Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Unesp 2022: veja o gabarito oficial e análise do segundo dia da 1ª fase

Confira também a análise dos professores sobre a prova realizada nesta segunda-feira (15)

Por Redação Atualizado em 17 nov 2021, 13h22 - Publicado em 15 nov 2021, 20h08

Confira o gabarito oficial da segunda prova da Unesp 2022

print gabarito
Unesp/Divulgação

Baixe aqui a prova aplicada nesta segunda-feira

Como foi a segunda prova da primeira fase

De acordo com Daniel Perry, diretor do Curso Anglo, a prova do segundo dia da primeira fase do vestibular Unesp 2022 foi coerente com o exame apresentado no primeiro dia. “Foi uma prova tradicional, conteudista, mas também com questões bastante interpretativas e contextualizadas”, afirma. Segundo ele, os enunciados eram claros e precisos, com uma boa diversidade de fontes. Apareceu texto poético, texto literário, texto científico, artes plásticas, e letra de música.

Daniel Cecílio, diretor pedagógico do Curso Pré-Vestibular da Oficina do Estudante, concorda e diz que a Unesp manteve o mesmo formato e nível de dificuldade, tanto do dia anterior como da prova do ano passado. “Então foi uma avaliação que não teve nenhuma surpresa, de uma forma geral”, diz.

Perry destaca apenas uma característica que diferiu de edições anteriores do exame: tanto no domingo como na segunda, foram provas pouco interdisciplinares, diferente do que a banca da Unesp costuma pedir. Além disso, de uma forma geral, as provas dos dois dias fugiram de polêmicas, não dialogando tanto com a contemporaneidade, com os assuntos mais controversos.

“A Vunesp, portanto, entregou uma prova pouco ousada mas também sem erros e sem controvérsias. Uma prova correta que atinge o que se propõe”, resume Perry.

Confira os comentários por disciplina do segundo dia da Unesp.

Matemática

A prova de matemática do segundo dia estava mais exigente do que a prova do primeiro, de acordo com Perry.  Transformação entre sistemas de numeração, escala, estatística, modelo exponencial, funções e probabilidade foram alguns dos temas cobrados.

Para Cecílio, a prova de matemática foi a mais surpreendente do dia. “Uma prova mais exigente que a do ano passado e mais difícil que a prova de domingo porque exigia mais cálculos.” 

Física

Assim como Matemática, a prova de Física de segunda-feira foi mais exigente que a prova de domingo. Isso pode se explicar pelo fato dos alunos de exatas terem prestado no segundo dia, aumentando o nível de dificuldade das disciplinas dessas áreas. Foram cobrados temas como mecanismos de troca de calor, cinemática angular, gravitação, dinâmica impulsiva, calorimetria, ótica geométrica, eletrodinâmica. 

“Algumas questões acabavam levando o candidato a ter que desenvolver estratégias matemáticas mais complexas. Dessa forma, se tornava uma prova trabalhosa”, observa Perry. 

Química

A prova de Química teve um nível parecido com a prova de domingo (14). Para a equipe da Oficina do Estudante, a prova estava equilibrada, com duas questões com cálculo e sete questões que abrangiam vários conceitos da química. “Foi uma prova de padrão honesto, inclusive com o mesmo nível da prova de 2020”, comentou Cecílio. 

Perry considerou a prova com questões de nível de dificuldade de médio para fácil. Questões diretas, poucos cálculos e temas clássicos: atomística, estequiometria, propriedades coligativas, química inorgânica e reações. 

Biologia 

Tanto a equipe da Oficina como do Anglo, classificaram o nível de dificuldade da prova de Biologia como médio. “Foi uma prova clara e sem questões dúbias que dificultassem a interpretação dos candidatos”, diz Cecílio. 

Foram abordados temas como taxonomia, duas questões de biologia celular, fisiologia vegetal, fisiologia humana, parasitose genética. Teve uma uma questão interdisciplinar com matemática. 

Perry destaca que, apesar de apresentar questões bem formuladas, segundo os professores, a prova de biologia não foi muito atual. “Por exemplo, não caiu nenhuma questão de ecologia”, explica.

Literatura 

Não houve muitas surpresas na prova de literatura. A equipe da Oficina do Estudante considerou a prova “tradicional e conceitual, mas exigia que o aluno soubesse alguns conceitos”, como diz Cecílio. 

Para o Anglo, foi uma prova mais interessante e desafiadora que o exame do primeiro dia. Nas questões, um longo texto do Álvares de Azevedo, interdisciplinaridade com o inglês e uma questão com interpessoalidade entre o conceito de carpe diem e a obra de Fernando Pessoa. “Foi uma prova mais rica”, comenta Perry. 

