logo-ge

Como os indicados ao Oscar 2020 podem te ajudar no vestibular

As obras são uma boa ferramenta para ampliar o seu repertório sobre os mais diversos temas

Nesta segunda-feira (13), a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas anunciou os indicados ao Oscar 2020, que acontece no dia 9 de fevereiro em Los Angeles, EUA. Enquanto você se choca, rói as unhas e dá uma choradinha com filmes como O Irlandês ou História de um Casamento, listamos alguns outros dos indicados, que podem te ajudar nos estudos e nas provas este ano.

A maioria dos longas não aborda diretamente temas, fatos e conceitos vistos em sala de aula, mas o interessante é conseguir explorar o enredo, o contexto de cada história e abastecer seu repertório com os mais diversos assuntos e saber quais obras estão em alta nas discussões. Vale lembrar que na temporada dos vestibulares de 2020, a série Chernobyl foi usada em uma questão da Fuvest e o filme Bacurau caiu na Unicamp. 

Confira os indicados a melhor filme e melhor documentário e veja dicas de como tirar o melhor proveito das obras:

INDICADOS A MELHOR FILME

Jojo Rabbit 

 (Divulgação/Divulgação)

O filme é uma sátira que se passa na Alemanha, na época da Segunda Guerra Mundial. Um garoto de 10 anos, Jojo, tem Adolf Hitler como seu amigo imaginário. Seu sonho é integrar um grupo que concorda com o nazismo. Quando descobre que sua mãe esconde uma judia em sua casa, tenta expulsá-la, mas, com o tempo, sua relação com a mulher se transforma.

Jojo Rabbit é uma boa ferramenta para entender o contexto da ascensão e da permanência de Hitler no poder durante a Alemanha nazista. Toda uma juventude foi doutrinada por ideais fascistas e isso teve consequências irreparáveis na história mundial. 

Coringa 

 (Divulgação/Divulgação)

Indicado a 11 categorias, o filme conta a história do grande inimigo de Batman. Após ser demitido de seu emprego como palhaço em uma agência, Arthur, o Coringa, comete uma série de assassinatos. Suas ações iniciam um movimento que ataca a elite de Gotham City.

Na época de sua estreia, apesar do sucesso de público, o filme chegou a ser criticado nas redes sociais pela violência empregada nas cenas. As discussões chegaram aos massacres com armas de fogo nos Estados Unidos – tema de extrema relevância nos dias de hoje. Muitos apontavam que o filme incitaria esse tipo de ataque. 

Vale refletir sobre o assunto e pensar em argumentos caso o tema fosse abordado em uma redação, por exemplo.

Adoráveis Mulheres 

Adoráveis Mulheres é uma adaptação do clássico americano Mulherzinhas, lançado há mais de 150 anos. A história fala de quatro irmãs que, nessa versão, passam por um processo de empoderamento e correm atrás de seus sonhos em uma realidade que as mulheres têm pouco poder escolha sobre suas vidas. A adaptação coloca em cheque diversos aspectos sobre a sociedade patriarcal, o que também pode fornecer uma boa referência em uma redação que aborde o tema. 

1917 

Um dos favoritos à estatueta é 1917, que conta a história de dois soldados britânicos que têm a missão de entrar em território inimigo e entregar uma mensagem de extrema importância a uma tropa aliada. A produção foi feita em uma edição sem cortes e apresenta as cenas em tempo real. 

O filme é excelente para entender alguns aspectos da Primeira Guerra Mundial. As batalhas nas trincheiras e os momentos de tensão podem ajudá-lo nas discussões sobre o tema. Algumas cenas aproximam, com sensibilidade, o espectador das dificuldades enfrentadas nos campos de batalha.

 

Parasita

 (Divulgação/Divulgação)

O filme sul-coreano apresenta a relação entre duas famílias: os Kim, que estão desempregados, vivem em um porão e passam por diversas dificuldades, e os Park, que moram em uma luxuosa mansão. Os Kim ficam encantados com a vida dos ricaços e, aos poucos, tentam se infiltrar no cotidiano deles.

Sucesso de bilheteria e apontado por especialistas como o melhor filme do ano, Parasita é uma opção para falar sobre a desigualdade de classes. Dependendo do contexto, é possível citar o filme em uma questão de geografia ou em uma redação sobre o tema. 

 

INDICADOS A MELHOR DOCUMENTÁRIO

Democracia em Vertigem

 (Divulgação/Divulgação)

O brasileiro Democracia em Vertigem, dirigido por Petra Costa, explora diversos momentos da história política do país, como a ditadura militar e o impeachment de Dilma Rousseff. O filme é uma narrativa pessoal, que se entrelaça com a vida da cineasta.

Considerando a crise política enfrentada no Brasil e a ascensão da direita populista em diversas regiões do planeta, a obra é importante para analisar o cenário nacional e os rumos que a democracia está tomando no mundo. Aqui, as discussões podem se ampliar para a disciplina de História, repertório e argumentos nas redações.

The Cave

The Cave mostra médicas que trabalham em um hospital subterrâneo na Síria e, ao mesmo tempo, enfrentam diversas situações sexistas. Elas atendem as vítimas da guerra civil no país, inclusive crianças. O clima de tensão fica evidente, devido aos bombardeios e a tentativa por refúgio. 

Muitas vezes, os conflitos na Síria são abordados em salas de aulas, livros e ficções. Mas, nesses casos, a realidade enfrentada na região pode se tornar algo muito distante. Por retratar o tema em um documentário, The Cave é uma ótima oportunidade de entender melhor as dificuldades e impactos do conflito na vida das pessoas. 

Veja também

Indústria Americana

A produção do casal Obama mostra a compra de uma fábrica da GM, nos EUA, pela empresa chinesa Fuyao. Com isso, a oferta de empregos aumenta e os trabalhadores da região recuperam seus empregos. 

A obra pode servir de base para analisar a questão da expansão chinesa, gerando, nesse caso, empregos e movimentação no mercado americano. Entender os diferentes fatores que rondam essa realidade (e ter exemplos de sucesso para apresentar se o tema vier à tona) é fundamental para acompanhar discussões geopolíticas.  

Honeyland

 (Divulgação/Divulgação)

O documentário Honeyland, da Macedônia do Norte (antiga Macedônia), conta a história de Hatidze, uma mulher que vive em uma montanha isolada e faz apicultura (criação de abelhas). Quando outras pessoas chegam à região e realizam a prática a partir de regras diferentes, as consequências para a natureza são grandes.

A obra pode te ajudar a entender como realmente funciona o equilíbrio em um ecossistema e os fatores que podem influenciá-lo. Honeyland é digno da sua atenção por poder ser trabalhado seja em uma questão de Biologia sobre o tema seja em discussões mais amplas, como a interferência humana no meio ambiente e seus impactos em animais. 

 

Bônus: História de um Casamento 

 (Netflix/Divulgação)

Nesta mistura de comédia e drama indicada a melhor filme, os personagens Nicole e Charlie estão se divorciando e enfrentam uma série de situações que coloca a relação dos dois em xeque. A burocracia da separação, decisões delicadas em relação ao filho e brigas com diálogos marcantes são explorados na obra.

A história pode parecer distante do que seria abordado em uma prova, mas vale analisar as discussões que ela levanta. Em um diálogo que ganhou espaço nas redes sociais, a advogada de Nicole (Laura Dern, indicada ao Oscar de atriz coadjuvante) avalia qual o papel da mulher na visão da sociedade e as cobranças e expectativas que rondam a maternidade.

Lembrando que o micromachismo, por exemplo, foi tema de uma das propostas da Unicamp 2020.