Clique e Assine a partir de R$ 20,90/mês

Enem 2020: reaplicação do exame começa nesta terça-feira (23)

Estudantes do Amazonas, barrados e quem pegou a covid-19 no dia da prova realizam novo exame

Por Juliana Morales Atualizado em 22 fev 2021, 19h59 - Publicado em 22 fev 2021, 23h59

A reaplicação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) está prevista em edital e ocorre em todas as edições. Nesta terça-feira (23) começa a reaplicação das provas do Enem 2020. O exame será feito por candidatos do Amazonas e de dois municípios de Roraima, locais onde a prova foi adiada. Além dessas regiões, também terão direito a realizar a prova os estudantes que foram barrados na entrada dos locais de aplicação, candidatos que não conseguiram realizar a prova por problemas de logística, candidatos que  apresentaram sintomas da covid-19 ou contraíram doenças infectocontagiosas nos dias anteriores à prova.

Os  inscritos na versão tradicional e na versão digital puderam solicitar a reaplicação. Nesta terça também, o Inep realiza o Enem PPL, exame aplicado às pessoas que estão privadas de liberdade ou sob medida socioeducativa.

A prova

O exame terá tema de redação e questões próprias, ou seja, será feito unicamente para a reaplicação. O padrão da prova é o mesmo: 45 perguntas de Linguagens, Códigos e suas Tecnologias, 45 de Ciências Humanas e suas Tecnologias e uma redação neste primeiro dia. Na quarta-feira (24), os candidatos responderão 45 questões Ciências da Natureza e suas Tecnologias e 45 questões de Matemática e suas Tecnologias.

Horário

Os portões abrem às 11h30 e fecham às 13h. A prova começa a ser aplicada às 13h30.

Itens obrigatórios

Para fazer a prova, os candidatos devem obrigatoriamente levar um documento oficial com foto, caneta preta com o corpo feito em material transparente e máscara de proteção contra a Covid-19. Atenção: os candidatos que não usarem máscara serão eliminados da prova.

Os candidatos também podem levar o cartão de confirmação para garantir que não vão esquecer a sala e o local onde farão a prova, mas o item não é obrigatório. É permitido levar alimentos leves e água para a prova.

Continua após a publicidade

Itens proibidos

Para garantir as medidas de biossegurança, o uso dos bebedouros dos locais de aplicação estará vetado este ano. Como de praxe, não é permitido o uso de nenhum tipo de aparelho eletrônico durante a prova, assim como óculos escuros e acessórios de chapelaria (chapéu, gorro, boné). Neste outro texto publicado no GUIA, explicamos tudo o que pode levar à eliminação do candidato.

Por fim, desde o ano passado, o Inep estabeleceu uma nova regra em relação aos celulares. Se o aparelho tocar durante a prova, o candidato será eliminado, mesmo que o smartphone esteja lacrado na embalagem fornecida pelos aplicadores.

Protocolos de biossegurança

Para diminuir os riscos de contaminação durante a prova, o Inep estabeleceu alguns protocolos de segurança nesta edição. Além do uso de máscara pelos candidatos, os aplicadores e fiscais da prova estarão equipados com máscaras, luvas e face shield. 

A porta e as janelas da sala devem permanecer abertas, e os aparelhos de ar condicionado, desligados. Os candidatos deverão higienizar as mãos com álcool em gel quando entrarem na sala. O item ficará disponível para uso durante toda a prova.

  • O Inep aplicou o Enem 2020 nos dias 17 e 24 de janeiro (versão impressa) e em 31 de janeiro e 7 de fevereiro (versão digital). A previsão é que o resultado de todas as provas saia no dia 29 de março.

    Quero Bolsa | Graduação, pós-graduação e técnico. Bolsas de Estudo com desconto de até 75% em mais de 1100 faculdades em todo o Brasil. Saiba mais!

     

    Continua após a publicidade
    Publicidade