Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Enem 2020 acumula recordes de abstenções

Mais de 169 mil candidatos faltaram na reaplicação da prova. Confira também os números da versão regular e digital

Por Wender Starlles 25 fev 2021, 18h08

As aplicações do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 foram encerradas com mais recordes de abstenções. Nesta terça e quarta-feira, 23 e 24 de fevereiro, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) realizou a última etapa de reaplicação, para candidatos que não conseguiram fazer a prova por conta de problemas relacionados à pandemia de covid-19 ou logísticos.

Segundo Inep, eram aguardados 228.679 candidatos no primeiro dia. Esse número inclui todos os estudantes do Amazonas, que teve a prova adiada por um decreto estadual, e dos municípios de Espigão D’Oeste e Rolim de Moura, em Rondônia, além dos inscritos que solicitaram a reaplicação. Porém, o índice de abstenção atingiu a marca de 72,2%, o que representa 165.211 alunos ausentes.

No segundo dia não foi muito diferente, 169.870 candidatos (72,6%) faltaram na prova de Matemática e Ciências da Natureza. Essa foi a maior taxa registrada no Enem 2020. Ao todo, eram aguardados 234.083 candidatos. Em nota, Alexandre Lopes, presidente do Inep, destacou o esforço aplicado para a realização do exame durante a pandemia. “Conseguimos fazer a prova regular, a digital e a reaplicação. Foi bastante difícil. Nós tivemos várias alterações em relação ao que normalmente fazemos”, afirmou.

Também foram aplicadas as provas para jovens sob medida socioeducativa que estão em privação de liberdade (Enem PPL). Dos 41.864 inscritos, apenas 10.858 (25,6%) faltaram no primeiro dia. Já no segundo, 11.818 (28,2%) candidatos.

Números das abstenções do Enem 2020

A edição regular, que aconteceu nos dias 17 e 24 de janeiro de 2021, havia 5.523.029 inscritos, porém, mais de 2,84 milhões de candidatos (51,5%) deixaram de fazer a avaliação de Linguagens, Ciências Humanas e a redação. O número foi ainda maior no segundo dia, 3.052.633 estudantes ausentes (55,3%).  Questionado na época se as escolhas de datas de aplicação do Enem haviam sido bem feitas, o presidente do Inep declarou que a pergunta deveria ser feita para os estudantes que conseguiram fazer a prova. “As pessoas que se dispuseram vão ter o benefício de concorrer às vagas do Sisu do primeiro semestre de 2021”, declarou.

Com 96 mil inscritos em todo país, o exame-piloto do Enem Digital, realizado em 31 de janeiro e 7 de fevereiro, também apresentou um índice alto de candidatos faltosos, tanto no primeiro quanto segundo dia 68,1% e 71,3%, respectivamente.

  • Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro, que é recordista em aprovações na Medicina da USP Pinheiros.

    Continua após a publicidade
    Publicidade