Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Unesp 2022: confira o gabarito oficial do primeiro dia e comentários

Veja também a análise de dois cursinhos sobre o exame aplicado neste domingo para candidatos de Biológicas

Por Luccas Diaz, Wender Starlles Atualizado em 17 nov 2021, 13h21 - Publicado em 14 nov 2021, 20h08

Confira o gabarito oficial da primeira prova da Unesp 2022

gabarito unesp
unesp/Divulgação

Baixe aqui a prova aplicada neste domingo

Como foi a prova da primeira fase

Para Daniel Perry, diretor do Curso Anglo, o primeiro dia do vestibular foi bastante tradicional, conteudista e pouco interdisciplinar. “Uma prova bem menos ousada e bem menos atual do que edições anteriores. De toda forma, tinha uma riqueza de fontes nas questões: cartoon, texto literário, poema, texto científico, pinturas, gráficos e mapas”, comenta Perry.

Apesar da suposta simplicidade, alguns temas foram destaque, como Pop Arte, história da África, redemocratização brasileira, pandemia, Palestina, agricultura brasileira, redes sociais, crise hídrica e transgênicos.

“Foi uma prova que dialoga com a atualidade, mas que fugiu de polêmicas”, diz Perry, que acredita que a Vunesp considerou as perdas pedagógicas que os alunos tiveram no ensino remoto ao determinar o grau de dificuldade da prova.

Na avaliação de Daniel Cecílio, diretor da Oficina do Estudante, a prova foi equilibrada, sem questões dúbias. “Parece que faltou um pouco de brilho na maioria das questões”, comenta.

Confira a análise e os comentários sobre a primeira fase da Unesp por disciplina:

Matemática

Segundo a equipe de professores da Oficina do Estudante, a prova desse ano foi mais difícil que a da edição anterior e 60% das questões estavam contextualizadas. Inclusive, houve uma pergunta interdisciplinar com química, o que pode ter exigido mais dos candidatos.

“De forma geral, exigiu do candidato atenção e um pouco mais de cálculo. Alguns exercícios exigiam mais de um conceito na mesma questão”, comentam. 

Na visão de Perry, a prova teve um grau de dificuldade médio, que variou entre questões contextualizadas e outras mais técnicas, sem contexto no enunciado. Apesar disso, trabalhou temas clássicos: razão e proporção, geometria plana, função de primeiro grau, função trigonométrica, probabilidade, logaritmo.

Física

De acordo com os professores da Oficina do Estudante, as questões estavam bem distribuídas e diretas. Foram exercícios de fácil interpretação, mas que abrangeram diversos conteúdos. “Exigiam leitura atenta e conhecimento da matéria”, comentam. 

Para o coordenador do Anglo, foram perguntas bem feitas e dignas de elogios dos professores da matéria. O nível de dificuldade pode ser considerado o mesmo do ano passado. “Uma distribuição de assuntos muito boa, uma prova tradicional e conteudista”, opina. 

Química

Tanto a equipe da Oficina quanto Perry apontaram para o fato das questões exigirem poucos cálculos. Por isso, o nível de dificuldade foi semelhante ao ano passado. Principais temas: estequiometria, soluções, termoquímica, ph, oxirredução e química orgânica.

Biologia

“O aluno tinha que ter muita atenção na leitura”, segundo os professores da Oficina, que identificaram uma questão interdisciplinar com geografia, coisa que Perry discorda. “Não houve interdisciplinaridade. Isso era algo muito comum em biologia”, afirma. Ele chama atenção para três questões de ecologia, além de temas como genética, fisiologia animal e biotecnologia.

Literatura

“Muito fácil, com textos base bem escolhidos. O candidato deveria, sobretudo, analisar com atenção os textos”, diz Perry. Professores da Oficina destacam temas de vanguarda, como a Pop Arte. Além disso, a prova manteve o nível médio de dificuldade semelhante ao ano anterior , com linguagem acessível e trouxe como inovação um texto citando o teatro de Martins Pena. 

Gramática

Para o coordenador do Curso Anglo, as questões foram muito fáceis. “Nas palavras dos nossos professores, ‘espantosamente fácil’ e muito previsível”, diz. 

