logo-ge

Dia D fez 75 anos em 2019 e o tema pode cair no vestibular

Saber dos detalhes da operação pode fazer a diferença na hora da prova

O Dia D foi o nome que recebeu a Batalha da Normandia, considerada o início da retomada de territórios na Europa Ocidental pelos países Aliados. 

Durante o período, ocorria a Segunda Guerra Mundial e a região, localizada no Norte da França, estava tomada pelos exércitos nazistas. A operação, também conhecida como “Operação Overlord”, foi fundamental para acelerar a derrota dos alemães que já enfrentavam os Aliados na Itália e na União Soviética. 

Os soldados desembarcaram na Normandia no dia 6 de junho de 1944. A operação libertou a França e efetivamente pressionou a Alemanha em mais um front de batalha. 

A operação 

Para essa operação, as tropas dos países Aliados eram formadas em grande parte por norte-americanos, britânicos e canadenses. O objetivo era conquistar quatro praias da região, que foram nomeadas como Omaha, Utah, Juno, Gold e Sword. Tropas da França, da Polônia e de outros países também auxiliaram a ação. 

O local onde as tropas Aliadas desembarcariam foi descoberta por alemães, o que tornou esse primeiro momento difícil para os soldados que tentavam retomar a região, com muitas baixas.

Paraquedistas saltaram por diferentes áreas da Normandia, o que ajudou a dispersar as defesas nazistas e possibilitar a conquista de regiões estratégicas para os Aliados. Muitos soldados Aliados morreram na ação, alguns pelos ataques alemães e outros afogados em pântanos. No mesmo dia, as praias da Normandia foram conquistadas. 

Apesar dos Aliados terem conquistado uma área menor do que esperavam, foi o suficiente para que conseguissem se estabelecer e permitir o desembarque de outros soldados. 

Contexto

O estopim para a derrota alemã ocorreu durante a Batalha de Stalingrado. Enquanto o exército alemão tentava conquistar a cidade, localizada no sul da União Soviética, ele se enfraquecia, pois se distanciava de Moscou e ficava sem recursos. Apesar da resistência alemã, o exército soviético era grande e forçava os alemães a recuarem. A operação Overlord foi executada após os alemães terem sido derrotados na ocasião.

Em junho de 1944, em plena Segunda Guerra Mundial, já era possível notar outros sinais da futura derrota do Nazismo. 

Os Aliados desembarcavam na Itália e alemães eram expulsos do Norte da África. Essas situações obrigaram Hitler a a diminuir o número de soldados na União Soviética para que a Itália não fosse perdida e o território alemão ficasse em risco. 

Vale lembrar que boa parte da confiança dos alemães em relação à vitória na Guerra se baseava na chamada “Muralha do Atlântico”, linha defensiva que percorria a fronteira entre França e Espanha até a Noruega. 

Desdobramentos 

O Dia D é considerado a maior invasão por mar da história e deu início a retomada dos territórios tomados pelos exércitos alemães. 

A resistência nazista era grande, mas as tropas dos países Aliados conseguiram se estabelecer no litoral da França, permitindo que mais soldados ajudassem a recuperar a região. 

A operação, que começou no dia 6 de junho, teve fim no dia 25 de agosto com a retomada de Paris. A vitória foi fundamental para pressionar os alemães e por fim ao Nazismo.