Guia do Estudante

Enem

Veja todos os temas de redação que já caíram no Enem

De 1998 até a última edição do Enem, a banca do exame tem cobrado temas da sociedade brasileira para a reflexão do estudante

da redação | 25/09/2013 18h44

Confira todos os temas de redação que a banca do Enem já cobrou. Eles têm em comum o fato de serem intrínsecos à sociedade brasileira. Em 2012, os candidatos tiveram que produzir um texto sobre imigração no país. A prova trazia como texto de apoio um trecho do site do Museu de Imigração explicando o contexto dos movimentos imigratórios para o Brasil e dois outros textos sobre a imigração de bolivianos e de haitianos em direção ao Brasil. Havia também um mapa com o trajeto percorrido por haitianos para entrada no Brasil a partir do Acre. Na redação de 2011, o candidato precisou refletir sobre o tema: Viver em rede no século 21 - os limites entre o público e o privado. (Foto: Getty Images) O tema de 2010 foi: O trabalho na construção da dignidade humana. Os candidatos tinham como apoio um texto sobre trabalho escravo e outro sobre o futuro das profissões (foto: Getty Images) Em 2009 os estudantes tiveram que escrever sobre o tema: O indivíduo frente à ética nacional. Na foto, um de pessoas se reúne no Museu da República, em São Paulo, para protestar contra a corrupção (Foto: Renato Araújo/ABr) No Enem 2008 a proposta pedia uma resposta para: Como preservar a floresta Amazônica. Foram sugeridas três possibilidades - suspender imediatamente o desmatamento; dar incentivo financeiros a proprietários que deixarem de desmatar; ou aumentar a fiscalização e aplicar multas a quem desmatar. Na imagem, área desmatada da Floresta Amazônica às margens da rodovia Transamazônica (Foto: Antônio Cruz/ABr) Em 2007 o Enem propôs aos candidatos uma reflexão sobre a diversidade sóciocultura, com o tema: O desafio de se conviver com as diferenças. (Foto: Getty Images) O Enem 2006 pediu ao candidato que dissertasse sobre o poder de transformação da leitura, fazendo uma redação com limite de 30 linhas (Foto: Getty Images) O trabalho infantil na sociedade brasileira foi o tema da redação do Enem 2005. Na foto, um menino trabalha ilegalmente  em uma carvoaria do país. (Foto: Arquivo ABr) Em 2004, os candidatos fizeram uma redação com o tema: Como garantir a liberdade de informação e evitar abusos nos meios de comunicação. (Foto: Getty Images) A violência na sociedade brasileira: como mudar as regras desse jogo?, era a pergunta da a proposta de redação do Enem 2003. Na imagem, forças de segurança ocupam o Complexo do Alemão depois de ter sido oferecida a possibilidade de rendição aos traficantes, em 2010. (foto: Vladimir Platonov/ABr) Em 2002 o Enem questionou aos estudantes: O direito de votar: como fazer dessa conquista um meio para promover as transformações sociais que o Brasil necessita? Na foto, a presidente Dilma Rousseff, vota na Escola Estadual de Ensino Médio Santos Dumont (Foto: Wilson Dias/ABr) Desenvolvimento e preservação ambiental: como conciliar os interesses em conflito?, era o tema da redação de 2001. Na imagem, uma manifestação contra a construção da usina de Belo Monte em frente ao Palácio do Planalto. (Wilson Dias/ABr) Em 2000, o tema da redação do Enem era: Direitos da criança e do adolescente - como enfrentar esse desafio nacional. Na foto, uma garota caminha sobre um lixão no Jardim Gramacho, no Rio de Janeiro. (Foto: Spencer Platt/Getty Images) Cidadania e participação social era o tema do Enem em 1999, que pediu para os candidatos refletirem sobre o tema e proporem uma ação social de engajamento. Na imagem, uma manifestação das Direitas Já, movimento de 1984 a favor das eleições diretas para presidente. (foto: Wiki Commons) O Enem estreou com o tema Viver e Aprender, em 1998, com base na letra de música O que é, o que é, de Gonzaguinha. Famosa pelo trecho: /Viver! E não ter a vergonha de ser feliz. Cantar e cantar e cantar a beleza de ser um eterno aprendiz/, o candidato devia fazer uma redação refletindo sobre o tema.

Enem

Leia mais

Confira todos os temas de redação que a banca do Enem já cobrou. Eles têm em comum o fato de serem intrínsecos à sociedade brasileira.