Continua após a publicidade

Perry destaca a diversidade de fontes abordadas na elaboração das questões e a presença de um texto mais longo que serviu de base para seis perguntas. Quanto aos temas, não fugiram dos clássicos. “Questões já tradicionais, como de análise sintática e nomenclatura gramatical”, afirma.

Já para os professores da Oficina do Estudante, a prova foi de acordo com as expectativas e seguiu o mesmo padrão que a Unesp costuma cobrar para a disciplina.

Inglês

A prova foi elogiada pelos professores do Curso Anglo. “Muito bem elaborada, moderna e com uma boa diversidade de fontes”, comenta Perry. 

Para a equipe da Oficina do Estudante, as questões estavam em um nível médio para difícil, com muitos exercícios de interpretação. “Prova clássica da Unesp, com pouca variação de gênero textual”, disseram. Destaque fica para a questão em que era necessário analisar um texto e um gráfico.

Filosofia, sociologia e história da arte

Perry ressalta a falta de assuntos da contemporaneidade na prova de filosofia, que apresentou temas típicos como o filósofo e matemático René Descartes e a relação entre filosofia e o senso comum.

Para a equipe de professores da Oficina do Estudante, sociologia e história da arte tiveram questões coerentes, diretas e bem feitas. Além disso, destacaram o lado interpretativo da prova. “O texto estava lá para ser usado pelo aluno, não era apenas decorativo”, afirmam os professores. 

História

Tradicional, conteudista e com questões apresentando enunciados curtos e diretos, segundo Perry. Para ele, algumas questões podem até ser chamadas de ‘decorebas’, uma vez que o candidato precisava lembrar de conteúdos específicos, sem ter uma introdução mais longa ou que desse um contexto maior.

“Muito enciclopédica, exigiu mais memorização e leitura prévia do que capacidade crítica dos alunos”, concorda a equipe da Oficina do Estudante.

As questões, segundo os professores, se equilibraram bem entre os períodos históricos, e entre História Geral e História do Brasil. Foram cobrados temas como Antiguidade Clássica, Islamismo, Brasil Pré-Colonial, Brasil Colonial, Absolutismo, Primeiro Reinado brasileiro, África contemporânea e América Latina no século 19. 

Geografia 

Na avaliação da equipe do Oficina, de modo geral, os conteúdos cobrados estavam equilibrados. “O que vai fazer uma distinção entre o candidato bem preparado e o candidato que não estava tão bem preparado”, avaliam.

Os temas clássicos que apareceram na prova, como intervenção estatal na economia, questão agrária, Palestina e Pantanal chamaram a atenção de Perry.

A prova

Neste domingo (14), candidatos dos cursos das áreas de Biológica realizaram a prova da primeira fase da Unesp 2022 em mais de 30 cidades. Foram 90 questões que puderam ser respondidas em cinco horas e foram assim distribuídas: 30 de Linguagens e Códigos (Língua Portuguesa e Literatura, Língua Inglesa, Educação Física e Arte); 30 de Ciências Humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia) e 30 de Ciências da Natureza e Matemática (Biologia, Física, Matemática e Química).

Próximas datas

Na segunda-feira (15), é a vez dos inscritos nas carreiras de exatas e humanidades, além dos treineiros, realizarem a primeira fase, a partir das 14h.

Os classificados para a segunda fase serão conhecidos em 6 de dezembro, mesma data em que serão divulgados os locais de prova da última etapa geral e das provas de habilidades específicas.

A Unesp aplicará a segunda fase no dia 19 de dezembro. Esta etapa é composta de 60 questões objetivas de múltipla escolha, divididas entre as áreas de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática e uma redação.

Em dezembro acontece a prova de habilidades específicas, confira o calendário:

  • 10 de dezembro: provas presenciais para os cursos de Teatro, Artes Cênicas e Artes Visuais do Instituto de Artes de São Paulo;
  • 12 a 15 de dezembro: Atividades online – upload de arquivos de Licenciatura em Música e Música (Composição, Regência, Canto Erudito e Instrumentos) do Instituto de Artes de São Paulo;
  • 13 a 18 de dezembro: provas presenciais para os cursos de Teatro, Artes Cênicas e Artes Visuais do Instituto de Artes de São Paulo;
  • 17 de dezembro: provas presenciais de Arquitetura e Urbanismo, Artes Visuais e Design da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação de Bauru.

Assine o Curso PASSEI! do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

Continua após a publicidade

Publicidade