Assine Guia do Estudante ENEM por 15,90/mês
Continua após publicidade

Como o desmatamento no Cerrado ultrapassou o da Amazônia

Bioma se tornou a maior vítima de desmatamento atual – em grande parte, causado pela agropecuária. Entenda

Por Luccas Diaz
28 Maio 2024, 19h00

Um novo relatório divulgado nesta terça-feira (28) mostrou que o desmatamento do Cerrado ultrapassou o da Amazônia. As informações são do Relatório Anual de Desmatamento (RAD), do MapBiomas, referente ao ano de 2023. É a primeira vez, desde o início da série histórica da organização, em 2019, que o bioma ultrapassa a Amazônia em área desmatada, representando 61% de todo o desmatamento em solo nacional.

De acordo com o relatório – produzido por especialistas, entidades e universidades nacionais e internacionais –, 1.110.326 hectares foram desmatados no Cerrado durante 2023, um número 68% maior em relação ao ano anterior. Para se ter uma ideia, o território equivale a sete vezes a cidade de São Paulo.

Em contrapartida, o desmate na Amazônia representou 25% do desmatamento de todo o país. É a primeira vez que o bioma não ocupa o topo do ranking. Foram 454,3 mil hectares desmatados, 62,2% menos do que em 2022. Se considerarmos ainda todo o país, a notícia é positiva: a média total de desmatamento no Brasil reduziu 11,6% em 2023. Foram 1.829.597 hectares desmatados contra 2.069.695 em 2022.

+ Vídeos retratam a diversidade dos 6 Biomas Brasileiros

Continua após a publicidade

Matopiba

A tendência sublinhada pelo relatório é que há uma nova concentração de desmatamento na região conhecida como Matopiba – isto é, os estados do Maranhão, Tocantins, Piauí e Bahia. A região, que corresponde por cerca de 10% da produção de grãos e fibras (como soja, milho e algodão) de todo o país, está sendo apontada como o grande novo vetor do desmatamento brasileiro.

O crescimento seria influenciado justamente pelo aumento de empreendimentos agro na região, que conseguem licenças ambientais para atuar. É no Matopiba que se encontra o maior território em alerta de desmatamento do país: são 6.691 hectares no município de Alto Parnaíba, no Maranhão.

+ Amazônia: como conciliar preservação com desenvolvimento?

Continua após a publicidade

É o Maranhão também o estado que mais desmatou durante o ano passado. É a sua primeira vez no topo da lista, com 331,2 mil hectares desmatados em 2023. O crescimento é bastante expressivo: representa um aumento de 95% em relação ao ano anterior. Em seguida, estão os estados da Bahia, com 290,6 mil de desmate, e Tocantins, com 230,2 mil.

Com legislação permissiva, agro é o protagonista no desmate

Segundo o relatório, a expansão agropecuária é o principal motivador do desmatamento no Brasil. Acredita-se que ela esteja por trás de 97% de todos os desmatamentos ocorridos no país. Com a crescente da prática na região do Matopiba, é a primeira vez que o relatório observa a predominância dela em territórios de savana, representando 54,8% do total. Atrás, estão as florestas – antes protagonistas –, com 38,5%.

Com um aumento de 136%, o Cerrado foi o bioma com o maior desmate em reservas locais. No Mato Grosso do Sul, por exemplo, somente 0,01% do desmatamento foi autorizado.

Continua após a publicidade

+ Entenda como a agropecuária afeta o meio ambiente

“Combater o desmatamento no Cerrado se torna um desafio a mais em um contexto onde a legislação é permissiva no bioma. Por isso, precisamos ter mais transparência e controle sobre a questão da legalidade para que se possa aprimorar e desenhar politicas públicas e privadas, que acabem com o desmatamento ilegal e desincentive o desmatamento legal, visando uso mais eficiente das áreas já desmatadas”, afirmou Ane Alencar, diretora de Ciência do IPAM (Instituto de Pesquisa Ambiental da Amazônia) ao UOL.

Principais características do Cerrado

Mapa dos biomas brasileiros
No mapa, o Cerrado é o bioma cor de rosa (Wikimedia Commons/Reprodução)

O Cerrado é o segundo maior bioma brasileiro, ocupando uma área de 2 milhões de quilômetros quadrados, o que equivale a 24% do território nacional. A vegetação característica do bioma é a savana. Mas antes de imaginar a savana africana, lembre-se que estamos falando do Brasil! Por aqui, este tipo de vegetação é caracterizado pela presença de pequenos arbustos e árvores retorcidas, de casca grossa, gramíneas e o cerradão, tipo mais denso de cerrado que abriga formações típicas de florestas esparsas e disseminadas entre arbustos.

São mais de 11 mil espécies vegetais, sendo 44% delas endêmicas – isto é, que não ocorrem em nenhum outro lugar do planeta. A fauna também é riquíssima, com centenas de espécies de mamíferos, aves, répteis e anfíbios. Alguns animais típicos da região são: lobo guará, onça pintada, tatu canastra, carcará, macaco-prego, maritacas, lontra, e o tamanduá bandeira.

Infelizmente, toda essa riqueza é ameaçada. O bioma é classificado como um hotspot, isto é, uma região de grande diversidade ameaçada de extinção. Ao lado da Mata Atlântica, é o bioma brasileiro que mais sofreu alterações com a ocupação humana – sobretudo, a agropecuária.

Busca de Cursos

Continua após a publicidade

A agropecuária fez aumentar a deterioração de uma terra já ferida com o garimpo, com a contaminação dos rios por mercúrio, a erosão do solo e o assoreamento dos cursos de água. Técnicas que causaram a perda de mais da metade de sua vegetação nativa. Para alguns especialistas, o bioma já se encontra em um ciclo irreversível de extinção e que sua cobertura original não pode mais ser recuperada.

Entre no canal do GUIA no WhatsApp e receba conteúdos de estudo, redação e atualidades no seu celular!

Compartilhe essa matéria via:

 Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso GUIA DO ESTUDANTE ENEM e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Publicidade
Como o desmatamento no Cerrado ultrapassou o da Amazônia
Atualidades
Como o desmatamento no Cerrado ultrapassou o da Amazônia
Bioma se tornou a maior vítima de desmatamento atual – em grande parte, causado pela agropecuária. Entenda

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se você já é assinante faça seu login

Este usuário não possui direito de acesso neste conteúdo. Para mudar de conta, faça seu login

MELHOR
OFERTA

Plano Anual
Plano Anual

Acesso ilimitado a todo conteúdo exclusivo do site

a partir de R$ 15,90/mês

Plano Mensal
Plano Mensal

R$ 19,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.