logo-ge

11 áreas de atuação para quem cursa Psicologia

Esse profissional é requisitado em hospitais, escolas, empresas e em setores, como o esportivo, o ambiental e o jurídico

Tem vontade de estudar o comportamento humano? Gosta de saber mais sobre fenômenos psíquicos e analisar emoções, ideias e valores das pessoas? Então talvez Psicologia seja a área ideal para você. 

Com uma ampla área de atuação, esse profissional pode trabalhar em diversos setores, como hospitais, escolas, empresas ou na pesquisa. Por isso, é importante conhecer as oportunidades e entender o que se encaixa melhor no seu perfil e nos seus interesses. 

Uma curiosidade: na Fuvest 2020, Psicologia foi uma das três carreiras que teve o maior aumento na concorrência, atrás de Medicina e Fisioterapia. 

Que tal explorar as áreas de atuação dessa carreira tão cobiçada? Confira abaixo:

Psicologia Clínica

Essa é a área mais conhecida da profissão. É quem atua no atendimento de pessoas que querem resolver alguma questão emocional, comportamental ou cognitiva. As sessões podem ser individuais, em família, de casal, em grupo ou mesmo institucionais. 

Durante as sessões, as pessoas podem falar sobre diversos assuntos e refletir sobre suas vivências, decisões e problemas, enquanto o terapeuta tentará ajudá-las a compreender o que estão enfrentando para que consigam lidar com tudo da melhor forma possível. 

Psicologia do Trânsito

Quem se especializa nessa área avalia psicologicamente novos condutores, no chamado teste psicotécnico, e elabora projetos de conscientização de boas práticas para pedestres e motoristas.

O profissional também pode criar ações educativas para os centros de formação de condutores, equipes do Detran, espaços urbanos, empresas e escolas. Ou ainda se dedicar a pesquisas e estudar um tema mais específico, como os efeitos do consumo de diferentes substâncias em motoristas, por exemplo.

Veja também

Psicologia Educacional

Esse profissional busca promover uma melhoria do desempenho de estudantes da educação infantil, do ensino fundamental, médio ou mesmo do superior. Ele pode atuar por meio de programas educacionais ou aplicando testes relacionados à capacidade de memória, atenção e concentração.

Além disso, pode conversar com os pais e responsáveis sobre o desenvolvimento dos alunos e ajudar professores e demais membros de instituição de ensino a solucionar os problemas de aprendizagem encontrados no dia a dia, ajudando-os a compreender cada caso individualmente.

Psicologia Esportiva

O psicólogo esportivo é responsável pela orientação e preparação emocional de atletas para atividades esportivas e competições.

Além de cuidar da saúde mental, desenvolvendo o controle da ansiedade, da pressão ou da insegurança, o profissional busca aumentar o foco, o rendimento e a performance de esportistas de diferentes modalidades. 

Psicologia Hospitalar

O psicólogo hospitalar atua em conjunto com diferentes profissionais, como médicos, enfermeiros e assistentes sociais para a recuperação física e mental de pacientes hospitalizados e seus familiares. Ser internado ou acompanhar alguém nessa situação não é fácil, por isso é fundamental o apoio emocional.

Ele também pode atender a própria equipe do hospital, que pode precisar de suporte para lidar com os desafios do dia a dia e a pressão desse ambiente.

Psicologia Jurídica

Esse profissional tem uma série de atuações dentro do mundo jurídico. Ele pode, por exemplo, fazer a avaliação psicológica de detentos e acompanhar processos de adoção, de disputa de guarda e casos de violência contra menores.

Psicologia Organizacional e do Trabalho

Quem opta por essa área trabalha em empresas e participa do processo seletivo de novos funcionários e do treinamento e formação de equipes de Recursos Humanos. 

Esse psicólogo também é responsável por promover um ambiente de trabalho saudável entre funcionários e empregadores, pode dar orientações de carreira e desenvolvimento pessoal, e também costuma ser requisitado durante o desligamento de colaboradores.

Psicologia Social

Esse profissional trabalha com pessoas em situações de vulnerabilidade e pode acompanhar detentos em penitenciárias, idosos em asilos e crianças e adolescentes em abrigos. Além do contato no dia a dia, ele também pode desenvolver projetos que ajudem essa população.

Se decidir ir para a área de pesquisa, é possível elaborar programas para a saúde mental da população e estudar a relação desses cidadãos com a sociedade.

Neuropsicologia

A Neuropsicologia é responsável pelo estudo da relação entre o cérebro e o comportamento, avaliando, diagnosticando e tratando distúrbios ligados à cognição, memória, atenção, raciocínio, afeto, percepção e até funções motoras.

Veja também

Orientação Vocacional

Esse profissional ajuda jovens e adultos na escolha de uma profissão a partir da análise de diversos aspectos, como ambições, objetivos, medos e preferências, e também domina e explica o funcionamento carreiras, cursos e faculdades. 

Psicologia Ambiental

Ideal para quem gosta de pesquisa, a Psicologia Ambiental se dedica ao estudo do comportamento humano na interação com o meio ambiente. É uma área nova que se relaciona com diversos campos, como a Geografia, Arquitetura, Paisagismo e Antropologia.