aplicadas nas seguintes cidades: Bauru (SP), Campinas (SP), Caruaru (PE), Dourados (MS), São Gabriel da Cachoeira (AM) e Tabatinga (AM).