Gramática 

Continua após a publicidade

Português teve uma prova de dificuldade média para difícil. O aluno precisava fazer análises e relações. Foram cobrados temas clássicos, como ambiguidade, figuras de linguagem, a ideia de pessoalidade e classes de palavras.

Para as equipes do Anglo e Oficina, o nível da prova foi dentro do esperado e com questões semelhantes às do primeiro dia de avaliação.

Inglês 

Para a equipe da Oficina, a prova do segundo dia foi mais fácil que a avaliação do primeiro dia. Segundo Cecílio, foi uma prova mais atual e contextualizada com eventos do cotidiano. 

Inglês teve uma prova criativa, sofisticada e analítica, segundo a equipe do Anglo. As questões traziam uma boa variedade de fontes: cartoon, gráfico, texto e pinturas. Surgiu também uma questão interdisciplinar com literatura. 

História

Segundo Perry, o nível de dificuldade da prova de História foi médio. Foi abordado Roma antiga, alta idade média, reforma religiosa, escravismo no Brasil colônia. Revolução industrial, guerra do Paraguai, crise de 29, semana da arte moderna de 22. 

“Em História, havia três questões diretas, com o enunciado curto, ou seja, conteudista. O aluno tinha que lembrar de um conteúdo específico”, contou. 

Para Cecílio, “a prova não teve muito brilho”, mas apresentou equilíbrio entre história geral e história do Brasil. Ele descreve como questões diretas, sem debates historiográficos ou teóricos. 

Geografia 

Foram cobrados conhecimentos de geografia do Brasil, população e cartografia. De acordo com a equipe da Oficina, foram questões simples e específicas, sem material de apoio.

“Foi uma prova atual e um pouco mais complicada do que a prova de domingo”, comenta Cecílio. “Foi bem abrangente, mas a equipe sentiu falta de temas como geopolítica e a pandemia”. 

Filosofia, sociologia e história da arte

Em relação às disciplinas de Humanidades, a prova não teve surpresa nos conteúdos e contou com uma questão interdisciplinar: história da arte em inglês. 

A parte de Filosofia foi tradicional, com autores clássicos como Platão, Bacon e Maquiavel. “Havia uma questão que abordava a relação entre o senso comum e a ciência, que os professores consideraram não muito bem formulada, porque a resposta do gabarito oficial não corresponde ao texto e nem ao que se pede”, aponta Perry. 

Segundo o diretor do Anglo, Sociologia teve uma prova bem elaborada, com apenas duas questões, mas uma prova difícil. “Ela usava termos de ciência política que o aluno devia dominar. Duas questões abordando Maquiavel e autoridade do estado”, descreve. 

A prova

Nesta segunda-feira (15), inscritos nas carreiras de exatas e humanidades, além dos treineiros, realizarem a prova da primeira fase da Unesp 2022 em mais de 30 cidades. Foram 90 questões que puderam ser respondidas em cinco horas e foram assim distribuídas: 30 de Linguagens e Códigos (Língua Portuguesa e Literatura, Língua Inglesa, Educação Física e Arte); 30 de Ciências Humanas (História, Geografia, Filosofia e Sociologia) e 30 de Ciências da Natureza e Matemática (Biologia, Física, Matemática e Química).

Próximas datas

Os classificados para a segunda fase serão conhecidos em 6 de dezembro, mesma data em que serão divulgados os locais de prova da última etapa geral e das provas de habilidades específicas.

A Unesp aplicará a segunda fase no dia 19 de dezembro. Esta etapa é composta de 60 questões objetivas de múltipla escolha, divididas entre as áreas de Linguagens e Códigos, Ciências Humanas, Ciências da Natureza e Matemática e uma redação.

Em dezembro acontece a prova de habilidades específicas, confira o calendário:

  • 10 de dezembro: provas presenciais para os cursos de Teatro, Artes Cênicas e Artes Visuais do Instituto de Artes de São Paulo;
  • 12 a 15 de dezembro: Atividades online – upload de arquivos de Licenciatura em Música e Música (Composição, Regência, Canto Erudito e Instrumentos) do Instituto de Artes de São Paulo;
  • 13 a 18 de dezembro: provas presenciais para os cursos de Teatro, Artes Cênicas e Artes Visuais do Instituto de Artes de São Paulo;
  • 17 de dezembro: provas presenciais de Arquitetura e Urbanismo, Artes Visuais e Design da Faculdade de Arquitetura, Artes e Comunicação de Bauru.

Assine o Curso PASSEI! do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a todas as provas do Enem para fazer online e mais de 180 videoaulas com professores do Poliedro, recordista de aprovação nas universidades mais concorridas do país.

 

 

Continua após a publicidade

Publicidade