Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

YouTube: 5 canais inovadores de instituições de ensino

Uma seleção de canais produzidos por universidades e escolas que vão enriquecer os seus estudos

Por Wender Starlles, Luccas Diaz Atualizado em 8 mar 2021, 19h50 - Publicado em 29 dez 2020, 06h00

As plataformas digitais estão consolidadas como ferramentas importantes para o estudo. Em decorrência da pandemia de Covid-19, da necessidade de isolamento social e o uso extensivo de aulas online, as instituições de ensino investiram ainda mais no YouTube. Em 2020, os canais de instituições de ensino se destacaram utilizando linguagem própria com a intenção de ir além do conteúdo que a sala de aula convencional oferece.

Você já é inscrito em canais deste tipo, estudante?

A seguir, GUIA lista cinco canais do YouTube que exploram as possibilidades de ensino na plataforma de vídeo. Vale a pena ficar de olho.

 

1 – Canal do Anglo

O Sistema de Ensino Anglo tem a tradição de mais de 70 anos no Brasil e conta com escolas e cursos pré-vestibular. Mesmo com toda essa bagagem e tradição, o canal no YouTube do Anglo é um bom exemplo de novas perspectivas que as plataformas digitais podem trazer para o ensino.  A aposta da instituição é trazer um conteúdo mais divertido e relacionado à cultura pop. Há vídeo explicando Divisão Celular por meio da banda One Direction, outro relacionando o TikTok com uma possível nova Guerra Fria.

2 – Tá Explicado

A Universidade Estácio de Sá é a responsável pelo canal Tá Explicado no YouTube. Com mais de 90 mil inscritos, o canal se propõe a refletir sobre as perguntas mais curiosas e interessantes da humanidade. “Por que o nosso cabelo fica branco? Como os icebergs se formam? Qual a probabilidade de tirar uma foto em grupo sem ninguém piscar? Peixes bebem água? Quem veio primeiro: o ovo ou a galinha?” questiona a descrição do canal na plataforma.

Os vídeos são produzidos pela Rede Snack, uma produtora nacional focada em conteúdo multiplataforma para as redes sociais. Para entender o conceito do canal, GUIA conversou com o CEO da Snack, Vitor Knijink e a diretora de conteúdo, Patricia Calil.

Eles explicaram que a ideia é aproximar o estudante dos conteúdos aprendidos em sala de aula por meio de analogias. “Queremos permitir que o ato de estudar seja mais sedutor para o estudante. Ao pegar um conceito da sala de aula e trazer para o universo cotidiano com exemplos e referências, estamos cultivando esse processo de aprendizagem”, disse Knijink.

O canal conta com a participação de uma série de youtubers conhecidos do público de outros canais de educação, curiosidades ou cultura: Pedro Loos, Jaqueline Guerreiro, Peter Jordan, Carol Moreira, Davy Jones, Débora Aladim, Davi Calazans e o Prof. Jubilut são alguns dos apresentadores do canal.

No repertório do canal você encontra um vídeo que desafia Pedro Loos a explicar a Força da Gravidade sem dizer as palavras “força” e “massa”, outro que relaciona animes com Leis das Física e até um curioso que propõe o debate sobre a existência (ou não) de universos paralelos.

  • 3 – Canal Coach COC

    Continua após a publicidade

    Criado pelo Sistema COC de Ensino, o canal Coach COC tem o objetivo de ensinar vestibulandos a organizarem os estudos. O canal é apresentado por influenciadores digitais conhecidos por darem dicas importantes para quem vai prestar processos seletivos como o Enem e Fuvest.

    Há vídeos que tiram dúvidas sobre carreira, correções comentadas de provas, além de ensinar os conteúdos cobrados nos vestibulares. O Coach COC também é produzido pela Rede Snack.

    “Hoje as pessoas buscam informação direto no YouTube, hábito que tornou a plataforma quase ‘um novo Google’. Entendemos e seguimos essa tendência. O Coach COC  ensina como a pessoa pode estudar. O vestibulando não vai encontrar vídeos sobre ‘o que você precisa saber sobre a ditadura no Brasil’, mas sim de como aprender a estudar esse período da história. Essa é a diferença”, diz Calil.

    4 – Canal da USP

    Considerada a melhor universidade da América Latina, a Universidade de São Paulo (USP) possui um canal no YouTube com mais de 4 mil vídeos. Os conteúdos reúnem diversos conteúdos: divulgação de pesquisas cientificas, eventos culturais, aulas, entrevistas e reportagens produzidas pela equipe do Jornal da USP e TV USP.

    Também é possível acessar mais de 30 disciplinas de graduação e pós-graduação de diversas áreas do conhecimento, entre elas: História do Brasil, Astronomia, Física e Direito.

    Além disso, na playlist do canal estão disponíveis vídeos que explicam conceitos importantes da ciência. No quadro “Ciência USP Responde”, pesquisadores são convidados a elucidar questões intrigantes. “O que é morrer? Como os olhos enxergam cores? O que são classes sociais? O que é uma epidemia?”, por exemplo.

    5 – Canal da Univesp

    Universidade Virtual do Estado de São Paulo (Univesp) é a primeira universidade pública virtual do Brasil. Criada em 2012, oferece graduações semipresenciais ou totalmente à distância, que são realizadas em parceria com outras instituições de ensino como  a Universidade de São Paulo (USP), a Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e a o Centro Paula Souza.

    Por ser uma universidade pública e digital, a maioria das aulas está disponível para qualquer um assistir no canal no YouTube da instituição. Ou seja, é possível encontrar as aulas oferecidas gratuitamente na plataforma e assisti-las sem precisar de nenhum vínculo com a instituição.

    Outro ponto bacana do canal no YouTube da Univesp é a transmissão de conteúdo ao vivo quase que sem interrupção. A live é uma reprodução da Univesp TV, um canal inaugurado em 2009 em parceria com a Fundação Padre Anchieta que tem como objetivo a transmissão das aulas e dos conteúdos da universidade.

    Você consulta canais do YouTube para estudar ou aprender de forma mais leve? Comente qual você recomenda nas redes sociais do Guia do Estudante. Quem sabe a gente não produz a segunda parte desta lista 😉

     

    Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro, que é recordista em aprovações na Medicina da USP Pinheiros.

    Continua após a publicidade
    Publicidade