logo-ge

Unicamp tem quase 73 mil inscritos no vestibular 2020

O curso mais concorrido é Medicina, com 325 candidatos por vaga

No dia 17 de novembro, 72.859 candidatos farão a primeira fase do vestibular da Unicamp, concorrendo a 2.570 vagas, em 69 cursos de graduação. A quantidade de inscritos caiu em relação ao ano passado, quando 76.312 pessoas se inscreveram. Os números foram divulgados nesta quarta (18) pela universidade, que também levantou a relação candidato por vaga de cada uma das carreiras e disponibilizou em uma lista no site da Comvest.

Do total de inscritos, 30,9% são egressos da rede pública de ensino, porcentagem maior do que a registrada na edição de 2019. O diretor da Comvest, José Alves de Freitas Neto, afirmou em nota no site da comissão que esse aumento é “fruto de uma ação contínua de visitas às escolas e também da maior conscientização desses estudantes de que é possível ingressar em uma universidade de referência”. Já em relação aos candidatos autodeclarados pretos ou pardos, o número de inscritos caiu ligeiramente — de 21,8% para 21,3% neste ano.

Como de costume, o curso mais concorrido desta edição é Medicina, com 325 candidatos para cada vaga, bem mais que o segundo colocado, o curso de Arquitetura e Urbanismo (87 c/v). Ciências Biológicas no período Integral, Midialogia e o curso noturno de Ciência da Computação aparecem em seguida. Farmácia, História e Engenharia da Computação também estão entre os mais concorridos.

Apesar do número de inscrições menor que o da última edição, o diretor da Comvest acredita que os mais de 73 mil participantes deste ano evidenciam a força da universidade mesmo em um contexto de crise e ataques contínuos às universidades públicas.