Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Segundo dia do Enem Digital: veja a análise e destaques por disciplina

Na média, professores consideraram a prova de Matemática e Ciências da Natureza mais simples do que a versão impressa do exame

Por Juliana Morales, Wender Starlles Atualizado em 9 mar 2021, 16h22 - Publicado em 8 fev 2021, 09h41

Com abstenção maior que 70%, o segundo dia do Enem, realizado neste domingo (7), não trouxe polêmicas ou surpresas em relação ao conteúdo. O diretor do Curso Anglo, Daniel Perry, afirma que a prova de Matemática e Ciências da Natureza apresentou questões com enunciados claros e não muito longos, facilitando o entendimento dos candidatos. 

+ Confira o gabarito extraoficial do segundo dia do Enem Digital

A presença de diversas perguntas relacionadas a temas ambientais – como a contaminação da água por mercúrio e o reflorestamento – chamou a atenção na prova deste domingo. Já a pandemia da covid-19, mais uma vez, ficou de fora da prova. 

A produção de vacinas contra a hepatite B, superbactérias resistentes a antibióticos, a curva “S” do Senna na Fórmula 1 e a Copa do Mundo de 2014 foram alguns dos temas marcantes da avaliação. 

Confira a análise e comentários de professores sobre a prova da versão digital.

Física 

Fernando da Espiritu Santo, gerente de Inteligência Educacional e Avaliações do Poliedro, aponta Física como a grande surpresa na prova de Ciências da Natureza. “Tinha uma questão envolvendo capacitores, um assunto que parece com frequência em outros vestibulares, mas no Enem deve ter surpreendido muito os estudantes”, comenta.

Já Perry destaca a ausência de testes sobre cinemática e ótica, dois temas que sempre aparecem no Enem. “As questões foram bastante conceituais, com poucos cálculos”. 

Eletrodinâmica, ondulatória e termodinâmica foram alguns dos temas que marcaram presença na prova deste domingo na disciplina. 

Química

Química na versão digital foi uma prova mais técnica que a impressa, de acordo com o diretor do Anglo. “Os textos eram mais curtos, com uma contextualização também mais simples”, explica Perry. Além disso, as questões, praticamente, não cobravam contas dos estudantes. 

Continua após a publicidade

Foram tratados temas abrangentes e tradicionais do exame, como físico-química e química geral. Fernando destaca química orgânica, que foi recorrente em alguns tópicos da prova. 

Biologia

Os conteúdos cobrados nas questões foram considerados muito diferentes da prova impressa. “Foi mais fácil e direta”, avalia Perry. Segundo ele, a contextualização estava simples. Entre os temas cobrados, pode-se destacar a grande quantidade de perguntas sobre biotecnologia e evolução. 

Mesmo sem citar a pandemia de covid-19, Santo destaca uma questão que abordava a a produção de vacinas contra a hepatite B. “Ela cobrou dos estudantes a tecnologia envolvida nesse processo. Esse assunto estava na mídia nos últimos meses”, comenta. 

+Quero Bolsa | Faça Sua Pré-Matrícula! Garanta uma Bolsa de Estudo de Até 75% nas Mensalidades.

Matemática

De modo geral, a prova de Matemática foi considerada mais fácil que a versão impressa do Enem. Segundo Perry, as resoluções das questões podiam ser feitas de maneira mais rápida. Entre os temas cobrados estão probabilidade, combinatória, porcentagem, análises de gráficos, funções. “Caiu menos geometria e estatística. Mas podemos destacar uma boa quantidade de questões com grandezas e medidas”, afirma

Na aplicação digital, a disciplina se destacou por possibilitar aos candidatos uma facilidade maior em manusear a folha de rascunho. Isso pode ter dado uma vantagem aos que fizeram a prova neste domingo. “Na mesa havia somente o mouse e o rascunho. Eles eram as únicas preocupações dos estudantes”, avalia Santo.  Para ele, a prova manteve o equilíbrio de edições anteriores.

  • Reaplicação

    Os candidatos que tiveram diagnóstico de alguma doença infectocontagiosa, como covid-19, influenza humana A e B, coqueluche, entre outras, podem solicitar a reaplicação junto com os que foram prejudicados por problemas logísticos. A solicitação deve ser feita na Página do Participante, entre os dias 8 e 12 de fevereiro. 

    Mesmo que o candidato tenha se inscrito para realizar a avaliação digital, ele irá realizar a reaplicação impressa, nos dias 22 e 23 de fevereiro. Os resultados serão divulgados no dia 29 de março.

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro, que é recordista em aprovações na Medicina da USP Pinheiros.

    Continua após a publicidade
    Publicidade