Clique e Assine o Passei! a partir de R$ 9,90/mês

Enem 2020: o que esperar do segundo dia de provas?

Os candidatos que continuam na disputa por uma boa nota precisarão resolver questões de Ciências da Natureza e de Matemática no próximo domingo

Por Marcela Coelho Atualizado em 23 jan 2021, 19h16 - Publicado em 22 jan 2021, 09h50

O primeiro dia do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020 já passou. A prova, formada por 45 questões de Ciências Humanas e 45 de Linguagens, além de uma redação, seguiu o padrão de outras edições, com grande diversidade de fontes e temas sociais permeando o exame todo. 

Nas questões falou-se, por exemplo, sobre desigualdade de gênero, urbanização do Brasil, espaço agrário, papel da América Latina no mundo e geopolítica dos Estados Unidos. Em história, a grande surpresa foi não terem aparecido questões que envolvem o século 20, como Primeira e Segunda Guerras Mundiais e Era Vargas. Já o tema da redação, bastante elogiado, foi “O estigma associado às doenças mentais na sociedade brasileira”

Agora, os candidatos que continuam na disputa por uma boa nota precisarão enfrentar 45 questões de Ciências da Natureza e 45 questões de Matemática no próximo domingo (24). E a pergunta que fica: o que esperar do segundo dia de provas? Conversamos com professores para entender e ajudar você nessa reta final. Confira! 

Química

O autor de Química do Sistema de Ensino pH, Pedro César Fiorett, diz que o aluno pode esperar uma prova de “química de verdade” no Enem, ou seja, com bastante conteúdo. Ele aposta, também, em questões que articulam os assuntos da disciplina com situações do cotidiano e em perguntas com gráficos e tabelas

Antes da prova, segundo Fiorett, é importante revisar as seguintes matérias:

  • Polaridade das moléculas;
  • Métodos de separação;
  • Reações orgânicas;
  • Estequiometria;  
  • Eletroquímica.

Outra aposta do professor é o tema “poluição de recursos hídricos”, que apareceu na prova de Geografia no primeiro dia do exame. “Esse assunto está muito ligado a impactos ambientais, muito recorrente na prova de química”, destaca.

Já perguntas diretas relacionadas a Tabela Periódica são pouco prováveis, já que o Enem não fornece a tabela para consulta.

Física

Para a prova de física, o candidato deve esperar questões mais conteudistas e assuntos que já costumam ser cobrados na disciplina, acredita Raphael Barbosa, autor e professor de física do Sistema de Ensino pH.   

Alguns tópicos que caem com frequência e precisam ser revisados são:

  • Circuito elétrico;
  • Fenômenos ondulatórios;
  • Termologia (calorimetria, termometria);
  • Eletromagnetismo;
  • Estática.

“Ter a capacidade de ler, interpretar e extrair dados a partir de gráficos e tabelas é uma das habilidades que o aluno precisa levar para a prova de Ciências da Natureza”, ressalta o professor. Ele ainda indica aproveitar esses últimos dias para “revisar o que já sabe, mas precisa lapidar um pouco”. Segundo Barbosa, agora não é hora de o aluno investir em temas sobre os quais não sabe nada

Continua após a publicidade

Biologia

De acordo com João Carlos Rodrigues Coelho, professor de biologia do Curso Anglo, a prova da disciplina do Enem tem uma característica importante: dificilmente os temas das questões se repetem de um ano para o outro ou em intervalos de dois anos. 

Considerando isso e os temas que caíram nos últimos anos, ele aposta nos assuntos a seguir para a prova de domingo:

  • Ecologia: adaptação de plantas aos biomas do Brasil, relações ecológicas, inversão térmica (e seus males à saúde humana), aquecimento global; 
  • Parasitoses: infecções bacterianas;
  • Evolução biológica: Teoria da Evolução de Darwin, Teoria Sintética da Evolução (Neodarwinismo), análise de alguma filogenia, relação entre mutações e modificações produzidas pelas células; 
  • Fisiologia vegetal: funcionamento dos estômatos, seca fisiológica (um problema presente em algumas áreas da Caatinga); 
  • Fisiologia humana: digestão, ciclo hormonal feminino, métodos contraceptivos, sistema circulatório e nervoso; e
  • Método científico.

Ele acredita, inclusive, que a interdisciplinaridade, a interpretação de gráficos e de informações em imagens e as relações entre dados presentes em tabelas façam parte da prova de biologia.

Matemática

Com 45 questões, a prova de Matemática do Enem é mais longa do que a de outras disciplinas no segundo dia de provas. O professor de Matemática do Curso Anglo, Thales Graça, não espera mudanças no exame. 

Entre os temas que mais aparecem, segundo ele, são:

  • Geometria Plana;
  • Geometria Espacial;
  • Razão e Proporção;
  • Análise Combinatória e Probabilidade;
  • Estatística; 
  • Função.

“Historicamente esses seis tópicos já contemplam um pouco mais da metade da prova. Claro que isso, eventualmente, sofre algumas alterações, mas é o carro-chefe das questões do Enem”, afirma. Assim como os professores das outras matérias, ele aponta que o aluno deve esperar por questões com interpretação de mapas e gráficos.

No mais, o professor aconselha os estudantes a ler a prova inteira de matemática e identificar as questões que sabem resolver e as que não sabem. “O aluno tem que tomar cuidado para não deixar passar as questões simples, porque não deu tempo de ler e precisou chutar direto no gabarito e, assim, ter a nota prejudicada.”

Boa sorte no segundo dia de provas!

Prepare-se para o Enem sem sair de casa. Assine o Curso Enem do GUIA DO ESTUDANTE e tenha acesso a centenas de videoaulas com professores do Poliedro, que é recordista em aprovações na Medicina da USP. 

Continua após a publicidade

Publicidade