Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Enem: saiba o que pode zerar a nota da redação

Conheça alguns critérios que podem zerar a redação

Por Da redação Atualizado em 4 dez 2020, 19h18 - Publicado em 3 nov 2018, 15h20

A nota da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) faz muita diferença na média final da prova. Por isso, é importante que o candidato se dedique ao texto, independentemente de qual curso queira fazer.

Estudantes que zeram na nota da redação ficam fora de processos seletivos, como Fies e ProUni. Em 2019, mais 143 mil redações corrigidas tiraram zero. O principal motivo foi que muitos entregaram a prova em branco, seguido de fuga ao tema proposto: Democratização do acesso ao cinema no Brasil.

Segundo a Cartilha de Redação do Enem 2019, divulgada pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a redação receberá nota zero se apresentar um dos motivos a seguir:

  • Fuga total ao tema;
  • Não obediência à estrutura dissertativo-argumentativa;
  • Extensão de até 7 linhas;
  • Cópia integral de texto(s) motivador(es) da Proposta de Redação e/ou de texto(s) motivador(es) apresentado(s) no Caderno de Questões;
  • Impropérios, desenhos e outras formas propositais de anulação (tais como números ou sinais gráficos fora do texto);
  • Parte deliberadamente desconectada do tema proposto;
  • Assinatura, nome, apelido ou rubrica fora do local devidamente designado para a assinatura do participante;
  • Texto predominantemente em língua estrangeira;
  • Folha de redação em branco, mesmo que haja texto escrito na folha de rascunho.
  • Além de divulgar a cartilha para os candidatos, pela primeira vez o Inep também liberou o acesso aos manuais de correção da redação que eram de uso exclusivo dos avaliadores. Com isso, é possível entender melhor quais são os critérios utilizados para corrigir o seu texto, assim você evita erros que podem zerar a redação. 

    A recomendação é que os avaliadores considerem os critérios mais próximos ao topo da lista. Isso significa que se o texto apresentar “Formas Elementares de Anulação” (FEA), como desenhos, sinais gráficos, números fora do corpo do texto, entre outros, ele corre o risco de ser anulado. O corretor nem precisa ler a redação feita pelo participante. 

    Formas Elementares de Anulação (FEA)
    Inep/Reprodução

    Por isso, é importante ficar atento a esses detalhes no momento de escrever a dissertação e evitar tirar zero. Para te ajudar nesta tarefa, o GUIA selecionou alguns exemplos disponibilizados pelo Inep sobre o que o Enem considerada como “Formas Elementares de Anulação”. Confira:

    Marcações de qualquer natureza
    Na hora de escrever o texto muitos estudantes fazem marcações na margem da folha de redação, esse erro apesar de parecer bobo se encaixa nos critérios de anulação.

    redação Enem
    Inep/Reprodução

    Apenas é permitido marcações fora da margem numérica e espaço disponibilizado para escrita.

    Desenhos

    Continua após a publicidade

    Outro erro bastante comum entre os candidatos é o uso de desenhos na redação. De acordo com o Inep toda composição representacional de seres, objetos, ícones (emojis/emoticons), entre outros, entram neste critério. Isso inclui também gráficos, tabelas e esquemas. 

    Desenhos da redação Enem. Forma Elementares de Anulação

    Título

    No caso do título, não faça desenhos com formas para destacá-lo.

    Desenho no título da redação do Enem

    Os únicos destaques permitidos para evidenciar o título ou determinada palavra no texto deve ser realizados por meio de sublinhado/grifado, como o exemplo a seguir:

    Redação Enen exemplo 39
    Inep/Reprodução

    Sinais gráficos

    Símbolos gráficos (?, !, @, #, entre outros) que não integram o corpo do texto e não desempenham nenhuma função também se enquadram nas “Formas Elementares de Anulação”. No exemplo abaixo, a finalidade do uso do asterisco não está evidente. Por isso a redação será zerada.

    Formas Elementares de Anulação
    Inep/Reprodução

    Redação nota 1.000

    Para alcançar a nota máxima de mil pontos, cinco competências são analisadas pelos corretores. Cada uma vale até 200 pontos. Veja quais são:

    • Competência 1: Demonstrar domínio da modalidade escrita formal da língua portuguesa;
    • Competência 2: Compreender a proposta de redação e aplicar conceitos das várias áreas de conhecimento para desenvolver o tema, dentro dos limites estruturais do texto dissertativo-argumentativo em prosa;
    • Competência 3: Selecionar, relacionar, organizar e interpretar informações, fatos, opiniões e argumentos em defesa de um ponto de vista;
    • Competência 4: Demonstrar conhecimento dos mecanismos linguísticos necessários para a construção da argumentação;
    • Competência 5: Elaborar proposta de intervenção para o problema abordado que respeite os direitos humanos.

    Boa sorte! 

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro, que é recordista em aprovações na Medicina da USP Pinheiros.

    Continua após a publicidade
    Publicidade